Porto Velho (RO) quarta-feira, 20 de março de 2019
×
Gente de Opinião

Esporte

Planejamento da Copa foi testado com sucesso


Luis Fernandes participou do Terceiro Seminário de Gestão Esportiva da Fundação Getúlio Vargas, no Rio de Janeiro, e apresentou o histórico da preparação do país para sediar o megaevento.

O secretario-executivo do Ministério do Esporte afirmou que o planejamento para a Copa do Mundo foi posto à prova e respondeu com sucesso percebido na realização do Mundial até o momento. Convidado do Terceiro Seminário de Gestão Esportiva da Fundação Getúlio Vargas, realizado nesta quarta-feira (02.07), no Rio de Janeiro, Luis Fernandes também apresentou o histórico da preparação do país para sediar o megaevento.

“Nós já tivemos 56 jogos, faltam oito, tivemos 32 seleções, ficaram oito, além de 12 sedes e, agora, sobram seis. O nosso planejamento foi posto à prova e passamos com sucesso por essa prova em todas as dimensões. Não vou avaliar qualitativamente, porque faremos um balanço após a Copa, mas se o caos anunciado e tivesse acontecido acusariam os responsáveis por falta de planejamento. No entanto, o raciocínio inverso não acontece, se o caos não aconteceu não foi pelo planejamento bem feito, mas porque Deus é brasileiro ou o povo é apaixonado por futebol. Claro que essa paixão favoreceu o clima da Copa, mas não garantiu milhões de pessoas viajando de avião pelo país e chegando aos jogos, transporte público que deu acesso aos estádios, não garante energia e telecomunicações, então, isso foi fruto do trabalho e planejamento de anos”, analisou Fernandes.

O trabalho de planejamento para a organização da Copa do Mundo passou por três ciclos, sendo o primeiro iniciado em 2009, quando as 12 cidades-sede do Mundial foram escolhidas. “O primeiro ciclo foi referente às obras de mais longa maturação como aeroportos, mobilidade, portos e estádios e foram listadas em um documento chamado Matriz de Responsabilidades, que não representa o custo da Copa, porque, do ponto de vista da FIFA, as exigências para o Mundial eram as arenas, telecomunicações, energia, aeroportos e estruturas temporárias”, explicou o secretário.

Luis Fernandes destacou ainda que o Mundial foi uma oportunidade para o país antecipar e acelerar investimentos em áreas estratégicas. “O que não era essencial para a realização da Copa do Mundo foi uma decisão autônoma do Estado brasileiro de antecipar investimentos necessários para o país, como plano estratégico de aceleração do crescimento”, afirmou.

O segundo ciclo de planejamento ocorreu entre 2011 e 2012 e foi voltado para a estrutura de serviços, enquanto a terceira etapa do trabalho foi a de consolidação e integração dos planos operacionais para a Copa do Mundo. “O que vemos agora, com as operações para a realização dos jogos é a consolidação de, pelo menos, cinco anos de planejamento. Esta estrutura de governança é mais um legado que o Brasil terá”, comemorou Fernandes.

Pelo Grupo Executivo da Copa, que reuniu os ministérios mais intimamente ligados ao megaevento, o Governo Federal articulou junto com os estados, cidades-sede e Comitê Organizador Local (COL) o planejamento para que a operação nas mais diversas áreas, como telecomunicações, segurança pública, distribuição de ingressos, saúde, cultura, sustentabilidade, voluntariado, energia, mobilidade urbana, aeroportos, turismo e acomodações para o Mundial desse certo. “O marco da preparação foi a integração. Conceito que operação única, sucesso de todos ou de ninguém, todos a partir de perspectivas distintas”, concluiu.

Para a Copa das Confederações, foram duas rodadas de integração, envolvendo 29 órgãos do Governo Federal, 90 órgãos locais e mil gestores. O plano foi repetido nas 12 sedes da Copa do Mundo envolvendo dois mil gestores em 177 reuniões, que resultaram em 475 encaminhamentos.

Fonte: Gabriel Fialho - Portal da Copa

Mais Sobre Esporte

Morre ex-jogador Coutinho, célebre parceiro de Pelé no Santos  e campeão mundial

Morre ex-jogador Coutinho, célebre parceiro de Pelé no Santos e campeão mundial

Morreu hoje (11), aos 75 anos de idade, o ex-jogador de futebol Antônio Wilson Vieira Honório, mais conhecido como Coutinho, lendário parceiro de Pelé

Tetracampeão Juventude estreia com vitória na Taça Regional Cacoal Selva Park de Futebol

Tetracampeão Juventude estreia com vitória na Taça Regional Cacoal Selva Park de Futebol

O Juventude Esporte Clube da Linha 6, tetracampeão da Taça Regional Cacoal Selva Park de Futebol Amador (2010, 2013, 2015 e 2016) , começou bem sua pa

Pela terceira vez Brasil: Gabriel Medina é bicampeão mundial de surfe no Havaí

Pela terceira vez Brasil: Gabriel Medina é bicampeão mundial de surfe no Havaí

O paulista de Maresias, Gabriel Medina, conquistou o bicampeonato nesta segunda-feira ao vencer o sul-africano Jordy Smith e avançar à final em Pi

Ginasta da rede municipal concorre a prêmio esportivo em Porto Velho

Ginasta da rede municipal concorre a prêmio esportivo em Porto Velho

Estudante foi indicada ao prêmio pela Federação Rondoniense de GinásticaA Ginasta Wenddy Naelly Cruz Pimentel, de 11 anos, do Clube Escola Municipal