Porto Velho (RO) quinta-feira, 9 de abril de 2020
×
Gente de Opinião

Meio Ambiente

Embrapa RO aprova projeto de pesquisa em agroenergia


A pupunha (FOTO), espécie amazônica, será testada como fonte de energia para biodiesel. A Embrapa Rondônia, em parceria com a Universidade Federal de Rondônia, UNIR, e a Embrapa Agropecuária Oeste, aprovaram junto ao Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq), nesta semana, o projeto "Desenvolvimento de tecnologia para a produção agrícola energética no Estado de Rondônia”, no valor total de 380 mil reais. O projeto, que inicia no primeiro semestre de 2008 com duração de três anos, foi o único da região Norte aprovado pelo comitê temático do CNPq. 

O objetivo central do projeto, liderado pela Embrapa Rondônia, Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária, vinculada ao Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, é domesticar o pinhão-manso e, juntamente com a UNIR, por meio do professor e pesquisador Júlio Militão, identificar as espécies oleaginosas nativas da Amazônia para a produção de óleo, como a pupunha, o babaçu, a andiroba, o buriti, o inajá e o tucumã.

De acordo com o pesquisador da Embrapa Rondônia, Rodrigo Rocha, líder do projeto, as ações previstas de pesquisa e de transferência de tecnologia fazem parte do Programa de Agroenergia do Estado, coordenado pela Secretaria de Estado da Agricultura, Produção e do Desenvolvimento Econômico e Social, SEAPES, que se estrutura para executar programa de produção agrícola energética em Rondônia.

Outro importante projeto que deverá ser implementado pela SEAPES, em parceria com a Embrapa Rondônia, em 2008, visa disponibilizar, em curto prazo, informações para exploração racional da mamona na região central do Estado e do girassol no cerrado rondoniense. Para este projeto, os experimentos com mamona já começaram a ser implantados no campo experimental da Embrapa em Ouro Preto d`Oeste, desde o início de dezembro, e prosseguirão até o mês de março do próximo ano. Além disso, salienta Rodrigo, outra atividade prevista nesta parceria será o levantamento, a partir de fevereiro, das principais iniciativas ligadas à área de agroenergia que vêm sendo implementadas em várias regiões do Estado.

Alguns aspectos contribuem positivamente para que Rondônia tenha um papel de destaque no mercado de biocombustíveis, que se desenvolve no país e no mundo. O pesquisador enfatiza a vocação agrícola do Estado, a possibilidade de incorporação de áreas à agricultura de energia sem competição com a produção de alimentos e produção de impactos ambientais circunscritos ao socialmente aceito, como alguns dos principais fatores que favorecem a produção agroenergética rondoniense. Além destes, também se destaca o plantio de vários cultivos dentro do ano, o crescente desenvolvimento da região e o posicionamento geográfico estratégico da região para a exportação de matéria prima “in natura” ou processada.

Fonte: Embrapa Rondônia
Jornalista responsável: Daniela Garcia Collares (MTb/114/01 RR)

Mais Sobre Meio Ambiente

Ji-Paraná: prefeitura encerra atividade no lixão e passa a utilizar aterro sanitário

Ji-Paraná: prefeitura encerra atividade no lixão e passa a utilizar aterro sanitário

A Prefeitura de Ji-Paraná, por meio da Secretaria Municipal de Meio Ambiente (Semeia), encerrou nesta segunda feira (06), as atividades no lixão munic

Acordo de R$ 2,7 milhões na Justiça do Trabalho viabilizará projetos sustentáveis em Presidente Médici/RO

Acordo de R$ 2,7 milhões na Justiça do Trabalho viabilizará projetos sustentáveis em Presidente Médici/RO

Um acordo no valor de R$ 2,7 milhões homologado pela Justiça do Trabalho em Ji-Paraná/RO beneficiará projetos sustentáveis que visam o tratamento e re

Rio Madeira ultrapassa os 15 metros, dois a menos que em 2019, afirma Defesa Civil

Rio Madeira ultrapassa os 15 metros, dois a menos que em 2019, afirma Defesa Civil

O rio Madeira atingiu na segunda-feira (9) a cota de 15,24 metros, um pouco acima da média (15 metros), mas longe de uma enchente como a registrada em

Prefeitura de Porto Velho alinha medidas para a realização do Amazônia + 21

Prefeitura de Porto Velho alinha medidas para a realização do Amazônia + 21

O prefeito Hildon Chaves se reuniu no Prédio do Relógio (sede do poder executivo) na manhã desta segunda-feira (09), acompanhado do secretário adjunto