Porto Velho (RO) quinta-feira, 21 de fevereiro de 2019
×
Gente de Opinião

Meio Ambiente

PF monta forças-tarefa para investigar desmatamento


Blog do Josias: PF monta forças-tarefa para investigar desmatamento

Folha Online


A Polícia Federal conclui nos próximos dias a fase de planejamento do plano de combate ao desmatamento na Amazônia. A investigação começa em duas semanas. Será tocada por forças-tarefa instaladas em municípios da área que o ministro Tarso Genro (Justiça) chama de “polígono problemático”.

 

Os nomes das cidades que servirão de base para o trabalho dos agentes são mantidos em segredo, para não prejudicar as apurações. Sabe-se apenas que ficam em Mato Grosso, no Pará e em Rondônia. Tarso prevê que, em 60 dias, a PF terá condições de apresentar os primeiros resultados. O objetivo é identificar e levar aos tribunais os responsáveis pela derrubada ilegal de árvores.

 

Antes mesmo da apuração, a ministra Marina Silva (Meio Ambiente) identificou os plantadores de soja e os pecuaristas como grandes vilões do desmatamento. Foi contraditada pelo ministro Reinhold Stephanes (Agricultura) e pelo próprio Lula. Tarso alinha-se à opinião do presidente.

 

“Essa dúvida, para nós, é irrelevante”, diz o ministro da Justiça. “Nós só vamos investigar as ações ilegais. Nossos alvos são os desmatadores, os plantadores ilegais e as pessoas que fazem queimadas ilegais. O presidente Lula tem razão quando diz que problema não é soja ou gado. A soja e o gado estão instaladas lá, têm uma função social importante. A questão que temos que verificar é quem tem ações ilegais, sejam elas quem forem.”

 

Simultaneamente à deflagração das forças-tarefa, o governo iniciará a instalação de postos da Polícia Federal nas áreas de desmatamento. O trabalho desses postos não se confunde com o das delegacias convencionais, já assentadas na região. Vão se concentrar no combate ao desmatamento. Serão, segundo Tarso, “de dez a doze postos”.

Mais Sobre Meio Ambiente

Colaboradores do Sistema Fecomércio/RO participam da 4º etapa de implantação do Programa ECOS de Sustentabilidade

Colaboradores do Sistema Fecomércio/RO participam da 4º etapa de implantação do Programa ECOS de Sustentabilidade

Colaboradores do Sistema Fecomércio/Sesc/Senac/IFPE, participaram no auditório da Federação durante dois dias, da 4° etapa da implantação do programa

Barragens de minérios: Onde estão as outras com alto potencial de estrago ou alto risco

Barragens de minérios: Onde estão as outras com alto potencial de estrago ou alto risco

O Brasil tem 790 barragens de rejeitos de minérios, e mais de 300 delas não foram classificadas em relação ao seu risco de rompimento e ao potencial d

Porto Velho: Prefeitura destrava recurso de compensação social para Aterro Sanitário

Porto Velho: Prefeitura destrava recurso de compensação social para Aterro Sanitário

Os R$ 4 milhões também servirão para elaborar o Plano Municipal de Saneamento Básico e o Plano de Gerenciamento de Resíduos SólidosMais uma vitória im

Brumadinho: Qualidade da água do rio Paraopeba é considerada ruim. Veja as imagens

Brumadinho: Qualidade da água do rio Paraopeba é considerada ruim. Veja as imagens

Ontem (31/01), a Fundação SOS Mata Atlântica deu início à Expedição Paraopeba, que irá percorrer 356 km deste rio, de Brumadinho à Hidroelétrica Retir