Porto Velho (RO) quinta-feira, 9 de abril de 2020
×
Gente de Opinião

Meio Ambiente

IBAMA apreenderá carga sem documentação eletrônica


Ibama apreenderá carga florestal sem documentação eletrônica integrada.  A partir de 01 de janeiro do próximo ano, o Ibama não emitirá Documento de Origem Florestal para transporte de produtos e subprodutos florestais cujo destino seja Estado não integrado ao Sistema Nacional. “A carga que circular sem a documentação correta estará sujeita à apreensão e multa”, adverte o diretor de Uso Sustentável da Biodiversidade e Florestas - Dibflo, Antônio Carlos Hummel.
O diretor comunicou a decisão, hoje, a secretários de Meio Ambiente e a superintendentes do Ibama nos Estados. Hummel estabeleceu ainda o prazo de 1 de dezembro deste ano para que os documentos de transporte estaduais sejam emitidos de forma eletrônica e estejam integrados ao Sistema Federal. A integração é a única forma de as informações dos estados passarem a ficar disponíveis no Portal da Gestão Florestal, em atendimento à Resolução Conama 379/06.
Essa resolução do Conama e o Decreto 5.975/06 estabelecem que a geração, emissão e controle dos documentos de transporte e armazenamento de produtos e subprodutos florestais de origem nativa devem ser emitidos por sistema eletrônico integrado ao Sistema Nacional que permita aferir sua autenticidade e validade.
No entanto, Minas Gerais, Bahia, Ceará e Paraíba ainda não estão atendendo as exigências. A integração é obrigatória também para documentos de transporte de cargas cujo o destino é o próprio estado de origem. Os estados que ainda faltam integrar informações relativas ao comércio interno de produtos florestais são Mato Grosso, Rondônia, Maranhão e Pará.
Além de considerar irregular - e, portanto, passível de apreensão - as cargas de produtos e subprodutos florestais em circulação pelo país, sem o devido documento de transporte, a medida também atinge as exportações. “O Ibama também não autorizará a exportação de produtos e subprodutos florestais acobertados com documentos de transporte em desacordo com a Resolução Conama 379/06”, avisa Hummel.
Fonte: Ibama

Mais Sobre Meio Ambiente

Ji-Paraná: prefeitura encerra atividade no lixão e passa a utilizar aterro sanitário

Ji-Paraná: prefeitura encerra atividade no lixão e passa a utilizar aterro sanitário

A Prefeitura de Ji-Paraná, por meio da Secretaria Municipal de Meio Ambiente (Semeia), encerrou nesta segunda feira (06), as atividades no lixão munic

Acordo de R$ 2,7 milhões na Justiça do Trabalho viabilizará projetos sustentáveis em Presidente Médici/RO

Acordo de R$ 2,7 milhões na Justiça do Trabalho viabilizará projetos sustentáveis em Presidente Médici/RO

Um acordo no valor de R$ 2,7 milhões homologado pela Justiça do Trabalho em Ji-Paraná/RO beneficiará projetos sustentáveis que visam o tratamento e re

Rio Madeira ultrapassa os 15 metros, dois a menos que em 2019, afirma Defesa Civil

Rio Madeira ultrapassa os 15 metros, dois a menos que em 2019, afirma Defesa Civil

O rio Madeira atingiu na segunda-feira (9) a cota de 15,24 metros, um pouco acima da média (15 metros), mas longe de uma enchente como a registrada em

Prefeitura de Porto Velho alinha medidas para a realização do Amazônia + 21

Prefeitura de Porto Velho alinha medidas para a realização do Amazônia + 21

O prefeito Hildon Chaves se reuniu no Prédio do Relógio (sede do poder executivo) na manhã desta segunda-feira (09), acompanhado do secretário adjunto