Porto Velho (RO) sábado, 14 de dezembro de 2019
×
Gente de Opinião

Meio Ambiente

Escola Cora Coralina é escolhida pela FSP para receber curso de Boas Práticas em Ambientes de Manipulação de alimentos

A escola receberá o selo de qualidade


Escola Cora Coralina é escolhida pela FSP para receber curso de Boas Práticas em Ambientes de Manipulação de alimentos  - Gente de Opinião

A escola municipal Cora Coralina de Rolim de Moura (RO) foi escolhida pela Faculdade São Paulo (FSP) para receber uma palestra (método de avaliação final do curso sobre boas práticas em ambientes de manipulação de alimentos e do manipulador), que visa os procedimentos que devem ser adotados por serviços de alimentação a fim de garantir a qualidade higiênico-sanitário e a conformidade dos alimentos com a legislação sanitária. Já o manipulador de alimentos é todo aquele que trabalha com alimentação, ou seja, quem produz, coleta, transporta, recebe, prepara e distribui.

A coordenadora do curso de boas práticas aplicado na FSP de Rolim de Moura, professora Carla Taveira Nunes, explicou que a palestra tem como objetivo levar o conhecimento sobre as boas práticas e sua importância, auxiliando os manipuladores no preparo, armazenamento, distribuição e venda dos alimentos de forma adequada, higiênica e segura, oferecendo alimentos saudáveis aos consumidores.

No trabalho realizado na escola Cora Coralina, na última quarta-feira, (15/05) houve a participação de quatro (04) merendeiras da instituição e da diretora a professora Geslaine Galdino que receberam muitas informações dos participantes Arethuza Ariany Gomes, Joelma Marques de Carvalho Rodrigues, Matheus Augusto Romeiro Eloy, Ruth Gabrielli da Fonsêca. Tendo como Professora orientadora, Ana Paula Pinheiros.

Durante a palestra foram abordados os seguintes temas: O que são boas práticas, quem é o manipulador e como ele deve se apresentar o que são micróbios e seu fator de multiplicação, o que é contaminação e quais os tipos, o que é contaminação cruzada, o que são DTAs (doenças transmitidas por alimentos), higiene no local de trabalho, cuidados com a água, higienização das mãos, higienização e armazenamento do alimento, distribuição e conservação dos alimentos e uma planilha com a frequência de higienização do ambiente, utensílios e equipamentos.

Ao final todas as escolas e instituições participantes, receberão um banner com as seguintes informações: lavagem de mãos, higiene do alimento, pirâmide dos alimentos, frequência de higienização de ambiente, utensílios e equipamentos, importância das BPF (Boas práticas de fabricação), e o que são micróbios e como se desenvolvem, além de um selo de qualidade que comprova que os manipuladores daquele local estão aptos e sabem a maneira correta de manipular os alimentos e organizar o ambiente de manipulação.

A diretora da escola Cora Coralina, Geslaine Galdino, agradeceu a FSP por ter escolhido a escola para a avaliação e afirmou que a equipe do Cora Coralina está sempre se esforçando em busca de aperfeiçoamento para oferecer educação de qualidade a todos os alunos, não apenas o educador em sala de aula, mas todos os profissionais que compõe o sistema educacional da referida escola.

Mais Sobre Meio Ambiente

MPF recomenda que Ibama não emita licença ambiental para Hidrelétrica Tabajara

MPF recomenda que Ibama não emita licença ambiental para Hidrelétrica Tabajara

O projeto da Hidrelétrica de Tabajara prevê a construção de uma barragem no rio Ji-Paraná (também chamado de rio Machado), em Machadinho D'Oeste

Sebrae em Rondônia reduz impactos ambientais

Sebrae em Rondônia reduz impactos ambientais

O Sebrae em Rondônia tem em seus quadros um comitê de sustentabilidade que adota procedimentos de conservação e geração de energia elétrica, com a

Desmatamento em área de reserva de Rondônia é denunciado pela União dos Proprietários de Imóveis Rurais do Setor Manoa, Gleba Rio Preto e Jaquirana

Desmatamento em área de reserva de Rondônia é denunciado pela União dos Proprietários de Imóveis Rurais do Setor Manoa, Gleba Rio Preto e Jaquirana

Uma área na Floresta Amazônica está sendo desmatada e destruída por invasores nos municípios de Porto Velho, Candeias do Jamari, Cujubim e Machadino D

Mais de 2 toneladas de lixo são retiradas do Rio Machado

Mais de 2 toneladas de lixo são retiradas do Rio Machado

Mais de duas toneladas de lixo foram recolhidas das margens do Rio Machado no último fim de semana, nos dias 15 e 16, em Ji-Paraná. A ação foi reali