Porto Velho (RO) domingo, 17 de fevereiro de 2019
×
Gente de Opinião

Meio Ambiente

Santo Antônio Energia recebe Prêmio de Opinião Pública pelo segundo ano consecutivo


A 32ª edição do Prêmio Opinião Pública (POP), iniciativa do Conselho de Relações Públicas que reconhece nacionalmente as melhores práticas de relacionamento entre diferentes instituições, contemplou a concessionária com o trabalho ‘SantoSanto Antônio Energia recebe Prêmio de Opinião Pública pelo segundo ano consecutivo - Gente de Opinião Antônio Energia no combate a malária em Porto Velho – ultrapassando a obrigação com programa de relações públicas’, referente às ações do Programa de Saúde Pública da empresa, desenvolvido com o apoio da Prefeitura Municipal de Porto Velho, na categoria Responsabilidade Social e Ambiental.

O trabalho apresenta resultados do Plano de Combate à Malária, que contribuiu para a queda do índice da doença em 10% entre janeiro a julho deste ano, comparado ao mesmo período do ano passado. A cidade já havia registrado queda de 30% nos casos em 2011, em relação aos números de 2010. Com o índice atual, Porto Velho deixou a zona de alto risco em que se encontrava para médio risco de infecção, de acordo com os dados do Ministério da Saúde.

A redução é fruto do trabalho de distribuição de Mosquiteiros Impregnados de Longa Duração (Mild) desde 2009, em parceria com órgãos governamentais. Ao longo destes anos cerca de 10 mil famílias de Porto Velho foram beneficiadas por este trabalho, que também contempla monitoramento de uso e aceitação do mosquiteiro, atividades de educação em saúde, busca ativa e tratamento precoce dos casos de malária e borrifação residual, em um investimento superior a R$ 17 milhões.

A cerimônia para entrega dos prêmios acontecerá no dia 11 de dezembro, em São Paulo. Além da Santo Antônio Energia, outras instituições também foram premiadas, entre elas a Ford, a Fundação Wladmir Herzog, a ABAP (Associação Brasileira de Agências de Publicidade) e a Universidade Internacional da Paz.


Santo Antônio Energia

É a concessionária responsável pela construção e operação da usina hidrelétrica Santo Antônio, localizada no rio Madeira, em Porto Velho (RO), e pela comercialização da energia a ser gerada. A usina, que iniciou a geração comercial de energia em 30 de março de 2012, gerará, a partir de 2016, energia suficiente para abastecer o consumo de, aproximadamente, 40 milhões de pessoas. O empreendimento tem investimento de R$ 16 bilhões e é referência em construção de hidrelétricas sustentáveis. Os acionistas da Santo Antônio Energia são as empresas Furnas (39%), Odebrecht Energia (18,6%), Andrade Gutierrez (12,4%), Cemig (10%) e o Caixa FIP Amazônia Energia (20%). A usina hidrelétrica Santo Antônio é uma das primeiras grandes obras do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC), do governo federal, a entrar em operação.

Fonte:  José Carlos Sá

Mais Sobre Meio Ambiente

Colaboradores do Sistema Fecomércio/RO participam da 4º etapa de implantação do Programa ECOS de Sustentabilidade

Colaboradores do Sistema Fecomércio/RO participam da 4º etapa de implantação do Programa ECOS de Sustentabilidade

Colaboradores do Sistema Fecomércio/Sesc/Senac/IFPE, participaram no auditório da Federação durante dois dias, da 4° etapa da implantação do programa

Barragens de minérios: Onde estão as outras com alto potencial de estrago ou alto risco

Barragens de minérios: Onde estão as outras com alto potencial de estrago ou alto risco

O Brasil tem 790 barragens de rejeitos de minérios, e mais de 300 delas não foram classificadas em relação ao seu risco de rompimento e ao potencial d

Porto Velho: Prefeitura destrava recurso de compensação social para Aterro Sanitário

Porto Velho: Prefeitura destrava recurso de compensação social para Aterro Sanitário

Os R$ 4 milhões também servirão para elaborar o Plano Municipal de Saneamento Básico e o Plano de Gerenciamento de Resíduos SólidosMais uma vitória im

Brumadinho: Qualidade da água do rio Paraopeba é considerada ruim. Veja as imagens

Brumadinho: Qualidade da água do rio Paraopeba é considerada ruim. Veja as imagens

Ontem (31/01), a Fundação SOS Mata Atlântica deu início à Expedição Paraopeba, que irá percorrer 356 km deste rio, de Brumadinho à Hidroelétrica Retir