Porto Velho (RO) sábado, 20 de julho de 2019
×
Gente de Opinião

Meio Ambiente

ADVOGADO DA EMPRESA DIZ, "A VALE NÃO É A RESPONSÁVEL POR BRUMADINHO E DIRETORIA NÃO SE AFASTARÁ"


Foto: Internet - Gente de Opinião
Foto: Internet

Um dos mais importantes advogados da Vale, Sergio Bermudes, apresentou de público a visão da companha sobre o crime de Brumadinho: a companhia não é responsável pelo rompimento da barragem e a direção da empresa não se afastará de seu comando "em hipótese alguma". De acordo com reportagem da jornalista Mônica Bergamo, da Folha de S.São Paulo, o advogado afirmou que "a Vale não enxerga razões determinantes de sua responsabilidade. Não houve negligência, imprudência, imperícia".

"Por que uma barragem se rompe? São vários os fatores, e eles agora vão ser objeto de considerações de ordem técnica". Para o advogado, tudo tratou-se de sorte e azar: "um caso fortuito cujas causas ainda não foram identificadas".

 O rompimento da barragem da empresa em Brumadinho aconteceu na sexta-feira (25) e já são 60 mortos e quase 300 desaparecidos, além de um mar de rejeitos da mineradora que devastaram a cidade.

A declaração foi uma reação à sugestão do senador Renan Calheiros (PMDB-AL), que defendeu no domingo (27) o "afastamento cautelar" e "urgente" de toda a diretoria da empresa.

O advogado descartou possibilidade de renúncia da diretoria tar seus diretores, pois a renúncia, segundo ele,  "não ajudaria a companhia, perturbaria a continuidade das medidas que ela, do modo mais louvável, está tomando". Para ele, "não cabe renúncia pois não se identificou dolo e muito menos culpa" dos executivos da Vale.

Para o advogado, as criticas do senador Renan Calheiros são uma tentativa "pecaminosa de capitalizar em cima da tragédia".

Ao comentar as declarações da procuradora-geral da República, Raquel Dodge, o advogado da Vale baixou o tom. Dodge disse que "certamente há um culpado" pelo acidente e que os executivos da empresa podem ser responsabilizados.

Bermudes disse que a afirmação "é precipitada". "Não é só a procuradora que quer apurar o que ocorreu. Todos nós queremos. Mas não há necessariamente um culpado, não há necessariamente culpa. Ou não haveria casos fortuitos ou ocasionados por motivos de força maior", disse.


Mais Sobre Meio Ambiente

Prefeitura de Porto Velho com nova lista de empreendimentos dispensados de licenciamento

Prefeitura de Porto Velho com nova lista de empreendimentos dispensados de licenciamento

O Sebrae em Rondônia realizou termo de cooperação com a prefeitura municipal e disponibilizou o consultor João Carlos Andrade para auxiliar servidores

Sema e Fimca vão monitorar a qualidade da água dos balneários

Sema e Fimca vão monitorar a qualidade da água dos balneários

A Prefeitura de Porto Velho, por meio da Subsecretaria Municipal do Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável (Sema) reafirmou o Termo de Colaboraçã

Meio Ambiente: Coordenação de Proteção Ambiental registra em seis meses mais de 500 autos em crimes em Rondônia

Meio Ambiente: Coordenação de Proteção Ambiental registra em seis meses mais de 500 autos em crimes em Rondônia

Com o objetivo de ir além da fiscalização e autuação em casos de crimes ambientais, a Coordenação de Proteção Ambiental, da Secretaria de Desenvol

Pedido de Licença Ambiental - Cortes e Santos Ltda

Pedido de Licença Ambiental - Cortes e Santos Ltda

Cortes e Santos Ltda, pessoa jurídica devidamente inscrita no CNPJ sob o Nº 33.932.239/0001-69, localizada Av. Guaporé - 3115 - Bairro Agenor de Car