Porto Velho (RO) segunda-feira, 16 de setembro de 2019
×
Gente de Opinião

Meio Ambiente

Prefeitura de Porto Velho com nova lista de empreendimentos dispensados de licenciamento

Porto Velho é a primeira capital a definir lista de dispensa de autorizações ambientais


Prefeitura de Porto Velho com nova lista de empreendimentos dispensados de licenciamento - Gente de Opinião

O Sebrae em Rondônia realizou termo de cooperação com a prefeitura municipal e disponibilizou o consultor João Carlos Andrade para auxiliar servidores na reclassificação das atividades que antes tinham restrições no processo de abertura de empresas. Esse trabalho teve por meta a maior celeridade no processo de registro de empresas com o suporte da Rede Nacional para a Simplificação do Registro e da Legalização de Empresas e Negócios, (Redesim). A capacitação, em parceria com a prefeitura municipal, permitiu aporte de conhecimentos para facilitar o licenciamento ambiental e a desburocratização. João Carlos, que participa do processo de implantação da Redesim desde 2015, realizou reuniões de consultoria com as instituições parceiras: Secretaria do Meio Ambiente de Porto Velho (Sema); Secretaria de Estado do Desenvolvimento Ambiental de Rondônia (Sedam); Secretaria Municipal de Fazenda de Porto Velho (Semfaz); Agência Estadual de Vigilância Sanitária de Rondônia (Agevisa) e Secretaria Municipal de Saúde de Porto Velho (Semusa).

 

O Conselho Municipal de Defesa do Meio Ambiente (COMDEMA) publicou na manhã de sexta-feira (12) sua Resolução nº. 8 que amplia a lista de empreendimentos dispensados de licenciamento ambiental no município de Porto Velho. A resolução atende à preocupação do prefeito Hildon Chaves com sua política de desburocratizar o licenciamento ambiental.

 

A consultoria realizada junto às secretarias e a Agevisa, em especial, a Sema com sua equipe constituída por colaboradores de várias expertises, conseguiu uma resultante muito adequada para dar base à decisão do Conselho na construção da resolução. De acordo com o secretário Robson Damasceno, “Porto Velho é considerado referência nacional em Licenciamento Ambiental desde a vigência da Lei Municipal nº 684/2017, a qual fomentou o tratamento especial ao microempreendedor individual e à agricultura familiar, readequou e diminuiu as taxas relativas às autorizações ambientais e serviços prestados pela Sema.”.

 

A Resolução permite agora que 292 atividades fiquem dispensadas do licenciamento ambiental no município de Porto Velho. As atividades em sua maioria são exercidas por comerciantes, representantes comerciais e atividades de escritórios, e estes poderão exercer seus trabalhos sem a necessidade de contratação de estudos classificatórios de impactos ambientais, bastando obter a Certidão de Dispensa de Licenciamento junto à Sema. A não obrigatoriedade de apresentação de estudos ambientais permite, conforme estimativa da prefeitura, a regularização de no mínimo quatro mil pequenos escritórios que atualmente não dispõem de autorizações ambientais. Este fato pode ser considerado inédito de vanguarda na busca pela desburocratização e fomento ao empreendedorismo.

Mais Sobre Meio Ambiente

Sistema Fecomércio participa do Lançamento do Amazônia + 21

Sistema Fecomércio participa do Lançamento do Amazônia + 21

O Presidente do Sistema Fecomércio/Sesc/Senac/IFPE e Vice-Presidente da CNC, Raniery Araujo Coelho esteve no Lançamento do Fórum Amazônia + 21, ocorri

Pesquisadores descobrem complexo arqueológico na Amazônia Central

Pesquisadores descobrem complexo arqueológico na Amazônia Central

As crônicas de Gaspar de Carvajal, padre espanhol que navegou pelo rio Amazonas no século 16, descrevem uma área repleta de aldeias indígenas. ”Enco

Não faz o dever de casa - Enquanto Macron luta pela Amazônia, políticas ambientais da França desapontam

Não faz o dever de casa - Enquanto Macron luta pela Amazônia, políticas ambientais da França desapontam

O presidente francês, Emmanuel Macron, recebeu elogios por colocar os incêndios florestais na Amazônia no topo da agenda global, mas em casa os defens

Mais de 50 técnicos do Estado participam de curso de Geotecnologias e Ferramentas de Gestão do Território do projeto Plantar

Mais de 50 técnicos do Estado participam de curso de Geotecnologias e Ferramentas de Gestão do Território do projeto Plantar

Foi concluído nesta sexta-feira, em Porto Velho, o curso de Geotecnologias e Ferramentas de Gestão do Território, voltado a técnicos da Empresa de Ass