Porto Velho (RO) sábado, 22 de setembro de 2018
×
Gente de Opinião

Meio Ambiente

Ecoporé mobiliza milhares de pessoas no interior de RO


Ecoporé mobiliza milhares de pessoas no interior de RO - Gente de Opinião

Para comemorar o dia mundial do Meio Ambiente, a ONG Ecoporé promoveu uma semana especial realizando uma série de ações nos dias 02, 03 e 04 de Junho, em escolas dos municípios de abrangência do projeto Viveiro Cidadão, localizadas no interior do estado de Rondônia.

A Escola Estadual Francisca Júlia, de Castanheiras, a Escola Estadual Marechal Cândido Rondon e Escola Municipal de Ensino Fundamental Angélica de Jesus, ambas de Novo Horizonte e a Escola Polo José Veríssimo, de Rolim de Moura, foram as instituições que receberam estas atividades. Estes três municípios são áreas de atuação do projeto patrocinado pela Petrobras através do Programa Petrobras Socioambiental e que visa ampliar as ações de recuperação de áreas degradadas e matas ciliares através de sistemas de baixo carbono.

A Escola Estadual Eugênio Lazarin, localizada em Jardinópolis, também foi contemplada com ações ligadas ao reaproveitamento do lixo produzido, com palestras e atividades práticas. Na programação especial, palestra sobre o meio ambiente, plantio de mudas, exibição de filmes com temas ligados à sustentabilidade, desperdício de água, conservação da natureza, além de sorteio de brindes do projeto e oficinas de desenho e pintura.

A aluna do 7º ano Tâmara Gomes, disse que gostou muito de todas as atividades feitas na escola. “Precisamos preservar porque nossa mata está acabando. Temos que aprender com o próximo e ensinar a todos que sem ela não conseguiremos sobreviver. É preciso respeitar a natureza”, falou a estudante da Escola Angélica de Jesus, de Novo Horizonte.

05 de Junho

No dia 05 de junho, data instituída pela Organização das Nações Unidas como o dia mundial do Meio Ambiente, todas as ações foram realizadas no viveiro de produção de mudas, localizado em Rolim de Moura, Rondônia. Cerca de 800 pessoas visitaram o viveiro durante todo o dia. O tema deste ano escolhido pela ONU foi “Mudanças Climáticas”, com a frase “Aumente a sua voz e não o nível do mar”.

As atividades deste dia foram as de vídeos com temática ambiental, visitas guiadas ao viveiro, cadastro de áreas, palestras e oficinas de pintura. Durante todo o tempo também foram realizadas dinâmicas quem envolviam questões ambientais com premiação de brindes.

O estudante Júnior Lins, da Escola Tancredo de Almeida Neves, elogiou a iniciativa e disse que desta forma conseguiu aprender mais. “Esse tipo de ação transmite o conhecimento de maneira clara e divertida. Tive a oportunidade de saber sobre as novas formas de cultivar e posso aplicar no meu quintal”, disse.

Oficinas

As oficinas de pintura e desenho promovidas durante a semana foram muito concorridas e elogiadas. Os adolescentes trabalharam com camisetas e as crianças utilizaram papéis. As melhores pinturas fizeram parte de um varal exposto no dia 05 de junho e os papéis também foram exibidos neste dia.

O artista plástico portovelhense Mikeliton Pereira foi o instrutor da atividade e destacou a participação dos alunos. “Busquei introduzir algumas técnicas básicas de desenho e pintura para que eles possam desenvolver também em casa. Trabalhamos com a temática ambiental voltada para as características da região como um animal típico, plantas nativas, as paisagens, pois acredito que no momento em que exercitamos isto, induzimos a uma reflexão sobre as questões e os problemas locais”, ressaltou o pintor que ministrou 10 oficinas durante esta semana.

Cerca de 1600 pessoas, entre alunos, estudantes e sociedade em geral, participaram da Semana do Meio Ambiente desenvolvida pelo projeto Viveiro Cidadão. Na oportunidade, seis produtores rurais da região também aderiram ao projeto.

Fonte: ONG Ecoporé

Mais Sobre Meio Ambiente

SP corre risco de enfrentar crise hídrica mais grave que a de 2014

SP corre risco de enfrentar crise hídrica mais grave que a de 2014

O Sistema Cantareira, que abastece parte da capital paulista e da Região Metropolitana, estava com quase 60% da capacidade um ano antes da crise de 20

Novo marco legal do saneamento gera polêmica no setor

Novo marco legal do saneamento gera polêmica no setor

Agentes reguladores estão avaliando a medida provisória

Parque Ecológico Municipal recebe plantio de Ipê e Flamboyant

Parque Ecológico Municipal recebe plantio de Ipê e Flamboyant

Um grupo de 30 crianças da Fundação JiCred plantou mudas de ipê e flamboyant no Parque Ecológico Municipal. A ação foi realizada pelo Sistema Cooperat