Porto Velho (RO) sexta-feira, 22 de fevereiro de 2019
×
Gente de Opinião

Meio Ambiente

ONU discute créditos de carbono, Almir Surui apresenta projeto de Rondônia


 
Os Líderes dos Setores Privado, Público e da Sociedade Civil se reuniram no REDD + Talks em Nova York para promover Iniciativas Internacionais a Redução de emissões por Desmatamento e Degradação Florestal (REDD +). O evento teve como foco o papel fundamental do setor privado nesta estratégia de desenvolvimento sustentável clima global e crítica.

Co -patrocinado pelo Programa UN- REDD, Código de REDD, Wildlife Works, e a Sociedade de Conservação da Vida Selvagem, REDD + Talks: NYC marcou o quinto aniversário do Programa UN- REDD, reunindo REDD + partes interessadas para o privado, público e civil, setores para demonstrar a importância global e do valor de se engajar em REDD ++.

A mudança climática é um dos desafios mais prementes que a humanidade deve enfrentar. Desmatamento, em 15% das emissões globais de gases de efeito estufa, está bombeando mais CO2 em nossa atmosfera do que todo o setor de transporte global. Os impactos climáticos do desmatamento só tem causado o que deve ser a nossa maior sumidouro de carbono terrestre para se tornar a segunda maior fonte de emissões globais.

Reestruturação dos incentivos econômicos, condução desmatamento são amplamente reconhecidos como fundamental para estratégias climáticas globais. As Nações Unidas, portanto, criou o mecanismo de REDD + para quantificar e valorizar os serviços de armazenamento de carbono que as florestas proporcionam. Ao tornar as florestas mais valiosas em pé do que derrubadas, REDD + fornece comunidades florestais e países em desenvolvimento com um caminho sustentável de baixo carbono para o crescimento econômico.

REDD + é, portanto, uma estratégia fundamental para os líderes dos setores público e privado na mitigação das mudanças climáticas e do desenvolvimento econômico sustentável. O evento também contou com a presença de líderes comunitários de no Quênia e Brasil. O principal representante do Brasil foi o líder indígena Almir Suruí, que apresentou o projeto carbono Surui e descreveu os benefícios sociais do REDD ++. Almir Suruí e Denise Alves, diretora de sustentabilidade da Natura, foram os únicos brasileiros no evento.

Confira outros palestrantes

Achim Steiner, diretor executivo do Programa Ambiental das Nações Unidas (UNEP), TJ DiCaprio, diretor sênior de Sustentabilidade Ambiental da Microsoft, Marie- Claire Daveu, Diretora e Chefe de Assuntos Institucionais internacionais, Kering, Edward Norton, ator e Embaixador da Boa Vontade do PNUMA.

Mais Sobre Meio Ambiente

Colaboradores do Sistema Fecomércio/RO participam da 4º etapa de implantação do Programa ECOS de Sustentabilidade

Colaboradores do Sistema Fecomércio/RO participam da 4º etapa de implantação do Programa ECOS de Sustentabilidade

Colaboradores do Sistema Fecomércio/Sesc/Senac/IFPE, participaram no auditório da Federação durante dois dias, da 4° etapa da implantação do programa

Barragens de minérios: Onde estão as outras com alto potencial de estrago ou alto risco

Barragens de minérios: Onde estão as outras com alto potencial de estrago ou alto risco

O Brasil tem 790 barragens de rejeitos de minérios, e mais de 300 delas não foram classificadas em relação ao seu risco de rompimento e ao potencial d

Porto Velho: Prefeitura destrava recurso de compensação social para Aterro Sanitário

Porto Velho: Prefeitura destrava recurso de compensação social para Aterro Sanitário

Os R$ 4 milhões também servirão para elaborar o Plano Municipal de Saneamento Básico e o Plano de Gerenciamento de Resíduos SólidosMais uma vitória im

Brumadinho: Qualidade da água do rio Paraopeba é considerada ruim. Veja as imagens

Brumadinho: Qualidade da água do rio Paraopeba é considerada ruim. Veja as imagens

Ontem (31/01), a Fundação SOS Mata Atlântica deu início à Expedição Paraopeba, que irá percorrer 356 km deste rio, de Brumadinho à Hidroelétrica Retir