Porto Velho (RO) segunda-feira, 24 de setembro de 2018
×
Gente de Opinião

Meio Ambiente

Debate na TV: Sedam esclarece e faz alertas



A secretária de Estado do Meio Ambiente, Nanci Maria Rodrigues da Silva, participou nesta quinta-feira (23) de um debate sobre queimadas. A iniciativa foi da Rede TV, no programa Rede de Opiniões, apresentado pelos jornalistas Alizângela Lima e Martins Júnior.

O debate contou com a presença do secretário da Secretaria Municipal do Meio Ambiente (Sema), José Carlos Gadelha, e do comandante do Corpo de Bombeiros, coronel Lioberto Caetano de Souza.

Durante o debate na Rede TV, a secretária Nanci Rodrigues, explicou que este ano a Sedam, através do Comitê Estadual de Prevenção e Combate a Incêndios Florestais, já vêm realizando ações para coibir o uso inadequado do fogo nos períodos de estiagem, quando ocorrem as maiores incidências de queimadas.

Segundo ela, foi organizada uma força-tarefa para combater o problema das queimadas e intensificar a punição aos responsáveis pelos focos.

Ela destacou o funcionamento das coordenadorias da Sedam, como a de Proteção Ambiental, que promove fiscalização preventiva, investigativa e repressiva para reduzir os focos de queimadas em pólos distintos de acordo com os quadros emergenciais de cada região.

A Coordenadoria de Educação Ambiental que tem realizado ações de prevenção e combate as queimadas, na capital e interior do Estado, contando com os Escritórios Regionais de Gestão Ambiental e os Grupos de Agentes Ambientais Voluntários, que promovem atividades educativas e de proteção ambiental, o que contribui com a melhoria da qualidade do ambiente em que vivem.

Para reforçar o trabalho dos agentes ambientais o governo do Estado entregou este mês, dez veículos para atender aos municípios no controle e combate ao desmatamento e as queimadas. Foram beneficiados os municípios de Alta Floresta, Ariquemes, Machadinho e Porto Velho.

O secretário da Sema, José Carlos Gadelha, e o comandante do Corpo de Bombeiros, coronel Caetano, reafirmaram as parcerias com a Sedam no trabalho de combate as queimadas e juntos pediram apoio da população do Estado para dizer não as queimadas e denunciar. “Queimar é crime e não podemos mais tolerar as queimadas urbanas, em fundos de quintal, que tem cada vez mais afetado a saúde da nossa população”, disse José Gadelha.

Fonte: Marilza Rocha

Mais Sobre Meio Ambiente

SP corre risco de enfrentar crise hídrica mais grave que a de 2014

SP corre risco de enfrentar crise hídrica mais grave que a de 2014

O Sistema Cantareira, que abastece parte da capital paulista e da Região Metropolitana, estava com quase 60% da capacidade um ano antes da crise de 20

Novo marco legal do saneamento gera polêmica no setor

Novo marco legal do saneamento gera polêmica no setor

Agentes reguladores estão avaliando a medida provisória

Parque Ecológico Municipal recebe plantio de Ipê e Flamboyant

Parque Ecológico Municipal recebe plantio de Ipê e Flamboyant

Um grupo de 30 crianças da Fundação JiCred plantou mudas de ipê e flamboyant no Parque Ecológico Municipal. A ação foi realizada pelo Sistema Cooperat