Porto Velho (RO) sexta-feira, 22 de fevereiro de 2019
×
Gente de Opinião

Meio Ambiente

Número de mortos em naufrágio no Amazonas chega a 17


 
Amanda Mota
Agência Brasil

Manaus - O número de mortos no acidente com o barco Comandante Sales, no Rio Solimões, no Amazonas, subiu para 17. A embarcação perdeu o equilíbrio e virou por volta das 5h45 de ontem (4) nas proximidades do município de Manacapuru, a cerca de 84 quilômetros de Manaus.

Entre os mortos estão dez mulheres e sete homens, incluindo o proprietário do barco, Francisco Alves de Sales, 44 anos. De acordo com estimativas da Marinha, cerca de 100 pessoas estariam a bordo. O número total de passageiros, assim como o de desaparecidos, não é confirmado pela Capitania dos Portos, porque não há uma lista de passageiros.

A viagem foi considerada irregular, já que o barco não tinha autorização para navegação. Pelo menos dez famílias ainda estão à procura de parentes, segundo a Marinha.

O trabalho de resgate da embarcação deve ser concluído ainda nesta manhã. O barco será atracado em uma das margens do rio. Os corpos das vítimas estão sendo encaminhados ao Instituto Médico Legal (IML) de Manaus para reconhecimento e identificação por parentes.

As causas do acidente ainda não estão esclarecidas. Além de chuvas e ventos, que podem ter provocado o tombamento do barco, a Marinha suspeita de superlotação. Os passageiros haviam participado na noite do último sábado (3) da festa católica do Divino Espírito Santo e embarcaram no Comandante Sales assim que foram encerradas as comemorações na comunidade Lago do Pesqueiro. O destino da viagem era a cidade de Manacapuru.

Wm janeiro deste ano, o barco foi apreendido pela Capitania dos Portos por não ter a documentação exigida, navegar sem tripulação habilitada e ter coletes e bóias em condições inadequadas.

Segundo a Marinha, na ocasião, o proprietário foi intimado a comparecer na Capitania dos Portos em Manaus para apresentar sua defesa prévia e a documentação necessária para regularizar a situação da embarcação, o que não ocorreu.

O barco não chegou a ficar retido porque a Capitania dos Portos não tem espaço para abrigar todas as embarcações irregulares na região de Manaus.


 

Mais Sobre Meio Ambiente

Colaboradores do Sistema Fecomércio/RO participam da 4º etapa de implantação do Programa ECOS de Sustentabilidade

Colaboradores do Sistema Fecomércio/RO participam da 4º etapa de implantação do Programa ECOS de Sustentabilidade

Colaboradores do Sistema Fecomércio/Sesc/Senac/IFPE, participaram no auditório da Federação durante dois dias, da 4° etapa da implantação do programa

Barragens de minérios: Onde estão as outras com alto potencial de estrago ou alto risco

Barragens de minérios: Onde estão as outras com alto potencial de estrago ou alto risco

O Brasil tem 790 barragens de rejeitos de minérios, e mais de 300 delas não foram classificadas em relação ao seu risco de rompimento e ao potencial d

Porto Velho: Prefeitura destrava recurso de compensação social para Aterro Sanitário

Porto Velho: Prefeitura destrava recurso de compensação social para Aterro Sanitário

Os R$ 4 milhões também servirão para elaborar o Plano Municipal de Saneamento Básico e o Plano de Gerenciamento de Resíduos SólidosMais uma vitória im

Brumadinho: Qualidade da água do rio Paraopeba é considerada ruim. Veja as imagens

Brumadinho: Qualidade da água do rio Paraopeba é considerada ruim. Veja as imagens

Ontem (31/01), a Fundação SOS Mata Atlântica deu início à Expedição Paraopeba, que irá percorrer 356 km deste rio, de Brumadinho à Hidroelétrica Retir