Segunda-feira, 15 de abril de 2024 | Porto Velho (RO)

×
Gente de Opinião

Meio Ambiente

Petrobrás lança Centro de Excelência Ambiental


Um dos projetos mais relevantes e estratégicos da Petrobras na Região Norte, o Centro de Excelência Ambiental da Petrobras na Amazônia (Ceap), foi apresentado em primeira mão, aqui em Rondônia, durante o V seminário Internacional de Sustentabilidade e Integração latino-americana, que reuniu Ongs, estudantes, empresários e profissionais que discutiram as propostas sustentáveis contra o aquecimento Global.

O gerente de Segurança, Meio Ambiente e Saúde da Petrobrás da Região Norte, Nelson Cabral definiu o empreendimento como uma rede de recursos físicos, humanos e tecnológicos de conhecimentos e de informações, da Petrobrás e da sociedade, para a atuação integrada na busca de introdução de inovações tecnológicas e empresariais na região.

Uma iniciativa que une a vanguarda tecnológica e o conhecimento científico ao compromisso de responsabilidade social e ambiental presentes na missão da companhia e necessários a sua atuação sustentável na região. O Centro foi criado para que os projetos desenvolvidos por diferentes instituições na Amazônia sejam integrados e realizados com a cooperação entre os envolvidos.

O Centro foi idealizado como um instrumento gerencial para parcerias da Petrobras na região, envolvendo universidades, instituições de pesquisa, órgãos governamentais, Ongs e agentes econômicos. Cerca de quatro grandes projetos de pesquisa e desenvolvimento já em andamento fazem parte da carteira do Ceap, reunindo em torno de 650 pesquisadores. A implantação do centro representa investimento de R$ 500 milhões da Petrobras até 2012.

Núcleos temáticos

“O Ceap é um aglutinador de dados obtidos por intermédio das pesquisas realizadas na Amazônia. Nele estão agregados, por exemplo, informações sobre modelagem hidrodinâmica dos rios da região, mapas de sensibilidade ambiental a derrames de petróleo e estratégias de contingência. Esse conhecimento nos auxiliará em nossas operações de exploração e produção, transporte fluvial, refino e distribuição, de modo a atuarmos com segurança e sem impacto ambiental”, afirmou Cabral.

Uma das iniciativas englobadas pelo Ceap vai monitorar as atividades de transporte de petróleo e gás natural oriundos de Urucu, a segunda maior província terrestre brasileira, localizada em plena Floresta Amazônica e que foram alvo de debates acalorados durante o Seminário.

Fonte: Alex Sakai
 

 

Gente de OpiniãoSegunda-feira, 15 de abril de 2024 | Porto Velho (RO)

VOCÊ PODE GOSTAR

Ibama define nova prioridade para enfrentar perdas na biodiversidade e a crise climática

Ibama define nova prioridade para enfrentar perdas na biodiversidade e a crise climática

Neste ano em que completa 35 anos, o Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama) comemora o impacto do trabalho

Megaoperação destrói infraestrutura criminosa na Terra Indígena Yanomami

Megaoperação destrói infraestrutura criminosa na Terra Indígena Yanomami

As Forças de Segurança do governo brasileiro estão em ação conjunta ao redor e dentro da Terra Indígena Yanomami para impedir atividades criminosas

Projeto do CIMCERO e TJ-RO amplia estrutura para beneficiar viveiros em Rondônia

Projeto do CIMCERO e TJ-RO amplia estrutura para beneficiar viveiros em Rondônia

A parceria entre o Consórcio Público Intermunicipal de Rondônia (CIMCERO) e o Tribunal de Justiça do Estado de Rondônia tem incentivado junto as pre

Gente de Opinião Segunda-feira, 15 de abril de 2024 | Porto Velho (RO)