Porto Velho (RO) sexta-feira, 23 de julho de 2021
×
Gente de Opinião

Meio Ambiente

São Lucas fará monitoramento ambiental na Rebio Jaru


A Faculdade São Lucas, de Porto Velho, integra o grupo que vai atuar no Simbio (Sistema de Monitoramento da Biodiversidade), que será implementado na Reserva Biológica do Jaru (Rebio Jaru). Através do Curso de Ciências Biológicas, a Faculdade São Lucas fará o monitoramento da vegetação da Unidade, tendo a incumbência de coordenar o levantamento da fitossociologia e da florística, havendo a possibilidade de parte do material coletado na reserva ser depositada no Herbário da Instituição.

Nos dias 22 e 23 de agosto foi realizada em Ji-Paraná uma reunião para definição das parcerias, planejamento e execução técnica e financeira do monitoramento de biodiversidade para 2006 e 2007. Em outubro será realizada a primeira etapa do processo de monitoramento da Rebio Jaru, com o reconhecimento da área. Todo o trabalho prevê quatro trimestres, sendo que cada etapa terá a duração de 8 a 10 dias de atividades de campo. A equipe da Faculdade São Lucas será liderada pela professora Ana Cristina Ramos de Souza, coordenadora do Curso de Ciências Biológicas, que terá o apoio de alunos, professores, parabotânico e mateiro.

O analista ambiental Luiz Sérgio Ferreira Martins, coordenador do processo de revisão do Plano de Manejo da Reserva Biológica do Jaru, informou que o Sistema de Monitoramento da Biodiversidade faz parte do Arpa (Programa de Áreas Protegidas da Amazônia) que prevê a implementação de cinco unidades de Proteção Integral escolhidas, dentre as quais a Rebio Jaru.

Fonte: Chagas Pereira - Registro Profissional 165 DRT/R

Mais Sobre Meio Ambiente

MPRO ajuíza ações civis públicas visando recuperação de áreas desmatadas em reserva legal e APP

MPRO ajuíza ações civis públicas visando recuperação de áreas desmatadas em reserva legal e APP

O Ministério Público de Rondônia, por meio da Promotoria de Justiça de Machadinho do Oeste, propôs ações civis públicas com pedido de tutela de urgê

Projeto Cata Mais Rondônia dá visibilidade e aumenta renda de catadores de recicláveis

Projeto Cata Mais Rondônia dá visibilidade e aumenta renda de catadores de recicláveis

Sistematizar os catadores para que se organizem visando melhorar a maneira como fazem a coleta e a renda de forma mais articulada são alguns dos obj

Distritos de Porto Velho terão programa de educação ambiental e atendimento social

Distritos de Porto Velho terão programa de educação ambiental e atendimento social

Os distritos de Porto Velho receberão, de 23 de julho a 1 de agosto, uma série de atividades voltadas para a educação ambiental com foco no combate às

Óleo de Copaíba, riqueza da Amazônia e do Brasil

Óleo de Copaíba, riqueza da Amazônia e do Brasil

Em toda a Floresta Amazônica, com maior frequência no Pará, Amazonas, Rondônia e Acre, existe uma majestosa planta que pode chegar a 30 metros de al