Porto Velho (RO) quarta-feira, 20 de fevereiro de 2019
×
Gente de Opinião

Meio Ambiente

FORÇA TAREFA EM MACHADINHO D'OESTE


Polícia Ambiental integra força-tarefa
enviada para Machadinho D´Oeste

O governador Ivo Cassol determinou a criação de uma força-tarefa constituída pelas polícias Civil e Militar e Secretaria de Estado de Desenvolvimento Ambiental (Sedam) para investigar crimes ambientais, levantamento dos pátios, controle de estoque e levantamento de locais de plano de manejo nas regiões do município de Machadinho e Cujubim.

Próximo do município Colniza, no Mato Grosso, considerado um dos mais violentos do país, Machadinho do Oeste fica no chamado Arco do Desmatamento. Devido a intensa atividade ilegal na região, as operações são consideradas de alto risco para os agentes fiscais.

A formação do grupo foi motivada pelas denúncias feitas, envolvendo inúmeros crimes. Os órgãos estaduais envolvidos deram início a uma grande operação ambiental, com ações ininterruptas até o dia 15 de maio, em todo o Estado, começando pelos desmatamentos irregulares em áreas públicas e particulares.

De acordo com o comandante do Batalhão de Polícia Militar Ambiental, major Josenildo Jacinto do Nascimento, que encaminhou 30 policiais na operação, os infratores serão responsabilizados criminalmente, de acordo com os Artigos 38, 39, 40, 46 e 50 da Lei 9.605 e as multas podem chegar a R$ 50 milhões de reais, além de reclusão de 1 a 5 anos.
De acordo com os denunciantes, empresas fantasmas e empresários inescrupulosos se utilizam da pouca estrutura de fiscalização para burlar a legislação e ainda conseguem recuperar impostos.

A Polícia Ambiental na força-tarefa age sob o comando do sub tenente PM Lucindo Martins, em parceria com fiscais, engenheiros florestais e técnicos da Sedam, peritos e agentes da Decca.

A operação começa em Machadinho por ser considerada uma região crítica, haja vista ser a extração de madeira uma das principais fontes de renda no local.

Major Josenildo, o secretário da Sedam, Augustinho Pastore e o delegado da Decca (Delegacia Especializada Contra Crimes Ambientais) e Raimundo Mendes devem partir na madrugada desta quinta-feira até o local para reforçar as fiscalizações.

Fonte: Marlene Mattos

Mais Sobre Meio Ambiente

Colaboradores do Sistema Fecomércio/RO participam da 4º etapa de implantação do Programa ECOS de Sustentabilidade

Colaboradores do Sistema Fecomércio/RO participam da 4º etapa de implantação do Programa ECOS de Sustentabilidade

Colaboradores do Sistema Fecomércio/Sesc/Senac/IFPE, participaram no auditório da Federação durante dois dias, da 4° etapa da implantação do programa

Barragens de minérios: Onde estão as outras com alto potencial de estrago ou alto risco

Barragens de minérios: Onde estão as outras com alto potencial de estrago ou alto risco

O Brasil tem 790 barragens de rejeitos de minérios, e mais de 300 delas não foram classificadas em relação ao seu risco de rompimento e ao potencial d

Porto Velho: Prefeitura destrava recurso de compensação social para Aterro Sanitário

Porto Velho: Prefeitura destrava recurso de compensação social para Aterro Sanitário

Os R$ 4 milhões também servirão para elaborar o Plano Municipal de Saneamento Básico e o Plano de Gerenciamento de Resíduos SólidosMais uma vitória im

Brumadinho: Qualidade da água do rio Paraopeba é considerada ruim. Veja as imagens

Brumadinho: Qualidade da água do rio Paraopeba é considerada ruim. Veja as imagens

Ontem (31/01), a Fundação SOS Mata Atlântica deu início à Expedição Paraopeba, que irá percorrer 356 km deste rio, de Brumadinho à Hidroelétrica Retir