Porto Velho (RO) terça-feira, 14 de julho de 2020
×
Gente de Opinião

Meio Ambiente

CPRM alerta para enchente em Porto Velho


Com as chuvas dos últimos dias, o nível do rio Madeira em Porto Velho sobe a cada hora. A previsão é de mais chuvas na Bolívia, o que aumenta os riscos de uma enchente na capital de Rondônia.

Daniel Panobianco – As águas de março não dão trégua na parte ocidental da Amazônia. Com as fortes chuvas que caíram nos últimos dias nas bacias dos rios Beni e Mamoré, na Bolívia, agora quem sente os efeitos de tanta água é a população de Rondônia, principalmente a que vive às margens do rio Madeira.

Nesta quarta-feira, o nível em Porto Velho atingiu a marca de 16,16 metros, segundo dados da Defesa Civil. Vários bairros já estão alagados, onde palafitas estão sendo construídas para que as pessoas possam chegar até as casas. Na região próxima do Complexo da Estrada de Ferro Madeira Mamoré, o comércio local também sofre com a rápida subida do Madeira. As águas já estão próximas da Avenida Rogério Weber, frente ao TRE-RO. Na região do Porto Cai N' Água, os passageiros são obrigados a andarem sobre palafitas até chegarem às embarcações.

A preocupação da Defesa Civil é notória. Um alerta feito pelo CPRM do Serviço Geológico do Brasil, enfoca que o nível das águas do Madeira está acima da média nas quatro estações coletoras de dados.

A pior enchente já registrada em Porto Velho ocorreu em 1997, quando o nível máximo do rio atingiu 17,50 metros alagando boa parte dos bairros da capital de Rondônia e deixando muitos desabrigados.

Ainda segundo dados mostrados no alerta do CPRM, no dia 11 de março, o nível era de 15,80 metros, ou seja, uma subida de 36 cm em apenas 8 dias.

O boletim ainda faz um enfoque na quantidade de chuva acumulada nos 9 primeiros dias de março. Segundo os dados, a precipitação na região de fronteira entre o Acre, Rondônia e a Bolívia variou entre 60 e 90 milímetros. Muita chuva foi registrada nesse mesmo período na faixa oeste, na divisa de Rondônia com o Estado de Mato Grosso, o que provocou a enchente em Pimenteiras do Oeste, no sul rondoniense. As águas do rio Guaporé também contribuem para a elevação do Madeira.

Na estação Morada Jusante, localizada no distrito de Abunã, em Porto Velho, o nível do rio Madeira atingiu hoje 13,81 metros, uma subida de 10 cm em apenas 24 horas.

Como a previsão ainda é de chuvas na região, as autoridades temem para uma enchente além do esperado.

Dados: ANA – CPRM – NOAA – Defesa Civil de Porto VelhoFonte: AMAZONIAOVIVO.COM

Mais Sobre Meio Ambiente

Garimpagem: o grande vilão

Garimpagem: o grande vilão

Além das hidrelétricas, da queda natural gerada pelo fluxo das águas, da forte trepidação dos potentes motores dos empurradores de balsas, um outro  p