Porto Velho (RO) quinta-feira, 2 de abril de 2020
×
Gente de Opinião

Meio Ambiente

Amazônia discute transporte fluvial e escalpelamentos


A Comissão da Amazônia, Integração Nacional e de Desenvolvimento Regional realiza na quinta-feira (25) audiência pública para discutir a situação do transporte fluvial na Amazônia e das vítimas de escalpelamentos (que tiveram o couro cabeludo arrancado ao enroscar os cabelos no eixo dos barcos ou nas hélices do motor).

A presidente da comissão, deputada Vanessa Grazziotin (PCdoB-AM), ressalta que há um grande número de embarcações clandestinas nos rios da Amazônia, o que coloca em risco a segurança da navegação. Segundo estimativas da Capitania dos Portos, há cerca de 100 mil embarcações na região amazônica, das quais 1/3 são clandestinas.

A deputada afirma que também existe uma polêmica sobre os profissionais responsáveis pela análise dos projetos de embarcações. Esse trabalho, que é dos engenheiros navais, estaria sendo desempenhado por tecnólogos e engenheiros mecânicos.

Outro problema relacionado à segurança do transporte fluvial é a ausência de proteção nos motores das embarcações, o que causa os escalpelamentos. Vanessa Grazziotin lembra que, dos casos registrados nos hospitais, 97% são de crianças, a grande maioria do sexo feminino. Já o deputado Marcelo Serafim (PSB-AM) ressalta que as vítimas de escalpelamento não recebem atendimento adequado do Sistema Único de Saúde (SUS), pois faltam equipamentos e medicamentos para as cirurgias e não há acompanhamento psicológico.

Em agosto deste ano, um grupo de mulheres da região Norte participou de manifestação na Câmara em favor do Projeto de Lei 1531/07, que exige a instalação de proteção sobre o motor e no eixo de embarcações. O projeto, da deputada Janete Capiberibe (PSB-AP), prevê multas ou a retirada da licença para as embarcações que não tiverem o equipamento.

Fonte: Agência Câmara

 

Mais Sobre Meio Ambiente

Acordo de R$ 2,7 milhões na Justiça do Trabalho viabilizará projetos sustentáveis em Presidente Médici/RO

Acordo de R$ 2,7 milhões na Justiça do Trabalho viabilizará projetos sustentáveis em Presidente Médici/RO

Um acordo no valor de R$ 2,7 milhões homologado pela Justiça do Trabalho em Ji-Paraná/RO beneficiará projetos sustentáveis que visam o tratamento e re

Rio Madeira ultrapassa os 15 metros, dois a menos que em 2019, afirma Defesa Civil

Rio Madeira ultrapassa os 15 metros, dois a menos que em 2019, afirma Defesa Civil

O rio Madeira atingiu na segunda-feira (9) a cota de 15,24 metros, um pouco acima da média (15 metros), mas longe de uma enchente como a registrada em

Prefeitura de Porto Velho alinha medidas para a realização do Amazônia + 21

Prefeitura de Porto Velho alinha medidas para a realização do Amazônia + 21

O prefeito Hildon Chaves se reuniu no Prédio do Relógio (sede do poder executivo) na manhã desta segunda-feira (09), acompanhado do secretário adjunto

Policiais Militares do Batalhão Ambiental participam de oficina sobre Crimes Ambientais de Menor Potencial Ofensivo

Policiais Militares do Batalhão Ambiental participam de oficina sobre Crimes Ambientais de Menor Potencial Ofensivo

Sessenta Policiais Militares do Batalhão de Polícia Ambiental, de todo o Estado, participaram na manhã desta sexta-feira (28/2) da Oficina sobre