Porto Velho (RO) quinta-feira, 20 de setembro de 2018
×
Gente de Opinião

Meio Ambiente

Nível dos rios em Rondônia aumenta a cada hora


As fortes chuvas que têm caído na Bolívia estão auxiliando no aumento do nível dos rios, como o Guaporé e o Madeira. No interior do Estado, a situação já é de Estado de Atenção no rio Machado, que atingiu nesta quarta-feira 10 metros.

Daniel Panobianco – O inverno amazônico atinge o ápice agora no inicio do ano, com o aumento gradual do volume de chuvas e do nível dos rios em toda porção sul-amazônica. 

O De olho no tempo fez uma varredura nos dados dos principais rios de Rondônia mostrando como está o comportamento do nível das águas. De todas as estações telemétricas operadas pela ANA (Agência Nacional de Águas), a única em Alerta Amarelo, o que representa em linguagem mais técnica, Estado de Alerta, por oferecer risco de enchente é a do rio Machado, em Ji-Paraná. 

Nas últimas 96 horas, o nível do Machado saltou de 8,32 metros para 10,00 metros alagando áreas dos bairros Duque de Caxias, São Francisco e Urupá. Cerca de 300 famílias estão cadastradas pela CODECIM (Comissão de Defesa Civil Municipal), que está de prontidão, caso o nível do Machado suba ainda mais nas próximas horas. 

No sul do Estado, a situação também beira o Alerta Azul (Estado de Atenção), em Pimenteiras do Oeste. O nível do rio Pimenta chegou à marca de 5,70 metros, sendo que a cota de alerta é de no mínimo, 6,85 metros. 

Na região central, o rio Jaru, que no sábado marcou 5,60 metros, nesta madrugada atingiu a marca de 6,59 metros, faltando 1,23 metros de atingir o nível de alerta. 

Na região do rio Madeira, a estação Morada-Jusante, que fica nas proximidades das divisas de Rondônia, Acre e a Bolívia, o nível aumentou de 12,10 metros no sábado, para 12,39 metros às 02 horas desta quarta-feira. 

No distrito de Tabajara, em Machadinho d’ Oeste, o nível do rio Machado também subiu de 8,38 metros no sábado, para 9,28 metros esta madrugada. 

Na região de Nova Esperança, em Porto Velho, o nível do Madeira subiu de 11,65 metros nas últimas 96 horas, para 12,02 metros às 02 horas de hoje. 

A chuva que tem caído de forma torrencial na Bolívia nos últimos dias deve influenciar diretamente no nível dos rios Mamoré, Beni e Madeira nas próximas horas. 

O maior volume de chuva registrado pelas PCDs (Plataformas de Coletas de Dados) da ANA foi em Vila Bela da Santíssima Trindade, em Mato Grosso, onde o rio Guaporé se forma. Foram 184 milímetros de chuva nas últimas 96 horas. 

Em solo rondoniense, a chuva mais intensa ocorreu no distrito de Pedras Negras, no vale do Guaporé, cerca de 98 mm, seguida da fazenda Flor do Campo, na região de Pimenta Bueno, quase 90 mm em 96 horas. 

O nível do rio Pimenta também já alagou várias casas nas últimas horas em Pimenta Bueno, centro-sul do Estado. 

A previsão é de muita chuva nos próximos dias, mais de 150 mm, o que leva a crer que novos transtornos poderão ocorrer às populações ribeirinhas dessas localidades.

Fonte: De olho no tempo - Dados: ANA - Foto: Efraim Caetano 

Mais Sobre Meio Ambiente

SP corre risco de enfrentar crise hídrica mais grave que a de 2014

SP corre risco de enfrentar crise hídrica mais grave que a de 2014

O Sistema Cantareira, que abastece parte da capital paulista e da Região Metropolitana, estava com quase 60% da capacidade um ano antes da crise de 20

Novo marco legal do saneamento gera polêmica no setor

Novo marco legal do saneamento gera polêmica no setor

Agentes reguladores estão avaliando a medida provisória

Parque Ecológico Municipal recebe plantio de Ipê e Flamboyant

Parque Ecológico Municipal recebe plantio de Ipê e Flamboyant

Um grupo de 30 crianças da Fundação JiCred plantou mudas de ipê e flamboyant no Parque Ecológico Municipal. A ação foi realizada pelo Sistema Cooperat