Porto Velho (RO) sábado, 28 de março de 2020
×
Gente de Opinião

Meio Ambiente

Número de mortos em naufrágio no Amazonas chega a 17


 
Amanda Mota
Agência Brasil

Manaus - O número de mortos no acidente com o barco Comandante Sales, no Rio Solimões, no Amazonas, subiu para 17. A embarcação perdeu o equilíbrio e virou por volta das 5h45 de ontem (4) nas proximidades do município de Manacapuru, a cerca de 84 quilômetros de Manaus.

Entre os mortos estão dez mulheres e sete homens, incluindo o proprietário do barco, Francisco Alves de Sales, 44 anos. De acordo com estimativas da Marinha, cerca de 100 pessoas estariam a bordo. O número total de passageiros, assim como o de desaparecidos, não é confirmado pela Capitania dos Portos, porque não há uma lista de passageiros.

A viagem foi considerada irregular, já que o barco não tinha autorização para navegação. Pelo menos dez famílias ainda estão à procura de parentes, segundo a Marinha.

O trabalho de resgate da embarcação deve ser concluído ainda nesta manhã. O barco será atracado em uma das margens do rio. Os corpos das vítimas estão sendo encaminhados ao Instituto Médico Legal (IML) de Manaus para reconhecimento e identificação por parentes.

As causas do acidente ainda não estão esclarecidas. Além de chuvas e ventos, que podem ter provocado o tombamento do barco, a Marinha suspeita de superlotação. Os passageiros haviam participado na noite do último sábado (3) da festa católica do Divino Espírito Santo e embarcaram no Comandante Sales assim que foram encerradas as comemorações na comunidade Lago do Pesqueiro. O destino da viagem era a cidade de Manacapuru.

Wm janeiro deste ano, o barco foi apreendido pela Capitania dos Portos por não ter a documentação exigida, navegar sem tripulação habilitada e ter coletes e bóias em condições inadequadas.

Segundo a Marinha, na ocasião, o proprietário foi intimado a comparecer na Capitania dos Portos em Manaus para apresentar sua defesa prévia e a documentação necessária para regularizar a situação da embarcação, o que não ocorreu.

O barco não chegou a ficar retido porque a Capitania dos Portos não tem espaço para abrigar todas as embarcações irregulares na região de Manaus.


 

Mais Sobre Meio Ambiente

Acordo de R$ 2,7 milhões na Justiça do Trabalho viabilizará projetos sustentáveis em Presidente Médici/RO

Acordo de R$ 2,7 milhões na Justiça do Trabalho viabilizará projetos sustentáveis em Presidente Médici/RO

Um acordo no valor de R$ 2,7 milhões homologado pela Justiça do Trabalho em Ji-Paraná/RO beneficiará projetos sustentáveis que visam o tratamento e re

Rio Madeira ultrapassa os 15 metros, dois a menos que em 2019, afirma Defesa Civil

Rio Madeira ultrapassa os 15 metros, dois a menos que em 2019, afirma Defesa Civil

O rio Madeira atingiu na segunda-feira (9) a cota de 15,24 metros, um pouco acima da média (15 metros), mas longe de uma enchente como a registrada em

Prefeitura de Porto Velho alinha medidas para a realização do Amazônia + 21

Prefeitura de Porto Velho alinha medidas para a realização do Amazônia + 21

O prefeito Hildon Chaves se reuniu no Prédio do Relógio (sede do poder executivo) na manhã desta segunda-feira (09), acompanhado do secretário adjunto

Policiais Militares do Batalhão Ambiental participam de oficina sobre Crimes Ambientais de Menor Potencial Ofensivo

Policiais Militares do Batalhão Ambiental participam de oficina sobre Crimes Ambientais de Menor Potencial Ofensivo

Sessenta Policiais Militares do Batalhão de Polícia Ambiental, de todo o Estado, participaram na manhã desta sexta-feira (28/2) da Oficina sobre