Porto Velho (RO) quarta-feira, 14 de novembro de 2018
×
Gente de Opinião

Meio Ambiente

Acadêmicas da São Lucas analisam fatores sanitários e ambientais


Estar em contato com o que se estuda em sala de aula, as "ações extra muro", são reconhecidas como das mais motivadoras atividades para os estudantes. No dia 7 de março, acadêmicos do 6º período de Nutrição da Faculdade São Lucas visitaram alguns bairros periféricos e de classe média de Porto Velho a fim de identificar e analisar indicadores ambientais causadores de verminoses.

O grupo de acadêmicos visitou os bairros Santo Antônio (zona norte), Planalto, Ulisses Guimarães, Socialista e Tancredo Neves (zona leste). As acadêmicas Kely Level, Kassia Fontes e Thamara Thomazi disseram que a atividade foi muito proveitosa. "Verificamos as diferenças nos aspectos físicos dos locais relacionando-os ao nosso estudo, avaliando todas as condições sanitárias. Também pudemos observar como pessoas separadas por poucos quilômetros de distância, a exemplo da população de Planalto e Santo Antônio, vivem realidades completamente diferentes, sendo que uma parte reside em situação de moradia muito precária e sem a infra-estrutura mínima necessária", analisam.

A atividade faz parte do projeto "Avaliação dos Níveis de Enteroparasitoses no Bairro Planalto no Município de Porto Velho: Epidemologia, Diagnóstico Laboratorial, Avaliação Nutricional e Indicadores Ambientais", que será enviado ao Comitê de Ética e Pesquisa da Faculdade São Lucas – CEPE. O projeto é coordenado pelas professoras Luna Mares de Oliveira e Flávia Serrano. Luna ministra a disciplina "Avaliação Nutricional" e Flávia "Prática de Epidemiologia e Parastologia" no curso de Nutrição. Elas explicaram que este foi um primeiro passo de um projeto interdisciplinar, no qual estão envolvidos inicialmente os cursos de Biomedicina, Medicina, e Nutrição.
 
Fonte: Crisbele Sena

Mais Sobre Meio Ambiente

SP corre risco de enfrentar crise hídrica mais grave que a de 2014

SP corre risco de enfrentar crise hídrica mais grave que a de 2014

O Sistema Cantareira, que abastece parte da capital paulista e da Região Metropolitana, estava com quase 60% da capacidade um ano antes da crise de 20

Novo marco legal do saneamento gera polêmica no setor

Novo marco legal do saneamento gera polêmica no setor

Agentes reguladores estão avaliando a medida provisória

Parque Ecológico Municipal recebe plantio de Ipê e Flamboyant

Parque Ecológico Municipal recebe plantio de Ipê e Flamboyant

Um grupo de 30 crianças da Fundação JiCred plantou mudas de ipê e flamboyant no Parque Ecológico Municipal. A ação foi realizada pelo Sistema Cooperat