Porto Velho (RO) quarta-feira, 19 de setembro de 2018
×
Gente de Opinião

Meio Ambiente

Santo Antônio Energia realiza obras no Parque Ecológico


Gente de OpiniãoA Prefeitura de Porto Velho, através da Secretaria Municipal de Meio Ambiente (Sema), firmou compromisso na tarde de ontem, terça-feira (18), com a Santo Antônio Energia, para investir cerca de R$ 1 milhão no Parque Natural, também conhecido como Parque Ecológico. O recurso é fruto de compensação ambiental e foi determinado pela Câmara Técnica do Ibama em Brasília. O secretário Edjales Benício de Brito (Sema) explica que todo recurso oriundo de compensação ambiental deve obrigatoriamente ser investido em unidades de conservação, como determina a lei. 
 
Disse, ainda, que parte do dinheiro será utilizado na recuperação do acervo biológico e reconstrução do museu existente nas dependências do Parque Natural. Outra parte servirá para reformar e ampliar a sua sede administrativa. Edjales faz questão de informar que as obras serão realizadas pela própria Santo Antônio Energia, mas fiscalizadas pela Sema e o Ibama. “O Ibama determina o valor e onde deve ser aplicado o dinheiro. Cabe ao Município determinar o que precisa ser feito”, esclarece o secretário. O secretário também agradeceu ao diretor de sustentabilidade do consórcio, Carlos Hugo Araújo e destacou outros investimentos feitos no setor de meio ambiente na capital rondoniense.
 
De acordo com Carlos Hugo, o respeito ao meio ambiente é uma das marcas do Consórcio Santo Antônio Energia. O investimento na unidade de conservação de Porto Velho faz parte dessa política empresarial e também representa o cumprimento de mais uma exigência legal feita pelo Ibama. Ele parabenizou a gestão do prefeito Mauro Nazif por ter registrado o Parque Natural no Sistema Nacional de Conservação para receber recursos destinados pelo Governo Federal.
 
Santo Antônio Energia realiza obras no Parque Ecológico - Gente de Opinião
 
Outros investimentos
 
Somente na atual administração, cerca de R$ 700 mil já foram investidos na unidade de conservação. Com esse dinheiro a prefeitura reformou o parque infantil, a área destinada para pique nique, melhorou a acessibilidade para pessoas com deficiência, comprou equipamentos e insumos destinados a reforma e manutenção do viveiro, equipamentos de multimídia e uma caminhonete, dentre outros.
 
O parque possui área de 390 hectares rica em biodiversidade. Além de variadas espécies de árvores, abriga animais como macacos, tracajás, tatus, cobras, antas, pássaros e peixes. O próximo passo será a construção 260 metros de arvorismo e uma torre de observação. “Nossa meta é dotar o parque da melhor estrutura possível para que seja referência de unidade de conservação na Amazônia”, afirma Edjales Benício.
 
Fonte: Augusto José

 

Mais Sobre Meio Ambiente

SP corre risco de enfrentar crise hídrica mais grave que a de 2014

SP corre risco de enfrentar crise hídrica mais grave que a de 2014

O Sistema Cantareira, que abastece parte da capital paulista e da Região Metropolitana, estava com quase 60% da capacidade um ano antes da crise de 20

Novo marco legal do saneamento gera polêmica no setor

Novo marco legal do saneamento gera polêmica no setor

Agentes reguladores estão avaliando a medida provisória

Parque Ecológico Municipal recebe plantio de Ipê e Flamboyant

Parque Ecológico Municipal recebe plantio de Ipê e Flamboyant

Um grupo de 30 crianças da Fundação JiCred plantou mudas de ipê e flamboyant no Parque Ecológico Municipal. A ação foi realizada pelo Sistema Cooperat