Porto Velho (RO) sábado, 23 de fevereiro de 2019
×
Gente de Opinião

Meio Ambiente

DEFESO: Fiscalização resultou em apreensão de 364 kg de pescados


 
Com a finalidade de proteger a reprodução natural dos peixes no período da piracema a Secretaria de Estado do Desenvolvimento Ambiental (Sedam) divulgou nesta semana os resultados da operação do defeso em Rondônia. A fiscalização resultou em apreensão de 364 kg de pescados e mais de 250 materiais diversos usados para pesca ilegal. A multa total aplicada para as infrações da Portaria federal Nº48/2007 foi de R$ 10.870.00.

Dos apetrechos apreendidos estão; 103 malhadeiras, que totaliza aproximadamente 2.176 metros ; 61 tarrafas; 22 redes, 23 anzóis grandes, pequenos e chumbados, nove espinhéis; seis arpões, seis zagaias; três arcos e flechas; uma embarcação de madeira com 7,5 m e um motor.

No período do dia 15 novembro a 15 de março, pertinente a piracema, foram realizadas 14 operações pelo o órgão ambiental do Estado, que é em media, uma operação a cada 8,5 dias.

De acordo com o coordenador técnico da Sedam, Cletho Brito, a operação alcançou o efeito esperado. “A fiscalização dos rios neste período conseguiu além de que fossem respeitadas as leis, fazer educação ambiental”.

Brito explica que nos últimos anos a Sedam intensificou a fiscalização nestas regiões para assim diminuir os crimes ambientais nos rios. “A proteção da piracema só foi possível com um efetivo maior do órgão fiscalizando e instruindo as pessoas sobre a necessidade de preservar os peixes.”

O coordenador técnico ainda lembrou que a imprensa teve participação nos bons resultados de educação ambiental no Estado. “A imprensa teve papel especial nas questões ambientais por que informou e educou a sociedade e ajudou a Sedam disseminar a educação ambiental, nessa e em outras operações.”

Pescadores - Durante o período proibido, os pescadores profissionais cadastrados recebem um seguro defeso do governo federal como forma de contribuição à classe. Segundo dados da Sedam, hoje, Rondônia tem 4.722 pescadores cadastrados; 3.500 na Z-1 em Porto Velho , 147 em Pimenteiras do Oeste e Cabixi, 319 em Ariquemes, 131 em Ji- Paraná , 313 em Guajará Mirim , 149 em Machadinho, 72 em Costa Marques e 91 em Candeias do Jamari.

Piracema - A piracema é o período que os peixes constituem cardumes e sobem os rios para fazer a desova. Nesta época são estabelecidas normas para garantir a reposição das espécies migratórias. O descumprimento da lei pode gerar multa e apreensão do pescado e o material de pesca.

 


 
 
Fonte: A/I SEDAM 

Mais Sobre Meio Ambiente

Colaboradores do Sistema Fecomércio/RO participam da 4º etapa de implantação do Programa ECOS de Sustentabilidade

Colaboradores do Sistema Fecomércio/RO participam da 4º etapa de implantação do Programa ECOS de Sustentabilidade

Colaboradores do Sistema Fecomércio/Sesc/Senac/IFPE, participaram no auditório da Federação durante dois dias, da 4° etapa da implantação do programa

Barragens de minérios: Onde estão as outras com alto potencial de estrago ou alto risco

Barragens de minérios: Onde estão as outras com alto potencial de estrago ou alto risco

O Brasil tem 790 barragens de rejeitos de minérios, e mais de 300 delas não foram classificadas em relação ao seu risco de rompimento e ao potencial d

Porto Velho: Prefeitura destrava recurso de compensação social para Aterro Sanitário

Porto Velho: Prefeitura destrava recurso de compensação social para Aterro Sanitário

Os R$ 4 milhões também servirão para elaborar o Plano Municipal de Saneamento Básico e o Plano de Gerenciamento de Resíduos SólidosMais uma vitória im

Brumadinho: Qualidade da água do rio Paraopeba é considerada ruim. Veja as imagens

Brumadinho: Qualidade da água do rio Paraopeba é considerada ruim. Veja as imagens

Ontem (31/01), a Fundação SOS Mata Atlântica deu início à Expedição Paraopeba, que irá percorrer 356 km deste rio, de Brumadinho à Hidroelétrica Retir