Terça-feira, 23 de abril de 2024 | Porto Velho (RO)

×
Gente de Opinião

Meio Ambiente

Ibama flagra transporte irregular de 500 m3 madeira


Fiscais do Ibama em Santarém, no oeste do Pará, apreenderam ontem cerca de 500 metros cúbicos de madeira serrada de várias espécies, que estava sendo transportada em balsas no Rio Tapajós. As balsas carregadas vinham de Miritituba tendo Belém como destino e foram detectadas em vôo de monitoramento na Flona do Tapajós, sendo abordadas pela fiscalização no início da noite de quinta-feira (10), com o apoio de bombeiros do 4º GBM. As embarcações ficaram retidas em Santarém enquanto os fiscais realizaram o trabalho de cubagem das cargas e conferência de documentos na sexta-feira, no sábado e no domingo.

Foram apresentadas à fiscalização dezenas de Notas Fiscais, Guias Florestais (GF) e Documentos de Origem Florestal (DOF), que foram minuciosamente analisados e conferidos, o que resultou na aferição de diversas irregularidades. Parte da carga não correspondia à documentação apresentada, além disso, foram encontradas divergências entre dados constantes em alguns dos documentos e incompatibilidades com o local e hora da abordagem.

Os responsáveis pelas cargas de madeira em situação ilícita serão autuados. As madeiras irregulares foram apreendidas e devem ser transportadas para a Gerência Executiva do Ibama em Santarém, onde serão depositadas. As balsas e o empurrador utilizados no transporte irregular também foram apreendidos. As cargas em situação regular seguem normalmente para os seus destinos.

É importante destacar que a exploração e conseqüentemente o transporte ilegal de madeira não trazem nenhum benefício social, econômico ou ambiental à região onde são praticados, não geram benefícios sociais e não recolhem impostos para melhorias dos serviços públicos além de degradarem o Meio Ambiente.  Em geral, a madeira explorada ilegalmente é furtada de terras públicas ou de Unidades de Conservação. O Ibama em Santarém intensificará as ações de fiscalização neste ano visando coibir estes e outros crimes ambientais em toda a sua área de abrangência.

Fonte: Ascom/Ibama

Gente de OpiniãoTerça-feira, 23 de abril de 2024 | Porto Velho (RO)

VOCÊ PODE GOSTAR

EcoCast: série especial discute os desafios e oportunidades do mercado de carbono no Brasil

EcoCast: série especial discute os desafios e oportunidades do mercado de carbono no Brasil

Você sabe o que são os famosos créditos de carbono? E como eles funcionam, você sabe? Na série especial “Carbono: desafios e oportunidades” recebemos

Inovação e Sustentabilidade em Rondônia: UNIR e Eletrogoes Avançam na Pesquisa Florestal

Inovação e Sustentabilidade em Rondônia: UNIR e Eletrogoes Avançam na Pesquisa Florestal

O Grupo de Pesquisa de Recuperação de Ecossistemas e Produção Florestal, coordenado pelas Dra. Kenia Michele de Quadros e Dra. Karen Janones da Roch

Pesquisa estuda folha da Amazônia para substituição do mercúrio na extração de ouro

Pesquisa estuda folha da Amazônia para substituição do mercúrio na extração de ouro

Pau-de-balsa é uma espécie florestal nativa da Amazônia e já é utilizada de forma artesanal na Colômbia para extração de ouro.Agora, cinco instituiçõ

Ibama define nova prioridade para enfrentar perdas na biodiversidade e a crise climática

Ibama define nova prioridade para enfrentar perdas na biodiversidade e a crise climática

Neste ano em que completa 35 anos, o Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama) comemora o impacto do trabalho

Gente de Opinião Terça-feira, 23 de abril de 2024 | Porto Velho (RO)