Segunda-feira, 15 de abril de 2024 | Porto Velho (RO)

×
Gente de Opinião

Meio Ambiente

Declaração da vacina contra aftosa só até esta terça-feira, dia 22


Termina nesta terça-feira (22) o prazo para que os produtores rurais de Rondônia apresentem ao Governo do Estado a declaração comprovando que vacinaram seus rebanhos bovinos contra a febre aftosa. De acordo com o presidente da Agência de Defesa Sanitária Agrosilvopastoril de Rondônia (Idaron), Lorival Amorim, a informação deve ser repassada a um dos 74 postos instalados nos 52 municípios do Estado, pois só assim o governo terá a certeza de que os cerca de 12 milhões de cabeça de gado estão imunes à febre aftosa, garantindo ao Estado a manutenção do status de livre da doença através da vacinação.

Antes mesmo de obter todos os dados, o governador Ivo Cassol vem agradecendo a parceria dos produtores, destacando que a vacina resulta na geração de mais emprego e renda por abrir novos mercados consumidores da carne e derivados bovinos.

Lorival Amorim disse que o otimismo do governo deve-se ao fato de todas as vacinas terem sido vendidas e aos escritórios da Idaron que estão sempre lotados nos últimos dias. Isso significa, segundo ele, que os produtores estão atendendo à convocação do governador Ivo Cassol, de não só vacinar o rebanho, mas, também apresentar a declaração, possibilitando melhor controle por parte do Estado, que tem trabalhado intensamente com vistas à erradicação da aftosa.

"É bom lembrar, que os produtores que não vacinaram o rebanho irão pagar multa de R$ 84 por cabeça, enquanto os que não comunicarem à Idaron até esta terça-feira pagarão R$ 84 por propriedade", reforçou o presidente da Idaron, destacando que a próxima campanha contra a aftosa está prevista para o período de 15 de outubro a 15 de novembro deste ano.
 

Gente de OpiniãoSegunda-feira, 15 de abril de 2024 | Porto Velho (RO)

VOCÊ PODE GOSTAR

Megaoperação destrói infraestrutura criminosa na Terra Indígena Yanomami

Megaoperação destrói infraestrutura criminosa na Terra Indígena Yanomami

As Forças de Segurança do governo brasileiro estão em ação conjunta ao redor e dentro da Terra Indígena Yanomami para impedir atividades criminosas

Projeto do CIMCERO e TJ-RO amplia estrutura para beneficiar viveiros em Rondônia

Projeto do CIMCERO e TJ-RO amplia estrutura para beneficiar viveiros em Rondônia

A parceria entre o Consórcio Público Intermunicipal de Rondônia (CIMCERO) e o Tribunal de Justiça do Estado de Rondônia tem incentivado junto as pre

Gente de Opinião Segunda-feira, 15 de abril de 2024 | Porto Velho (RO)