Porto Velho (RO) domingo, 17 de fevereiro de 2019
×
Gente de Opinião

Meio Ambiente

Estiagem pode comprometer 40% produção da soja em MS


Os agricultores de Mato Grosso do Sul já estão preocupados com a possibilidade de quebra na safra da soja por causa da estiagem. Em algumas regiões do Estado, não chove há pelo menos 40 dias e as previsões não são nada otimistas. Enquanto os produtores prevêem perda de até 40% do potencial produtivo de suas lavouras, as expectativas meteorológicas indicam que somente em janeiro as chuvas devem voltar ao normal.

De acordo com o presidente da Aeagran (Associação dos Engenheiros Agrônomos da Grande Dourados), Bruno Tomasini, várias regiões já foram castigadas com a seca. Segundo ele, produtores que estimavam colher de 50 a 60 sacas por hectare vão ter que refazer as contas.

(Fonte: De olho no tempo - Meteorologia)
 

Mais Sobre Meio Ambiente

Colaboradores do Sistema Fecomércio/RO participam da 4º etapa de implantação do Programa ECOS de Sustentabilidade

Colaboradores do Sistema Fecomércio/RO participam da 4º etapa de implantação do Programa ECOS de Sustentabilidade

Colaboradores do Sistema Fecomércio/Sesc/Senac/IFPE, participaram no auditório da Federação durante dois dias, da 4° etapa da implantação do programa

Barragens de minérios: Onde estão as outras com alto potencial de estrago ou alto risco

Barragens de minérios: Onde estão as outras com alto potencial de estrago ou alto risco

O Brasil tem 790 barragens de rejeitos de minérios, e mais de 300 delas não foram classificadas em relação ao seu risco de rompimento e ao potencial d

Porto Velho: Prefeitura destrava recurso de compensação social para Aterro Sanitário

Porto Velho: Prefeitura destrava recurso de compensação social para Aterro Sanitário

Os R$ 4 milhões também servirão para elaborar o Plano Municipal de Saneamento Básico e o Plano de Gerenciamento de Resíduos SólidosMais uma vitória im

Brumadinho: Qualidade da água do rio Paraopeba é considerada ruim. Veja as imagens

Brumadinho: Qualidade da água do rio Paraopeba é considerada ruim. Veja as imagens

Ontem (31/01), a Fundação SOS Mata Atlântica deu início à Expedição Paraopeba, que irá percorrer 356 km deste rio, de Brumadinho à Hidroelétrica Retir