Porto Velho (RO) quinta-feira, 20 de setembro de 2018
×
Gente de Opinião

Meio Ambiente

Dias de Campo reúnem 500 produtores rurais


 
Para levar aos pequenos produtores da Zona da Mata e do Vale do Guaporé conhecimentos atualizados sobre a condução tecnificada de cafeeiros e o manejo adequado de gado leiteiro, uma força-tarefa de agrônomos e zootecnistas da Emater/RO e técnicos da Secretaria de Estado da Agricultura, Produção e do Desenvolvimento Econômico e Social (Seapes) realizaram no último fim de semana uma maratona de trabalho em Novo Horizonte e Alvorada do Oeste, municípios que devem surpreender no ranking de safras deste ano.

No sábado, em Novo Horizonte , cerca de 220 dos maiores produtores de leite do município reuniram-se pela manhã e à tarde na Escola Estadual Marechal Rondon no “I Simpósio Leiteiro” para ouvir palestras sobre nutrição, genética, sanidade e assistência técnica, a cargo de veterinários do escritório da Emater em Rolim de Moura e também de empresas especializadas na área. Em uma delas, o especialista Fernando Bosco mostrou aos produtores as imensas possibilidades de expansão do mercado nos próximos anos.

“O consumo de leite per capita no Brasil é de cerca de metade do volume registrado na América do Norte: são 90 litros por habitante por ano, contra até 240 litros entre os canadenses e norte-amercianos. Eles já estão alcançando seus limites de produção, por causa do esgotamento do espaço territorial dedicado a esta atividade, e nós temos muito o que caminhar”, afirmou Bosco, que presta serviços a uma empresa especializada em produtos do setor.

Em seguida, a veterinária da Emater em Porto Velho , Gilvânia Nascimento, apresentou dados como o total do rebanho do município de Novo Horizonte - 110.286 cabeças (IBGE, 2007) – e explanou sobre as melhores variedades de forrageiras para a época de chuvas, bem como outros aspectos da nutrição do gado com aptidão leiteira. À tarde, houve palestras sobre a administração de propriedades rurais e a importância do apuro genérico de matrizes para os ganhos de produtividade, entre outros temas.

Veteranos em campo - Na mesma tarde, a equipe da Seapes, liderada pelo chefe de gabinete, Evaldo de Lima, que representou o secretário Marco Petisco, dirigiu-se a Alvorada do Oeste, onde estava acontecendo na Linha 118 um Dia de Campo de muito sucesso, com a presença de 250 cafeicultores. Os visitantes foram recebidos na propriedade de um dos pioneiros no plantio de café no estado, a família Sisconetto, cujo patriarca, José Sisconeto, administra um plantio de nada menos que 63 000 pés de café desde 1992.

Com o sistema de estações, os produtores foram apresentados a toda a seqüência de procedimentos e tratos culturais que devem ser observados na condução tecnificada de cafeeiros, com destaque para a palestra do especialista da Emater de Ouro Preto do Oeste, Benedito Alves, que destacou os itens colheita, armazenagem e comercialização.

“Fico admirada de ver quanta coisa está em volta do que nós fazemos aqui na roça e que a gente não sabia”, afirmou a produtora Doralice Souza Knopf, do distrito de Terra Boa, depois de  ouvir as explicações de Benedito Alves sobre como funcionam as vendas FOB (Free on Board), quando o produtor recebe o valor de sua safra livre de fretes, e sobre como defender-se de possíveis manobras dos operadores de máquinas na hora de beneficiar sua produção.

“Reside exatamente nesta integração entre os produtores que já tecnificaram sua produção, aqueles que buscam conhecimentos mais aprofundados e nossas equipes de assistência e extensão rural a maior importância destes eventos, que serão realizados de modo sistemático, ao longo de todo o ano, em muitos outros municípios”, afirmou Evaldo de Lima. A força-tarefa teve também a participação do chefe de gabinete da Emater, Domingos Prieto, e do diretor técnico, José Tarcísio.
 
Fonte: A/I SEAPES 

Mais Sobre Meio Ambiente

SP corre risco de enfrentar crise hídrica mais grave que a de 2014

SP corre risco de enfrentar crise hídrica mais grave que a de 2014

O Sistema Cantareira, que abastece parte da capital paulista e da Região Metropolitana, estava com quase 60% da capacidade um ano antes da crise de 20

Novo marco legal do saneamento gera polêmica no setor

Novo marco legal do saneamento gera polêmica no setor

Agentes reguladores estão avaliando a medida provisória

Parque Ecológico Municipal recebe plantio de Ipê e Flamboyant

Parque Ecológico Municipal recebe plantio de Ipê e Flamboyant

Um grupo de 30 crianças da Fundação JiCred plantou mudas de ipê e flamboyant no Parque Ecológico Municipal. A ação foi realizada pelo Sistema Cooperat