Porto Velho (RO) sexta-feira, 3 de abril de 2020
×
Gente de Opinião

Meio Ambiente

Embrapa RO apresenta variedades de melancia


 
As melancias de polpa amarela Soleil e Kuarah e a BRS Opara desenvolvidas pela Embrapa Semi-Árido (Petrolina/PE) e Embrapa Rondônia, Unidades da Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária, vinculada ao Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, serão temas de dia de campo em Juazeiro do Norte na Bahia.

Há cerca de 10 anos, o valor médio anual nominal do quilograma do fruto de melancia no Mercado do Produtor de Juazeiro – BA está estacionado em cerca de 15 centavos. Não é uma situação confortável, mesmo que se considere o baixo investimento necessário para a produção dessa fruta. Para o pesquisador José Lincoln Pinheiro de Araújo, da Embrapa Semi-Árido, é preciso que os agricultores aumentem a produtividade do seus cultivos que atualmente está em média de 25 t/ha.

O dia de campo que a Codevasf 6a SR, Plantec e Embrapa Semi-Árido realizam no dia 28, a partir das 8:00 horas no Projeto de Irrigação de Curaçá, em Juazeiro - BA, tem o objetivo de apresentar para agricultores e profissionais de assistência técnica inovações tenológicas e de manejo, e informações de mercado, que podem tornar a cultura atraente não apenas pelo baixo custo de produção mas também por rentabilidades mais elevadas e que remunerem melhor o plantio.

O evento acontece em área de produtor onde pesquisadora Rita de Cássia Souza Dias instalou uma área de demonstração de três novas variedades de melancia desenvolvidas pela Embrapa Semi-Árido e a Embrapa Rondônia, com a parceria da UNEB-DTCS e que podem se tornar alternativas de cultivo tanto pela resistência de uma delas à doença conhecida como Oídio, no caso da BRS Opara, quanto por características diferenciadas para o mercado por apresentarem a polpa amarela – BRS Soleil e BRS Kuarah. Estas variedades estão cultivadas ao lado das variedades tradicionais Crimson Sweet e Sugar Baby.

Segundo Rita, dessa forma os agricultores e técnicos presentes ao evento poderão comparar desempenho e debater melhorias nos plantios para aumentar a produtividade e ampliar as oportunidades de comercialização. De acordo com o pesquisador da Embrapa Rondônia, Flávio de França Souza, as variedades BRS Soleil e BRS Kuarah, têm potencial para atender às tendências nos mercados interno e externo pelo consumo de frutos pequenos a médio (entre 4,0 e 6,0 kg). De polpa amarela, bom sabor, ainda são fáceis de transportar e são práticas para acomodar em geladeiras de residências com famílias cada vez menores.

A BRS Opara, por sua vez, tem a grande qualidade de ser resistente ao Oídio. Na Unidade de demonstração onde vai ser realizado o dia de campo, é visível as plantas dessa variedade sem o sintoma da doença, enquanto as de Crimson Sweet estão muito afetadas, com a área foliar coberta pelo fungo, dando um aspecto parecido ao pó de giz.

O cultivo da BRS Opara economizará o uso de insumos como oidicidas e mão-de-obra, garante a pesquisadora da Embrapa Semi-Árido. E por não sofrer dano com o oídio, é possível ao agricultor realizar uma segunda colheita com frutos de qualidade. Com um manejo adequado, as plantas dessa variedade apresentam alto potencial produtivo, em média 1,4 frutos/planta, com produtividade média de 40-55 t/ha. O ciclo varia de 75 a 85 dias.

No Projeto Curaçá, o cultivo da melancia em uma área de aproximadamente 500 ha é a terceira em importância econômica – atrás da manga e do coco. O plantio acontece em pequenos lotes e com poucos recursos técnicos. Técnicos da Plantec informam que entre 260 produtores que têm a melancia nas suas propriedades apenas dois fazem uso de técnicas de irrigação localizada. O restante utiliza a irrigação por sulcos, que consome muita água , tem menor eficiência, aumenta os custos da produção com insumos e mão-de-obra além de causar erosão do solo.

Fonte: Embrapa Rondônia
Daniela Garcia Collares (MTb/114/01 RR)

 

Mais Sobre Meio Ambiente

Acordo de R$ 2,7 milhões na Justiça do Trabalho viabilizará projetos sustentáveis em Presidente Médici/RO

Acordo de R$ 2,7 milhões na Justiça do Trabalho viabilizará projetos sustentáveis em Presidente Médici/RO

Um acordo no valor de R$ 2,7 milhões homologado pela Justiça do Trabalho em Ji-Paraná/RO beneficiará projetos sustentáveis que visam o tratamento e re

Rio Madeira ultrapassa os 15 metros, dois a menos que em 2019, afirma Defesa Civil

Rio Madeira ultrapassa os 15 metros, dois a menos que em 2019, afirma Defesa Civil

O rio Madeira atingiu na segunda-feira (9) a cota de 15,24 metros, um pouco acima da média (15 metros), mas longe de uma enchente como a registrada em

Prefeitura de Porto Velho alinha medidas para a realização do Amazônia + 21

Prefeitura de Porto Velho alinha medidas para a realização do Amazônia + 21

O prefeito Hildon Chaves se reuniu no Prédio do Relógio (sede do poder executivo) na manhã desta segunda-feira (09), acompanhado do secretário adjunto

Policiais Militares do Batalhão Ambiental participam de oficina sobre Crimes Ambientais de Menor Potencial Ofensivo

Policiais Militares do Batalhão Ambiental participam de oficina sobre Crimes Ambientais de Menor Potencial Ofensivo

Sessenta Policiais Militares do Batalhão de Polícia Ambiental, de todo o Estado, participaram na manhã desta sexta-feira (28/2) da Oficina sobre