Porto Velho (RO) domingo, 21 de outubro de 2018
×
Gente de Opinião

Esporte

Planejamento da Copa foi testado com sucesso


Luis Fernandes participou do Terceiro Seminário de Gestão Esportiva da Fundação Getúlio Vargas, no Rio de Janeiro, e apresentou o histórico da preparação do país para sediar o megaevento.

O secretario-executivo do Ministério do Esporte afirmou que o planejamento para a Copa do Mundo foi posto à prova e respondeu com sucesso percebido na realização do Mundial até o momento. Convidado do Terceiro Seminário de Gestão Esportiva da Fundação Getúlio Vargas, realizado nesta quarta-feira (02.07), no Rio de Janeiro, Luis Fernandes também apresentou o histórico da preparação do país para sediar o megaevento.

“Nós já tivemos 56 jogos, faltam oito, tivemos 32 seleções, ficaram oito, além de 12 sedes e, agora, sobram seis. O nosso planejamento foi posto à prova e passamos com sucesso por essa prova em todas as dimensões. Não vou avaliar qualitativamente, porque faremos um balanço após a Copa, mas se o caos anunciado e tivesse acontecido acusariam os responsáveis por falta de planejamento. No entanto, o raciocínio inverso não acontece, se o caos não aconteceu não foi pelo planejamento bem feito, mas porque Deus é brasileiro ou o povo é apaixonado por futebol. Claro que essa paixão favoreceu o clima da Copa, mas não garantiu milhões de pessoas viajando de avião pelo país e chegando aos jogos, transporte público que deu acesso aos estádios, não garante energia e telecomunicações, então, isso foi fruto do trabalho e planejamento de anos”, analisou Fernandes.

O trabalho de planejamento para a organização da Copa do Mundo passou por três ciclos, sendo o primeiro iniciado em 2009, quando as 12 cidades-sede do Mundial foram escolhidas. “O primeiro ciclo foi referente às obras de mais longa maturação como aeroportos, mobilidade, portos e estádios e foram listadas em um documento chamado Matriz de Responsabilidades, que não representa o custo da Copa, porque, do ponto de vista da FIFA, as exigências para o Mundial eram as arenas, telecomunicações, energia, aeroportos e estruturas temporárias”, explicou o secretário.

Luis Fernandes destacou ainda que o Mundial foi uma oportunidade para o país antecipar e acelerar investimentos em áreas estratégicas. “O que não era essencial para a realização da Copa do Mundo foi uma decisão autônoma do Estado brasileiro de antecipar investimentos necessários para o país, como plano estratégico de aceleração do crescimento”, afirmou.

O segundo ciclo de planejamento ocorreu entre 2011 e 2012 e foi voltado para a estrutura de serviços, enquanto a terceira etapa do trabalho foi a de consolidação e integração dos planos operacionais para a Copa do Mundo. “O que vemos agora, com as operações para a realização dos jogos é a consolidação de, pelo menos, cinco anos de planejamento. Esta estrutura de governança é mais um legado que o Brasil terá”, comemorou Fernandes.

Pelo Grupo Executivo da Copa, que reuniu os ministérios mais intimamente ligados ao megaevento, o Governo Federal articulou junto com os estados, cidades-sede e Comitê Organizador Local (COL) o planejamento para que a operação nas mais diversas áreas, como telecomunicações, segurança pública, distribuição de ingressos, saúde, cultura, sustentabilidade, voluntariado, energia, mobilidade urbana, aeroportos, turismo e acomodações para o Mundial desse certo. “O marco da preparação foi a integração. Conceito que operação única, sucesso de todos ou de ninguém, todos a partir de perspectivas distintas”, concluiu.

Para a Copa das Confederações, foram duas rodadas de integração, envolvendo 29 órgãos do Governo Federal, 90 órgãos locais e mil gestores. O plano foi repetido nas 12 sedes da Copa do Mundo envolvendo dois mil gestores em 177 reuniões, que resultaram em 475 encaminhamentos.

Fonte: Gabriel Fialho - Portal da Copa

Mais Sobre Esporte

Mega-Sena acumula e prêmio vai a R$ 27 milhões

Mega-Sena acumula e prêmio vai a R$ 27 milhões

Nenhum apostador acertou as seis dezenas do concurso 2.086 da Mega-Sena, realizado hoje (10) em Joaçaba (SC).As dezenas sorteadas foram  04 - 35 - 43

Federação Rondoniense de Xadrez recebe Certificação do CONEDEL

Federação Rondoniense de Xadrez recebe Certificação do CONEDEL

O Presidente Gualter Amélio recebe das mãos de Luiz Carlos o Certificado de Registro de Entidade Esportiva devidamente qualificada, no Conselho Estadu

Nenhuma aposta acerta a Mega-Sena e prêmio acumula em R$ 19 milhões

Nenhuma aposta acerta a Mega-Sena e prêmio acumula em R$ 19 milhões

Nenhuma aposta acertou o prêmio principal do concurso 2084 da Mega-Sena. O sorteio foi realizado na noite dessa quarta-feira (3), no Caminhão da Sorte