Porto Velho (RO) terça-feira, 18 de setembro de 2018
×
Gente de Opinião

Meio Ambiente

Frio de 12°C e sensação térmica de 04°C em Rondônia


 
Os ventos fortes durante a madrugada e nas primeiras horas da manhã deste sábado deram uma sensação térmica de frio sulino em plena região amazônica.

Daniel Panobianco – A temperatura despencou em praticamente todo o Estado de Rondônia, assim como previa o CPTEC/INPE e INMET há mais de uma semana. Com a cobertura de nuvens baixas e ventos constantes e moderados soprando de Sudeste, a sensação foi de muito frio, principalmente no sul do Estado.

Na cidade de Vilhena, a temperatura ontem às 22 horas já era de apenas 12°C no aeroporto Brigadeiro Camarão. Pouco depois da meia-noite, um forte nevoeiro reduziu a visibilidade horizontal para apenas 500 metros na área, o que aumentou ainda mais o ar de friagem intensa.

Às 6h15min de hoje, a mínima absoluta chegou a marcar apenas 11,8°C, a menor temperatura desde o dia 10 de maio de 2006, quando a mínima na cidade chegou a 09,5°C.

Devido aos ventos constantes, entre 25 e 27 km/h, a sensação térmica nesse patamar foi de apenas 04°C. A sensação térmica é calculada com as variáveis de temperatura ambiente e velocidade do vento em metros por segundo, que depois é convertida em quilômetros por hora. 1 m/s equivale a aproximadamente 3,6 km/h.

Em Cacoal, o frio chegou a 12°C, assim como em Pimenta Bueno e Rolim de Moura. Nestas duas cidades, o vento esteve mais fraco, mas a sensação foi de muito frio, cerca de 06°C entre as 5 e 6 horas.

Na região central do Estado o ar gelado trazido pela quarta friagem de 2008 mudou a rotina de todos. Em Presidente Médici, Ji-Paraná e Ouro Preto do Oeste, a mínima foi de apenas 12°C, com sensação de 08°C às 6 horas.

Entre Jaru e Ariquemes, regiões tradicionalmente muito quentes em Rondônia, a mínima oscilou entre 13°C e 14°C.

Na fronteira com a Bolívia, Costa Marques registrou mínima de 13°C, mas como os ventos sopraram com intensidade pela calha do rio Guaporé, a sensação foi de 09°C.

Em Guajará-Mirim, o frio nas primeiras horas foi de 14°C.

Até mesmo em Porto Velho, o ar polar conseguiu provocar influências, embora com bem menos intensidade que no interior. A mínima no aeroporto Governador Jorge Teixeira de Oliveira foi de 17,5°C e na estação automática do INMET na Embrapa, Zona Sul, a mesma chegou a 17°C.

Previsão
O ar gelado continua em Rondônia neste sábado, onde as temperaturas máximas mais uma vez devem ser muito baixas. O sol dificilmente aparecerá, pois ainda há muita nebulosidade em todas as regiões, mas mesmo que apareça, o calor não voltará.

Na madrugada de domingo volta a fazer frio e no decorrer do primeiro dia de junho, as temperaturas durante o dia voltam a subir gradativamente, segundo previsões do CPTEC/INPE.

Dados: CPTEC/INPE – INMET
Fonte: AMAZONIAOVIVO.COM

Mais Sobre Meio Ambiente

SP corre risco de enfrentar crise hídrica mais grave que a de 2014

SP corre risco de enfrentar crise hídrica mais grave que a de 2014

O Sistema Cantareira, que abastece parte da capital paulista e da Região Metropolitana, estava com quase 60% da capacidade um ano antes da crise de 20

Novo marco legal do saneamento gera polêmica no setor

Novo marco legal do saneamento gera polêmica no setor

Agentes reguladores estão avaliando a medida provisória

Parque Ecológico Municipal recebe plantio de Ipê e Flamboyant

Parque Ecológico Municipal recebe plantio de Ipê e Flamboyant

Um grupo de 30 crianças da Fundação JiCred plantou mudas de ipê e flamboyant no Parque Ecológico Municipal. A ação foi realizada pelo Sistema Cooperat