Porto Velho (RO) sábado, 24 de agosto de 2019
×
Gente de Opinião

Meio Ambiente

Porto Velho: Prefeitura destrava recurso de compensação social para Aterro Sanitário


Porto Velho: Prefeitura destrava recurso de compensação social para Aterro Sanitário - Gente de Opinião

Os R$ 4 milhões também servirão para elaborar o Plano Municipal de Saneamento Básico e o Plano de Gerenciamento de Resíduos Sólidos

Mais uma vitória importante para a gestão do prefeito de Porto Velho, Hildon Chaves. Em reunião com representantes dos Ministérios Públicos Federal e Estadual, Ibama, Santo Antônio Energia e Secretaria Municipal de Meio Ambiente (Sema), na tarde desta quarta-feira (6/2), o gestor conseguiu destravar a quantia de R$ 4 milhões, remanescentes das compensações sociais oriundas da construção da Hidrelétrica de Santo Antônio.

“Esse recurso será utilizado na construção de algumas células emergenciais no Aterro Sanitário, que funciona na Vila Princesa, e na contratação de consultoria, para nos auxiliar na elaboração do Plano Municipal de Saneamento Básico e no Plano Municipal de Gerenciamento de Resíduos Sólidos, ambos imprescindíveis para a PPP (Parceria Público Privado) que estamos fazendo para disponibilizar água tratada, esgoto sanitário e o tratamento do lixo. Dentro de poucos meses, teremos esses documentos concluídos”, comemora Hildon Chaves.

O secretário Robson Damasceno (Sema) explica que R$ 700 mil serão utilizados para a elaboração do Plano Municipal de Saneamento Básico e Plano Municipal de Gerenciamento de Resíduos Sólidos, ambos pleiteados há mais de 20 anos. A menor parte, cerca de R$ 300 mil, serão aplicados em políticas públicas de inclusão dos catadores de recicláveis.

A maior fatia do dinheiro, R$ 3 milhões, servirá para a construção das células, o que dará uma sobrevida de mais cinco anos ao aterro da Vila Princesa.

Mais Sobre Meio Ambiente

Entenda a diferença entre desmatamento e manejo florestal

Entenda a diferença entre desmatamento e manejo florestal

A transformação de áreas verdes em pontos amarronzados em imagens de satélites produzidas por órgãos de monitoramento demonstra o crescimento do des

São Paulo - Pesquisadores descrevem trajetória do “rio de fumaça” que escureceu a cidade

São Paulo - Pesquisadores descrevem trajetória do “rio de fumaça” que escureceu a cidade

Dois sistemas que permitem o monitoramento de poluentes atmosféricos – desenvolvidos nas últimas duas décadas com apoio da FAPESP – estão ajudando cie

Rondônia por um dia: aumento de queimadas muda cor da tarde de São Paulo

Rondônia por um dia: aumento de queimadas muda cor da tarde de São Paulo

Assim Josélia Pegorim, meteorologista do Climatempo, resume a segunda-feira, dia 19, marcada, para os moradores de diversas partes do Estado de São Pa

Ministra da Agricultura aponta avanço no desenvolvimento sustentável de Rondônia através de manejo florestal

Ministra da Agricultura aponta avanço no desenvolvimento sustentável de Rondônia através de manejo florestal

O contrato de concessão do manejo da Floresta Nacional do Jamari foi assinado nesta segunda-feira (19) com a presença da ministra da Agricultura, Pecu