Porto Velho (RO) segunda-feira, 6 de abril de 2020
×
Gente de Opinião

Meio Ambiente

Cooperativa é a saída pra produtores de leite



Enquanto no interior os produtores de leite enfrentam o problema do baixo preço pago pelas indústrias, na capital do estado, os produtores não têm para quem vender sua produção.

Na semana passada, vinte representantes de associações de produtores de leite da região de Porto Velho se reuniram para encontrar alternativa para os problemas que o setor está enfrentando, além da falta de mercado consumidor.

O encontro aconteceu no auditório da Biblioteca Francisco Meirelles, e teve apoio do Sindicato e Organização das Cooperativas Brasileiras (OCB-RO) e contou com participação de Fernando Batistão, gerente de sensibilização do SESCOOP-RO (Serviço Nacional de Aprendizagem do Cooperativismo em Rondônia), e, do auditor Clodoaldo Amorim.

Cooperativa

O principal assunto da pauta foi a criação de uma cooperativa que congregue os produtores de leite, solução que, além de proporcionar a união da classe em forma de associação cooperativa, irá abrir caminhos para o incremento econômico da produção, mas, principalmente vai abrir novos caminhos, ampliando a rede produtiva, com, por exemplo, a instalação de laticínio para absorver toda a produção. Aliás, a capital de Rondônia é um dos poucos municípios do estado que, ainda, não possui qualquer tipo de beneficiamento e industrialização de leite.

Formada a cooperativa, os produtores associados já têm a primeira meta definida, qual seja a implantação de semi-industrialização do leite, através da pasteurização, envasamento, produção de queijos, manteigas, iogurtes, outros derivados.

Importância da união

Durante o encontro dos produtores de leite, o gerente do SESCOOP-RO, Fernando Batistão, comentou com os futuros componentes da cooperativa sobre a importância do cooperativismo, mormente na área agropecuária, e sua importância para os produtores rurais e agropastoris (inclusive de pesca), cujos meios de produção representam significativa participação no PIB brasileiro, e cuja cadeia produtiva é a maior garantia de desenvolvimento econômico e garantia de trabalho, além da importante opção de permanência do produtor na área rural.

Os produtores

A reunião contou com as presenças de alguns dos principais produtores de leite da região, como Zé Ramalho, José Rodrigues dos Reis, Fausto e Fabiana Menezes (Fazenda Gaivota), Marcio Augusto das Neves (Sitio S. Vicente), Maria José e Rodrigo dos Reis (Faz Monte Negro), Chico Padre, Luiz Henrique M.Lopes (Fazenda Canaraí), e Eufrásio (Delegado do Sindicato Rural de Porto Velho), e o radialista Josué, da Rádio Caiari.
 
Conclusões

Falando à imprensa, sobre o encontro dos produtores de leite de Porto Velho, o presidente do Sindicato e Organização das Cooperativas Brasileiras, Salatiel Rodrigues, disse que a formulação de políticas públicas direcionadas para o setor leiteiro é uma das preocupações do Sistema OCB-SESCOOP.

- "A falta de mercado  para o leite produzido na região de Porto Velho é um problema muito sério e, por isso, devemos trabalhar para que o setor se organize – em cooperativa – saída que já resolveu situação semelhante nutras regiões".

Comentou, ainda, Salatiel, que além da falta de compradores para o leite in natura, não há política para o setor lácteo. "Daí a presença da OCB-RO para, em colaboração, ajudar a organização do setor em cooperativa, modelo que vem dando certo em várias cidades do nosso interior, e, em todos os estados brasileiros-sistema, aliás, que representa alto coeficiente no PIB nacional.

Nos próximos dias os produtores de leite se reunião, novamente, para a escoa lha do nome da cooperativa e aprovação do est6atuto social, e eleição do conselho administrativo d da primeira diretoria.

Fonte: Antônio Roque

Mais Sobre Meio Ambiente

Acordo de R$ 2,7 milhões na Justiça do Trabalho viabilizará projetos sustentáveis em Presidente Médici/RO

Acordo de R$ 2,7 milhões na Justiça do Trabalho viabilizará projetos sustentáveis em Presidente Médici/RO

Um acordo no valor de R$ 2,7 milhões homologado pela Justiça do Trabalho em Ji-Paraná/RO beneficiará projetos sustentáveis que visam o tratamento e re

Rio Madeira ultrapassa os 15 metros, dois a menos que em 2019, afirma Defesa Civil

Rio Madeira ultrapassa os 15 metros, dois a menos que em 2019, afirma Defesa Civil

O rio Madeira atingiu na segunda-feira (9) a cota de 15,24 metros, um pouco acima da média (15 metros), mas longe de uma enchente como a registrada em

Prefeitura de Porto Velho alinha medidas para a realização do Amazônia + 21

Prefeitura de Porto Velho alinha medidas para a realização do Amazônia + 21

O prefeito Hildon Chaves se reuniu no Prédio do Relógio (sede do poder executivo) na manhã desta segunda-feira (09), acompanhado do secretário adjunto

Policiais Militares do Batalhão Ambiental participam de oficina sobre Crimes Ambientais de Menor Potencial Ofensivo

Policiais Militares do Batalhão Ambiental participam de oficina sobre Crimes Ambientais de Menor Potencial Ofensivo

Sessenta Policiais Militares do Batalhão de Polícia Ambiental, de todo o Estado, participaram na manhã desta sexta-feira (28/2) da Oficina sobre