Porto Velho (RO) quinta-feira, 9 de abril de 2020
×
Gente de Opinião

Meio Ambiente

Ibama flagra transporte irregular de 500 m3 madeira


Fiscais do Ibama em Santarém, no oeste do Pará, apreenderam ontem cerca de 500 metros cúbicos de madeira serrada de várias espécies, que estava sendo transportada em balsas no Rio Tapajós. As balsas carregadas vinham de Miritituba tendo Belém como destino e foram detectadas em vôo de monitoramento na Flona do Tapajós, sendo abordadas pela fiscalização no início da noite de quinta-feira (10), com o apoio de bombeiros do 4º GBM. As embarcações ficaram retidas em Santarém enquanto os fiscais realizaram o trabalho de cubagem das cargas e conferência de documentos na sexta-feira, no sábado e no domingo.

Foram apresentadas à fiscalização dezenas de Notas Fiscais, Guias Florestais (GF) e Documentos de Origem Florestal (DOF), que foram minuciosamente analisados e conferidos, o que resultou na aferição de diversas irregularidades. Parte da carga não correspondia à documentação apresentada, além disso, foram encontradas divergências entre dados constantes em alguns dos documentos e incompatibilidades com o local e hora da abordagem.

Os responsáveis pelas cargas de madeira em situação ilícita serão autuados. As madeiras irregulares foram apreendidas e devem ser transportadas para a Gerência Executiva do Ibama em Santarém, onde serão depositadas. As balsas e o empurrador utilizados no transporte irregular também foram apreendidos. As cargas em situação regular seguem normalmente para os seus destinos.

É importante destacar que a exploração e conseqüentemente o transporte ilegal de madeira não trazem nenhum benefício social, econômico ou ambiental à região onde são praticados, não geram benefícios sociais e não recolhem impostos para melhorias dos serviços públicos além de degradarem o Meio Ambiente.  Em geral, a madeira explorada ilegalmente é furtada de terras públicas ou de Unidades de Conservação. O Ibama em Santarém intensificará as ações de fiscalização neste ano visando coibir estes e outros crimes ambientais em toda a sua área de abrangência.

Fonte: Ascom/Ibama

Mais Sobre Meio Ambiente

Ji-Paraná: prefeitura encerra atividade no lixão e passa a utilizar aterro sanitário

Ji-Paraná: prefeitura encerra atividade no lixão e passa a utilizar aterro sanitário

A Prefeitura de Ji-Paraná, por meio da Secretaria Municipal de Meio Ambiente (Semeia), encerrou nesta segunda feira (06), as atividades no lixão munic

Acordo de R$ 2,7 milhões na Justiça do Trabalho viabilizará projetos sustentáveis em Presidente Médici/RO

Acordo de R$ 2,7 milhões na Justiça do Trabalho viabilizará projetos sustentáveis em Presidente Médici/RO

Um acordo no valor de R$ 2,7 milhões homologado pela Justiça do Trabalho em Ji-Paraná/RO beneficiará projetos sustentáveis que visam o tratamento e re

Rio Madeira ultrapassa os 15 metros, dois a menos que em 2019, afirma Defesa Civil

Rio Madeira ultrapassa os 15 metros, dois a menos que em 2019, afirma Defesa Civil

O rio Madeira atingiu na segunda-feira (9) a cota de 15,24 metros, um pouco acima da média (15 metros), mas longe de uma enchente como a registrada em

Prefeitura de Porto Velho alinha medidas para a realização do Amazônia + 21

Prefeitura de Porto Velho alinha medidas para a realização do Amazônia + 21

O prefeito Hildon Chaves se reuniu no Prédio do Relógio (sede do poder executivo) na manhã desta segunda-feira (09), acompanhado do secretário adjunto