Porto Velho (RO) segunda-feira, 30 de março de 2020
×
Gente de Opinião

Meio Ambiente

Governo declara novas áreas livres de febre aftosa


BRASÍLIA - O Ministério da Agricultura informou que Acre, Bahia, Distrito Federal, Espírito Santo, Santa Catarina e Goiás são considerados áreas livres de febre aftosa sem vacinação. A situação sanitária dessas regiões foi definida ontem por meio de instrução normativa publicada no Diário Oficial da União.

De acordo com o ministério, a situação dos Estados foi dividida em áreas livres de febre aftosa sem vacinação, áreas livres de febre aftosa com vacinação e áreas que ainda não apresentam condições para inclusão nas situações devidas. Entre as áreas consideradas livres sem vacinação estão, além dos cinco Estados e o Distrito Federal, dois municípios do Amazonas: Boca do Acre e Guajará. Estados como Mato Grosso do Sul, Minas Gerais, Sergipe e Rondônia foram considerados livres de febre aftosa com vacinação.

A instrução normativa estabelece, ainda, que o eventual aparecimento de um ou mais casos de febre aftosa, em qualquer das áreas consideradas livres da doença, implica a suspensão temporária da situação vigente. A suspensão poderá incluir apenas parte da área livre no caso de surto limitado ou, quando for possível, estabelecer uma zona de contenção que agrupe todos os casos, com a finalidade de reduzir, ao mínimo, o impacto da doença. As informações são da assessoria de imprensa do ministério. (Fonte: FABÍOLA SALVADOR - Agencia Estado)

Idaron agradece aos produtores e anuncia obras em escritórios

Até o final desta semana o Governo do Estado terá concluído, através da Agência de Defesa Agrosilvo Pastoril de Rondônia (Idaron), todas as informações referentes à 23ª Campanha de Vacinação contra a Febre Aftosa, que teve encerrado na última sexta-feira (23) o prazo para a entrega do comunicado oficializando o trabalho por parte dos pecuaristas. Com base nos primeiros dados, o presidente da Idaron, Lorival Amorim, destacou que o trabalho foi um sucesso e que em nome do governador Ivo Cassol agradecia a todos os produtores rurais por terem atendido ao apelo, vacinando seus rebanhos.

Lorival Amorim ressaltou que foram imunizadas contra a doença cerca de 11 milhões de cabeça de gado, das quais aproximadamente quatro milhões têm aptidão leiteira. “Agradecemos aos produtores por terem atendido ao apelo do Governo, contribuindo dessa forma para que Rondônia continue como Estado livre da aftosa com vacinação e recebendo certificações importantes, como a da Organização Mundial de Sanidade Animal (OIE) e se mantenha entre os maiores exportadores de carne do Brasil”, disse Amorim.

Com a proposta de melhor atender aos produtores, o presidente da Idaron informou que depois de ter inaugurado recentemente o escritório da Idaron em Buritis e de ter dado ordem de serviços para os de Ariquemes e Machadinho do Oeste, a administração estadual autorizará nos próximos dias a construção, reforma e ampliação das unidades instaladas em Vilhena, Pimenteiras, Costa Marques, Alta Floresta do Oeste, Rolim de Moura, Alvorada do Oeste, Guajará-Mirim, Nova Mamoré e Belmonte, em Porto Velho, enquanto a de Cerejeiras está em fase de conclusão. “Vale ressaltar que os recursos são do Estado, que transforma as contribuições dos produtores em benefícios para os mesmos”, observou Lorival Amorim, adiantando que a meta é atender a todos os municípios a partir do próximo ano.

O presidente da Idaron ainda informou que em breve deverá ser divulgada a abertura das inscrições para o concurso público, que abrirá mais 592 postos de trabalho em todo o Estado.

Fonte: Decom - Veronilda Lima

Mais Sobre Meio Ambiente

Acordo de R$ 2,7 milhões na Justiça do Trabalho viabilizará projetos sustentáveis em Presidente Médici/RO

Acordo de R$ 2,7 milhões na Justiça do Trabalho viabilizará projetos sustentáveis em Presidente Médici/RO

Um acordo no valor de R$ 2,7 milhões homologado pela Justiça do Trabalho em Ji-Paraná/RO beneficiará projetos sustentáveis que visam o tratamento e re

Rio Madeira ultrapassa os 15 metros, dois a menos que em 2019, afirma Defesa Civil

Rio Madeira ultrapassa os 15 metros, dois a menos que em 2019, afirma Defesa Civil

O rio Madeira atingiu na segunda-feira (9) a cota de 15,24 metros, um pouco acima da média (15 metros), mas longe de uma enchente como a registrada em

Prefeitura de Porto Velho alinha medidas para a realização do Amazônia + 21

Prefeitura de Porto Velho alinha medidas para a realização do Amazônia + 21

O prefeito Hildon Chaves se reuniu no Prédio do Relógio (sede do poder executivo) na manhã desta segunda-feira (09), acompanhado do secretário adjunto

Policiais Militares do Batalhão Ambiental participam de oficina sobre Crimes Ambientais de Menor Potencial Ofensivo

Policiais Militares do Batalhão Ambiental participam de oficina sobre Crimes Ambientais de Menor Potencial Ofensivo

Sessenta Policiais Militares do Batalhão de Polícia Ambiental, de todo o Estado, participaram na manhã desta sexta-feira (28/2) da Oficina sobre