Domingo, 21 de julho de 2024 | Porto Velho (RO)

×
Gente de Opinião

Meio Ambiente

Medidas de enfrentamento à crise hídrica são iniciadas pelo Porto de Porto Velho


A seca severa em 2023 alterou a dinâmica do transporte de cargas pelos rios e pesquisas indicam que a estiagem será ainda mais severa neste ano - Gente de Opinião
A seca severa em 2023 alterou a dinâmica do transporte de cargas pelos rios e pesquisas indicam que a estiagem será ainda mais severa neste ano

A Sociedade de Portos e Hidrovias de Rondônia (Soph) está monitorando a situação da seca no Rio Madeira, para garantir a operação de qualidade no Porto de Porto Velho. A Soph participa ativamente do Comitê da Crise Hídrica, criado pelo governo do estado para monitorar os impactos e delinear as ações necessárias neste momento. Em 2023, a região Norte enfrentou uma seca severa que alterou a dinâmica do transporte de cargas pelos rios. Em Rondônia, a bacia do Rio Madeira foi afetada e houve limitação na quantidade de cargas movimentadas.

Este ano, pesquisas indicam que a estiagem será ainda mais severa. Impulsionada pelo fenômeno conhecido por El Niño, e pelo período natural de estiagem, a crise hídrica tem acendido o alerta da direção do Porto de Porto Velho, que está agindo para mitigar os impactos nas movimentações pelo modal aquaviário.

Em outubro do ano passado, o Rio Madeira atingiu o menor nível registrado nos últimos 50 anos: 1,10 m. Porém, as embarcações ainda puderam operar, seguindo restrições para garantir a segurança na navegação. Para continuar a navegabilidade, as cargas foram reduzidas para a metade do que é rotineiramente transportado, e a Marinha proibiu a navegação noturna. Neste ano, a estimativa do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Proteção da Amazônia (Censipam), é de que o rio atinja níveis inferiores aos registrados em 2023. No mês de junho já está sendo possível observar esses números. Em 19 de junho de 2023, o rio atingiu a marca de 9,9 metros; no mesmo dia deste ano, o rio alcançou a marca de 4,17 metros.

DRAGAGEM

A atuação ativa e próxima do Porto junto aos órgãos competentes, otimiza o tempo para a resolução de problemas como a obstrução de passagem causada pelos bancos de areia, como explicou o diretor-presidente da Soph, Fernando Parente: “Através da autoridade portuária, buscamos informações a respeito dos autores responsáveis pela manutenção da hidrovia do Madeira, como o Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (Dnit), que tem contrato com a empresa que efetua a dragagem em pontos críticos da bacia. Assim podemos entender o escopo de atuação e planejamento desse ano para dragagem, e se estão surgindo novos pontos de ação para o serviço,” explicou.

Também vem sendo feito um monitoramento junto aos operadores, à Federação Nacional das Empresas de Navegação (Fenavega) e à Agência Nacional de Transporte Aquaviário (Antaq), em relação ao status das movimentações e se já ocorrem agravamentos. Somado a esses esforços, o porto também entrou em contato com a empresa que opera a usina hidrelétrica no Rio Madeira para analisar a vazão de água e o impacto na área anterior e posterior da barragem.

Como o período mais intenso da seca não começou ainda, as empresas estão antecipando as dinâmicas de transporte. O porto aguarda o posicionamento da Marinha em relação aos procedimentos que geralmente ocorrem nesse período, como a proibição da navegação noturna e outras medidas, para adequar o translado de embarcações e cargas pelo Rio Madeira.

Gente de OpiniãoDomingo, 21 de julho de 2024 | Porto Velho (RO)

VOCÊ PODE GOSTAR

Ecoporé participa de capacitação de analistas do ICMBio para projetos de Restauração Ecológica na Amazônia

Ecoporé participa de capacitação de analistas do ICMBio para projetos de Restauração Ecológica na Amazônia

Mais de 50 analistas ambientais, brigadistas, instrutores e convidados participaram de uma imersão na Floresta Nacional do Bom Futuro, em Porto Velh

Grupo Rovema premia iniciativas de seus colaboradores por meio do 1º Prêmio de Sustentabilidade

Grupo Rovema premia iniciativas de seus colaboradores por meio do 1º Prêmio de Sustentabilidade

Em uma demonstração de compromisso com práticas ambientais responsáveis, o Grupo Rovema lançou o 1º Prêmio Grupo Rovema de Sustentabilidade, uma ini

Navegação noturna está suspensa devido ao baixo nível do Rio Madeira

Navegação noturna está suspensa devido ao baixo nível do Rio Madeira

A Prefeitura de Porto Velho informa que, devido ao baixo nível do Rio Madeira causado pelo período de estiagem, a navegação no período noturno está te

Saiba como denunciar queimadas em Porto Velho

Saiba como denunciar queimadas em Porto Velho

Com o período da estiagem amazônica que assola o estado, o clima fica mais seco e o risco de o fogo se propagar é maior. Em alerta sobre o combate às

Gente de Opinião Domingo, 21 de julho de 2024 | Porto Velho (RO)