Porto Velho (RO) sábado, 21 de setembro de 2019
×
Gente de Opinião

Meio Ambiente

Emater leva prevenção do câncer à assentamento


 
Pela primeira vez, mulheres do Projeto de Assentamento Joana D’Arc não precisaram deslocar-se até a capital para cuidarem de sua saúde. No último sábado, 20, a Associação de Assistência Técnica e Extensão Rural do Estado de Rondônia (Emater) realizou um dia especial dedicado ao combate do câncer de colo de útero. O evento contou com a participação de, aproximadamente 100 mulheres na realização de tratamentos estéticos, exames preventivos e palestras educativas.

Através da parceria com o Serviço Nacional de Aprendizagem Rural (Senar), extensionistas da Emater levaram o Programa de Prevenção do Câncer do Colo do Útero da Mulher Rural, “Útero é Vida!”, às mulheres daquela comunidade, com o objetivo de dar oportunidade para que elas obtenham maiores esclarecimentos sobre o assunto e se conscientizem da necessidade da realização anual dos exames preventivos.

Segundo dados do Instituto Nacional de Câncer, no Brasil, de cada 100 mil mulheres, 19 correm risco de adquirir a doença. Para tentar minimizar essa estatística o Senar, através do Programa “Útero é Vida!”, tem buscado parceiros para levar ao maior número possível de mulheres com idade sexual ativa, os exames preventivos e a conscientização de que é possível mudar. A Emater é um desses parceiros.

Segundo as extensionistas sociais Virginia Avelar e Luzia Duarte, o trabalho de conscientização dentro do assentamento Joana D’Arc já vem sendo feito, através de palestras, desde o início do ano, quando se instalou uma equipe de ates (assessoria técnica, social e ambiental à reforma agrária) naquela localidade. Porém, devido a distância do centro urbano (cerca de 100 quilômetros) a dificuldade para deslocamento à capital se torna difícil, sem contar àquelas que se sentem inibida em sair da comunidade para realizar os exames.

Virginia conta que uma agricultora, com idade em torno dos 50 anos, afirmou ter sido esse o primeiro exame preventivo que ela realizava, e que agora ela tinha consciência da importância desse exame para a saúde da mulher. “O exame é feito por meio da coleta de material e a prevenção ainda é o melhor meio de combater a doença, pois além de identificá-la logo no início, possibilita o diagnóstico e tratamento precoces, e pode apontar a presença do vírus, antes mesmo que a doença se instale”, diz Virginia.

Aproximadamente 100 mulheres realizaram os exames preventivos. “Esperávamos cerca de 200, mas a maioria delas não sabia das condições básicas para realização desse exame”, explica a extensionista. Para realização do exame é preciso que a mulher não esteja em período de seu ciclo menstrual e que não tenha tido relações sexuais nos três dias que antecedem a coleta de material.

A equipe recebeu as mulheres com café da manhã, almoço e transporte gratuito, dentro do Assentamento. Além da realização dos exames preventivos elas foram submetidas a tratamentos estéticos e participaram de palestras educativas sobre assuntos como Lei Maria da Penha e Saúde Preventiva. E para que as mães pudessem realizar seus exames com tranquilidade, foi reservado um espaço para que seus filhos participassem de atividades recreativas.

Toda essa ação contou com a parceria entre Emater, Senar, Faculdade São Lucas, Consórcio Santo Antônio Energia, Secretaria Municipal de Agricultura de Porto Velho (Semagric), Igreja Evangélica Assembléia de Deus e de toda a comunidade. Os resultados dos exames serão entregues no prazo de 15 dias, pelos próprios extensionistas da Emater que lá atuam.

Fonte: Wania Ressutti

 

Mais Sobre Meio Ambiente

Sistema Fecomércio participa do Lançamento do Amazônia + 21

Sistema Fecomércio participa do Lançamento do Amazônia + 21

O Presidente do Sistema Fecomércio/Sesc/Senac/IFPE e Vice-Presidente da CNC, Raniery Araujo Coelho esteve no Lançamento do Fórum Amazônia + 21, ocorri

Pesquisadores descobrem complexo arqueológico na Amazônia Central

Pesquisadores descobrem complexo arqueológico na Amazônia Central

As crônicas de Gaspar de Carvajal, padre espanhol que navegou pelo rio Amazonas no século 16, descrevem uma área repleta de aldeias indígenas. ”Enco

Não faz o dever de casa - Enquanto Macron luta pela Amazônia, políticas ambientais da França desapontam

Não faz o dever de casa - Enquanto Macron luta pela Amazônia, políticas ambientais da França desapontam

O presidente francês, Emmanuel Macron, recebeu elogios por colocar os incêndios florestais na Amazônia no topo da agenda global, mas em casa os defens

Mais de 50 técnicos do Estado participam de curso de Geotecnologias e Ferramentas de Gestão do Território do projeto Plantar

Mais de 50 técnicos do Estado participam de curso de Geotecnologias e Ferramentas de Gestão do Território do projeto Plantar

Foi concluído nesta sexta-feira, em Porto Velho, o curso de Geotecnologias e Ferramentas de Gestão do Território, voltado a técnicos da Empresa de Ass