Porto Velho (RO) quarta-feira, 20 de fevereiro de 2019
×
Gente de Opinião

Meio Ambiente

Corante de açaí para tratamento dentário


Leandro Martins
Agência Nacional

Brasília - Um produto amazônico vai revolucionar o tratamento dentário. Trata-se do corante natural de açaí, que foi desenvolvido pela Unidade Amazônia Oriental da Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa), em parceria com a Universidade Federal do Pará. Ele será apresentado no 26º Congresso Internacional de Odontologia, que ocorre até terça-feira (29) em São Paulo.

O corante de açaí permite a identificação da cárie e de outras doenças dentárias. Segundo o coordenador de inovação tecnológica da Embrapa, Arnoldo Medeiros, o produto não apresenta gosto e é mais eficiente do que os corantes artificiais utilizados hoje em dia: "Comparando com os outros produtos existentes, a maioria deles são sintéticos. E às vezes têm efeitos no fígado, ou até efeitos cancerígenos, mas vêm sendo amplamente utilizados", compara.

O coordenador da Embrapa aponta outra vantagem do produto. Ele é obtido a partir de um fruto amazônico, o que barateia o custo de produção. Ele diz que há expectativa sobre a apresentação do corante de açaí no congresso de odontologia: "Esperamos ter a oportunidade de contatar as grandes empresas que produzem produtos odontológicos e mostrar a eles a eficiência desse produto, que, além de tudo, tem a vantagem de gerar postos de trabalho na Região Norte, que necessita de emprego”.

O produto já está registrado pela Embrapa nos Estados Unidos e está sendo analisado pelo Instituto Nacional de Propriedade Industrial (Inpi), que vai licenciá-lo para grandes indústrias brasileiras e internacionais.

Agora, os pesquisadores da Embrapa pretendem desenvolver uma fábrica processadora de açaí para extrair o corante da fruta. Isso vai gerar mais empregos na Amazônia, tanto na plantação como na colheita e no beneficiamento do produto.

 

Mais Sobre Meio Ambiente

Colaboradores do Sistema Fecomércio/RO participam da 4º etapa de implantação do Programa ECOS de Sustentabilidade

Colaboradores do Sistema Fecomércio/RO participam da 4º etapa de implantação do Programa ECOS de Sustentabilidade

Colaboradores do Sistema Fecomércio/Sesc/Senac/IFPE, participaram no auditório da Federação durante dois dias, da 4° etapa da implantação do programa

Barragens de minérios: Onde estão as outras com alto potencial de estrago ou alto risco

Barragens de minérios: Onde estão as outras com alto potencial de estrago ou alto risco

O Brasil tem 790 barragens de rejeitos de minérios, e mais de 300 delas não foram classificadas em relação ao seu risco de rompimento e ao potencial d

Porto Velho: Prefeitura destrava recurso de compensação social para Aterro Sanitário

Porto Velho: Prefeitura destrava recurso de compensação social para Aterro Sanitário

Os R$ 4 milhões também servirão para elaborar o Plano Municipal de Saneamento Básico e o Plano de Gerenciamento de Resíduos SólidosMais uma vitória im

Brumadinho: Qualidade da água do rio Paraopeba é considerada ruim. Veja as imagens

Brumadinho: Qualidade da água do rio Paraopeba é considerada ruim. Veja as imagens

Ontem (31/01), a Fundação SOS Mata Atlântica deu início à Expedição Paraopeba, que irá percorrer 356 km deste rio, de Brumadinho à Hidroelétrica Retir