Porto Velho (RO) terça-feira, 18 de setembro de 2018
×
Gente de Opinião

Meio Ambiente

Obras do PAC revelam raridades arqueológicas em várias regiões brasileiras


Obras do PAC revelam raridades arqueológicas em várias regiões  brasileiras - Gente de Opinião

O Programa de Aceleração do Crescimento (PAC) vem contribuindo para aquecer as pesquisas arqueológicas no país, sobretudo na região Norte.  As centenas de obras de infraestrutura em território nacional têm possibilitado diversas descobertas de sítios arqueológicos, como pinturas e gravuras rupestres em pedras e utensílios cerâmicos.

Dados do IPHAN (Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional), encarregado de autorizar e fiscalizar os trabalhos arqueológicos, mostram que de 2010 até setembro de 2013 foram analisados mais 3,5 mil processos de pesquisas arqueológicas, sendo que 95% destas pesquisas estão relacionados à pesquisas desenvolvidas no âmbito do Licenciamento Ambiental. Onúmero de pesquisas realizadas apenas em 2013 apresenta um aumento de 110% se comparado com 2007, ano que o PAC foi criado e que teve454 projetos de arqueologia.

Na área da Hidrelétrica Santo Antônio, uma das primeiras grandes obras do PAC a entrar em operação, localizada no rio Madeira, em Porto Velho (RO), foram identificados 58 sítios, além de 157 pontos isolados, com artefatos arqueológicos localizados em até 4 metros debaixo da terra. Além dos sítios prospectados, foram identificados e estudados cinco áreas com extensos pedrais, contendo cerca de mil gravuras rupestres que são encobertos no período natural das cheias do rio Madeira, além de uma urna funerária e louças.

Ainda em estudo, essas peças não têm datação exata, mas a hipótese trabalhada é que as gravuras tenham se originado há oito mil anos e foram feitas por diferentes populações indígenas. Tanto as gravuras quanto os sítios expõem a diversidade cultural que constitui a história da região, ou seja, com essas revelações é possível conhecer melhor as ocupações, os hábitos e os sistemas simbólicos das populações que residiam nesta parte da Amazônia.

A chegada de grandes empreendimentos e as leis ambientais e patrimoniais motivaram, nos últimos anos, a multiplicação de cursos de graduação e pós-graduação em arqueologia e a geração de empregos e de investimentos em pesquisa.

Atualmente o país tem onze cursos de graduação na área, sendo que em 2007 eram apenas 3 cursos que, apesar de somarem 200 vagas, teve 141 candidatos inscritos. De acordo com o Censo da Educação Superior, em 2011, quando havia 8 cursos, o número de matrículas na área subiu para 797, o que demonstra o interesse em seguir carreira nesta área. A situação se estende aos cursos de pós-graduação e de titularidades, que atualmente são 26 entre especialização, mestrado e doutorado.

Santo Antônio Energia

É a concessionária responsável pela implantação e operação da Hidrelétrica Santo Antônio, localizada no Rio Madeira, em Porto Velho, Rondônia, e pela comercialização da energia gerada. A usina iniciou a geração comercial em 30 de março de 2012, nove meses antes do cronograma original e, a partir de novembro de 2016, com potência de 3.568 megawatts, gerará energia suficiente para abastecer o consumo de mais de 44 milhões de pessoas. O projeto é financiado pelo Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES). Os acionistas da Santo Antônio Energia são as empresas Furnas (39%), Odebrecht Energia (18,6%), Andrade Gutierrez (12,4%), Cemig (10%) e o Caixa FIP Amazônia Energia (20%), empresas com grande experiência na gestão de investimento, bem como na implantação e construção de hidrelétricas no Brasil e em outro países.

Fonte: José Carlos Sá

Mais Sobre Meio Ambiente

SP corre risco de enfrentar crise hídrica mais grave que a de 2014

SP corre risco de enfrentar crise hídrica mais grave que a de 2014

O Sistema Cantareira, que abastece parte da capital paulista e da Região Metropolitana, estava com quase 60% da capacidade um ano antes da crise de 20

Novo marco legal do saneamento gera polêmica no setor

Novo marco legal do saneamento gera polêmica no setor

Agentes reguladores estão avaliando a medida provisória

Parque Ecológico Municipal recebe plantio de Ipê e Flamboyant

Parque Ecológico Municipal recebe plantio de Ipê e Flamboyant

Um grupo de 30 crianças da Fundação JiCred plantou mudas de ipê e flamboyant no Parque Ecológico Municipal. A ação foi realizada pelo Sistema Cooperat