Porto Velho (RO) quinta-feira, 2 de abril de 2020
×
Gente de Opinião

Meio Ambiente

Amazônia rejeita nova divisão de recursos florestais


 
A Comissão da Amazônia, Integração Nacional e de Desenvolvimento Regional rejeitou na última quarta-feira o Projeto de Lei 2457/07, do deputado Wandenkolk Gonçalves (PSDB-PA), que muda a distribuição de recursos gerados pelas concessões florestais reguladas pela Lei de Gestão das Florestas Públicas (11.284/06). O texto inclui estados e municípios entre os beneficiários.

Hoje, o valor pago pelo concessionário é dividido entre o Serviço Florestal Brasileiro (70%) e o Ibama (30%). O projeto reduz o percentual destinado ao Serviço Florestal para 30%. A diferença (40%) será dividida entre estados e municípios.

A comissão acolheu parecer da relatora, deputada Perpétua Almeida (PCdoB-AC), pela rejeição da proposta. "A aprovação do texto enfraqueceria os órgãos de gestão de florestas públicas", adverte.

Além disso, a relatora ressalvou que a Lei de Gestão de Florestas Públicas foi aprovada com o apoio da Comissão da Amazônia e disse que seria incoerente apoiar uma alteração em tão pouco tempo. "Continuamos a apoiar a plena aplicação dos dispositivos dessa lei relativos aos três modelos de gestão das florestas públicas, quais sejam a criação de florestas nacionais, a destinação a comunidades locais e as concessões florestais."

Prejuízos
Wandenkolk Gonçalves alega que as concessões florestais, "embora assegurem padrões sustentáveis de desenvolvimento, acarretam perda potencial de recursos, pelas restrições às atividades econômicas, e, portanto, prejudicam a receita dos estados e municípios, em especial os da Amazônia". Perpétua Almeida discorda dessa avaliação. Ela lembra que a Lei das Florestas Públicas autoriza estados e municípios a utilizarem economicamente suas florestas, diretamente ou por meio de concessões.

Fonte: Agência Câmara

Mais Sobre Meio Ambiente

Acordo de R$ 2,7 milhões na Justiça do Trabalho viabilizará projetos sustentáveis em Presidente Médici/RO

Acordo de R$ 2,7 milhões na Justiça do Trabalho viabilizará projetos sustentáveis em Presidente Médici/RO

Um acordo no valor de R$ 2,7 milhões homologado pela Justiça do Trabalho em Ji-Paraná/RO beneficiará projetos sustentáveis que visam o tratamento e re

Rio Madeira ultrapassa os 15 metros, dois a menos que em 2019, afirma Defesa Civil

Rio Madeira ultrapassa os 15 metros, dois a menos que em 2019, afirma Defesa Civil

O rio Madeira atingiu na segunda-feira (9) a cota de 15,24 metros, um pouco acima da média (15 metros), mas longe de uma enchente como a registrada em

Prefeitura de Porto Velho alinha medidas para a realização do Amazônia + 21

Prefeitura de Porto Velho alinha medidas para a realização do Amazônia + 21

O prefeito Hildon Chaves se reuniu no Prédio do Relógio (sede do poder executivo) na manhã desta segunda-feira (09), acompanhado do secretário adjunto

Policiais Militares do Batalhão Ambiental participam de oficina sobre Crimes Ambientais de Menor Potencial Ofensivo

Policiais Militares do Batalhão Ambiental participam de oficina sobre Crimes Ambientais de Menor Potencial Ofensivo

Sessenta Policiais Militares do Batalhão de Polícia Ambiental, de todo o Estado, participaram na manhã desta sexta-feira (28/2) da Oficina sobre