Porto Velho (RO) quinta-feira, 9 de abril de 2020
×
Gente de Opinião

Meio Ambiente

Rondônia promove o primeiro encontro de agroecologia



Rondônia dá um importante passo para consolidar um sistema de agricultura moderno. Será realizado entre os dias 31 de julho e 03 de agosto, em Ouro Preto do Oeste, na Paróquia Nossa Senhora Aparecida, o 1˚ Encontro Estadual de Agroecologia.  O evento pretende divulgar a produção de alimentos agroecológicos, o artesanato tradicional do estado e as novas tendências da área.

Uma das atividades do encontro é o Festival das Sementes Crioulas, uma tecnologia popular, que busca resgatar e valorizar a biodiversidade da região.  À noite os participantes do encontro e o público em geral poderão desfrutar de uma variada agenda cultural com música, filmes, exposições e comidas típicas.

O encontro terá como participantes agricultores familiares, extrativistas, povos indígenas, quilombolas, ribeirinhos, assentados, pescadores, além de estudantes e técnicos, sendo um dos critérios valorizados a participação das mulheres.

Agroecologia

Agroecologia é a mais importante proposta nos dias atuais para a prática da agricultura porque alia o saber do agricultor ao saber científico, busca a produção de alimentos mais saudáveis e naturais, combatendo o uso de agrotóxicos, a dependência de insumos químicos, a monocultura e a alta mecanização, além da concentração de terras produtivas e a exploração do trabalhador rural. E seu princípio básico é o uso racional dos recursos naturais.

Nessa perspectiva, de acordo com o delegado federal do Ministério do Desenvolvimento Agrário, Olavo Nienow, foi criada em Rondônia a Articulação Rondoniense de Agroecologia (AROA), organizadora do encontro, cuja finalidade é propor, de forma participativa, ações e iniciativas que viabilizem a produção familiar, com a utilização sustentável dos recursos naturais existentes. 

A AROA é composta por várias entidades não governamentais, governamentais e dos movimentos sociais sensibilizados com a necessidade de desenvolver sistemas de produção sustentáveis e fortalecer a produção agroecológica de Rondônia, entre elas: Incra, Delegacia Federal do Ministério do Desenvolvimento Agrário, Projeto Padre Ezequiel, Secretaria Municipal de Agricultura e Meio Ambiente de Ji-Paraná, Projeto Terra Sem Males, Ceplac, Embrapa, Fetagro, Projeto RECA, Projeto Natureza Viva, Cooacaram/Acaram, CPT, ADA-AÇAÍ, EFA, STTR, Ibama, Sematur/Opo, Alpa, Coopflora, Cootraron, Panderej, Territórios, Via Campesina, MST, MPA, MAB.

Fonte: Jeane Machado

Mais Sobre Meio Ambiente

Ji-Paraná: prefeitura encerra atividade no lixão e passa a utilizar aterro sanitário

Ji-Paraná: prefeitura encerra atividade no lixão e passa a utilizar aterro sanitário

A Prefeitura de Ji-Paraná, por meio da Secretaria Municipal de Meio Ambiente (Semeia), encerrou nesta segunda feira (06), as atividades no lixão munic

Acordo de R$ 2,7 milhões na Justiça do Trabalho viabilizará projetos sustentáveis em Presidente Médici/RO

Acordo de R$ 2,7 milhões na Justiça do Trabalho viabilizará projetos sustentáveis em Presidente Médici/RO

Um acordo no valor de R$ 2,7 milhões homologado pela Justiça do Trabalho em Ji-Paraná/RO beneficiará projetos sustentáveis que visam o tratamento e re

Rio Madeira ultrapassa os 15 metros, dois a menos que em 2019, afirma Defesa Civil

Rio Madeira ultrapassa os 15 metros, dois a menos que em 2019, afirma Defesa Civil

O rio Madeira atingiu na segunda-feira (9) a cota de 15,24 metros, um pouco acima da média (15 metros), mas longe de uma enchente como a registrada em

Prefeitura de Porto Velho alinha medidas para a realização do Amazônia + 21

Prefeitura de Porto Velho alinha medidas para a realização do Amazônia + 21

O prefeito Hildon Chaves se reuniu no Prédio do Relógio (sede do poder executivo) na manhã desta segunda-feira (09), acompanhado do secretário adjunto