Porto Velho (RO) quinta-feira, 2 de abril de 2020
×
Gente de Opinião

Meio Ambiente

MORTANDADE DE JACARÉS


 
Mortandade de jacarés atende ao 
comércio clandestino de carne animal


AGÊNCIA AMAZÔNIA (*)

MANAUS – A reserva de Piagaçu-Purus, a 360 quilômetros a oeste de Manaus, perdeu na semana passada 740 jacarés, mortos supostamente por comerciantes clandestinos da carne dessa espécie. Fiscais do Instituto de Proteção Ambiental do Amazonas (Ipaam) confiscaram cerca de oito toneladas de corpos de jacarés salgados e com pele, encontrados na reserva. "Estamos surpresos e chocados", disse a diretora do instituto, Aldenira Queiroz. "Isso indica que existe uma operação comercial de grande escala." O Ipaam apurou que a carne seria vendida para consumo humano no Pará. Possivelmente seja agora incinerada. A pele, a parte mais valiosa do corpo do animal, foi abandonada nos rios.

Ambientalistas disseram que a reserva é o campo de caça favorito de políticos locais e ricos homens de negócios. A caça de jacarés é proibida no Brasil por lei federal, apesar de especialistas 

MORTANDADE DE JACARÉS - Gente de Opinião

jacarés em bando: DONIZETE OLIVEIRA/AGÊNCIA AMAZÔNIA

alertarem que existe superpopulação em algumas áreas, entre as quais parte do Pantanal Mato-Grossense.

Mergulho com pulmões deslocados

Na ausência de barbatanas, os jacarés mergulham, sobem à superfície, ou rodam sobre si deslocando os pulmões da frente para trás, ou lateralmente, descobriram dois investigadores norte-americanos. "Isso permite-lhes navegar num ambiente aquático sem criar muitas perturbações", explicou Todd Uriona, da Universidade do Utah.

Ele acrescenta que "esse fator é de certo muito importante quando se tentam aproximar de uma presa, sem produzir ondas". Segundo Uriona e Coleen Farmer, co-autor do estudo cujos resultados são publicados na revista britânica Jornal de Biologia Experimental, outros anfíbios, tais como os crocodilos, algumas salamandras e as tartarugas, têm provavelmente propriedades pulmonares similares.

(*) Com Reuters e Lusa

 Fonte: Agência Amazônia é parceira do Gentedeopinião

Mais Sobre Meio Ambiente

Acordo de R$ 2,7 milhões na Justiça do Trabalho viabilizará projetos sustentáveis em Presidente Médici/RO

Acordo de R$ 2,7 milhões na Justiça do Trabalho viabilizará projetos sustentáveis em Presidente Médici/RO

Um acordo no valor de R$ 2,7 milhões homologado pela Justiça do Trabalho em Ji-Paraná/RO beneficiará projetos sustentáveis que visam o tratamento e re

Rio Madeira ultrapassa os 15 metros, dois a menos que em 2019, afirma Defesa Civil

Rio Madeira ultrapassa os 15 metros, dois a menos que em 2019, afirma Defesa Civil

O rio Madeira atingiu na segunda-feira (9) a cota de 15,24 metros, um pouco acima da média (15 metros), mas longe de uma enchente como a registrada em

Prefeitura de Porto Velho alinha medidas para a realização do Amazônia + 21

Prefeitura de Porto Velho alinha medidas para a realização do Amazônia + 21

O prefeito Hildon Chaves se reuniu no Prédio do Relógio (sede do poder executivo) na manhã desta segunda-feira (09), acompanhado do secretário adjunto

Policiais Militares do Batalhão Ambiental participam de oficina sobre Crimes Ambientais de Menor Potencial Ofensivo

Policiais Militares do Batalhão Ambiental participam de oficina sobre Crimes Ambientais de Menor Potencial Ofensivo

Sessenta Policiais Militares do Batalhão de Polícia Ambiental, de todo o Estado, participaram na manhã desta sexta-feira (28/2) da Oficina sobre