Porto Velho (RO) sábado, 14 de dezembro de 2019
×
Gente de Opinião

Meio Ambiente

Mais de 50 técnicos do Estado participam de curso de Geotecnologias e Ferramentas de Gestão do Território do projeto Plantar


Mais de 50 técnicos do Estado participam de curso de Geotecnologias e Ferramentas de Gestão do Território do projeto Plantar - Gente de Opinião

Foi concluído nesta sexta-feira, em Porto Velho, o curso de Geotecnologias e Ferramentas de Gestão do Território, voltado a técnicos da Empresa de Assistência Técnica e Extensão Rural de Rondônia (Emater-RO) e Secretaria de Estado do Desenvolvimento Ambiental (Sedam). O curso é uma atividade do projeto Plantar, que visa a implementação do Programa de Regularização Ambiental em 12 municípios, Outros cursos também foram realizados em Ji-Paraná e Rolim de Moura.
 

Dentro do processo de implementação do PRA está a elaboração do Projeto de Recuperação de Área Degradada e/ou Alterada (PRADA). O PRADA orientará como será o trabalho em cada propriedade com passivo ambiental. “Os técnicos precisam ter noção dessas ferramentas e de como serão os processos de recuperação junto ao produtor. As informações de georreferenciamento apoiarão a tomada das melhores decisões para cada caso,” explica Fabiana Barbosa, coordenadora de Geotecnologias do Centro de Estudos Rioterra. 















As ferramentas trabalhadas durante os quatro dias de curso foram o uso de GPS e os programas Quantum Gis, que processamento de informações espaciais e uso de imagens feitas por sensoriamento remoto, o TrackMaker e Google Earth Pro, programas utilizados para transferência de dados de GPS coletados em campo para edição.

 
São 12 municípios atendidos pelo Plantar em Rondônia e mais de 50 técnicos participaram dos cursos, que tiveram duração de quatro dias. Num segundo momento, a atividade será estendida a técnicos das prefeituras que estão na área de abrangência do projeto Plantar.
 
Pioneiro no país, o Plantar é executado pelo Centro de Estudos Rioterra em cooperação com a Ação Ecológica Guaporé – Ecoporé e Federação dos Trabalhadores na Agricultura de Rondônia, em parceria com a Secretaria de Estado do Desenvolvimento Ambiental – Sedam e apoio financeiro do Banco Nacional do Desenvolvimento Econômico e Social – BNDES através do Fundo da Amazônia.

Mais Sobre Meio Ambiente

MPF recomenda que Ibama não emita licença ambiental para Hidrelétrica Tabajara

MPF recomenda que Ibama não emita licença ambiental para Hidrelétrica Tabajara

O projeto da Hidrelétrica de Tabajara prevê a construção de uma barragem no rio Ji-Paraná (também chamado de rio Machado), em Machadinho D'Oeste

Sebrae em Rondônia reduz impactos ambientais

Sebrae em Rondônia reduz impactos ambientais

O Sebrae em Rondônia tem em seus quadros um comitê de sustentabilidade que adota procedimentos de conservação e geração de energia elétrica, com a

Desmatamento em área de reserva de Rondônia é denunciado pela União dos Proprietários de Imóveis Rurais do Setor Manoa, Gleba Rio Preto e Jaquirana

Desmatamento em área de reserva de Rondônia é denunciado pela União dos Proprietários de Imóveis Rurais do Setor Manoa, Gleba Rio Preto e Jaquirana

Uma área na Floresta Amazônica está sendo desmatada e destruída por invasores nos municípios de Porto Velho, Candeias do Jamari, Cujubim e Machadino D

Mais de 2 toneladas de lixo são retiradas do Rio Machado

Mais de 2 toneladas de lixo são retiradas do Rio Machado

Mais de duas toneladas de lixo foram recolhidas das margens do Rio Machado no último fim de semana, nos dias 15 e 16, em Ji-Paraná. A ação foi reali