Porto Velho (RO) sexta-feira, 3 de abril de 2020
×
Gente de Opinião

Meio Ambiente

Pequenos e Médios produtores rurais poderão ter dívidas refinanciadas


 
Pequenos e Médios produtores rurais, com dívidas junto ao FNO (Fundo Constitucional de Financiamento do Norte) poderão ter dividas de até R$ 50 mil, refinanciadas. A informação foi dada nesta quarta-feira(30), pelo Ministério da Fazenda, ao Coordenador da Bancada de Rondônia, deputado Eduardo Valverde(PT/RO).

Segundo o parlamentar, a inadimplência de inúmeros produtores rurais da região norte resultaram de diversos fatores, entre eles pragas desconhecidas que atacam a lavoura, dificuldade de comercialização, falta de estrada para escoar a produção, ou seja, uma série de fatores logísticos que em outras regiões as dívidas se deram por outros fatores. As dívidas no setor rural em todo o país estão estimadas em R$ 125 bilhões.

De acordo com Valverde, em seu estado, Rondônia, a dívida não está acima da média nacional, mas também serão beneficiados com o refinanciamento. Para tentar minimizar a crise dos pequenos e médios produtores de todo o país, o Governo Federal está para enviar ao Congresso Nacional uma medida provisória, que tem como objetivo contemplar essa negociação, dificultada com a perda da CPMF, e detalhada de região a região.

Conforme o deputado petista, qualquer refinanciamento precisa ser feito com cautela, visto se tratar de uma perda significava para o financiador, mas, que como a intenção é tirar os pequenos agricultores do sufoco, e evitar a desistência em se continuar produzindo, que o governo recalculará as dívidas levando em conta todos os fatores que podem ter prejudicado os produtores agrícolas.

"Na Amazônia, diferente dos demais estados a inadimplência do agricultor é devido a falta de logística para escoamento, falta de assistência técnica rural, carência, entre outros fatores, que não geada, seca, que precisam ser levadas em contas. Com isso, o pequeno produtor pega um financiamento e não consegue pagar", frisou.

Conheça o FNO -  A atuação do FNO abrange os estados do Acre, Amapá, Amazonas, Pará, Rondônia, Roraima e Tocantins. Esse fundo oferta crédito a taxas de juros que variam, em função do porte do mutuário, de 8,75% a 14% ao ano, para as operações relativas aos setores industrial, agroindustrial, turístico, de infra-estrutura, comercial e de serviços. Essas taxas de juros são reduzidas em 15%, a título de bônus de adimplência, desde que a parcela da dívida seja paga até a data do respectivo vencimento.

Os recursos do FNO são destinados às micro, pequenas, médias e grandes empresas que desenvolvam atividades nos setores mineral, industrial, agroindustrial, turístico, de infra-estrutura, comercial e de serviços. O prazo dos empréstimos podem ser de até 12 anos, incluídos até 3 anos de carência.

Fonte: Leila Denise

Mais Sobre Meio Ambiente

Acordo de R$ 2,7 milhões na Justiça do Trabalho viabilizará projetos sustentáveis em Presidente Médici/RO

Acordo de R$ 2,7 milhões na Justiça do Trabalho viabilizará projetos sustentáveis em Presidente Médici/RO

Um acordo no valor de R$ 2,7 milhões homologado pela Justiça do Trabalho em Ji-Paraná/RO beneficiará projetos sustentáveis que visam o tratamento e re

Rio Madeira ultrapassa os 15 metros, dois a menos que em 2019, afirma Defesa Civil

Rio Madeira ultrapassa os 15 metros, dois a menos que em 2019, afirma Defesa Civil

O rio Madeira atingiu na segunda-feira (9) a cota de 15,24 metros, um pouco acima da média (15 metros), mas longe de uma enchente como a registrada em

Prefeitura de Porto Velho alinha medidas para a realização do Amazônia + 21

Prefeitura de Porto Velho alinha medidas para a realização do Amazônia + 21

O prefeito Hildon Chaves se reuniu no Prédio do Relógio (sede do poder executivo) na manhã desta segunda-feira (09), acompanhado do secretário adjunto

Policiais Militares do Batalhão Ambiental participam de oficina sobre Crimes Ambientais de Menor Potencial Ofensivo

Policiais Militares do Batalhão Ambiental participam de oficina sobre Crimes Ambientais de Menor Potencial Ofensivo

Sessenta Policiais Militares do Batalhão de Polícia Ambiental, de todo o Estado, participaram na manhã desta sexta-feira (28/2) da Oficina sobre