Porto Velho (RO) sábado, 23 de fevereiro de 2019
×
Gente de Opinião

Energia e Meio Ambiente - Internacional - Gente de Opinião

Energia e Meio Ambiente - Internacional

Usina Jirau: Compensações sociais melhoram a qualidade de vida em Porto Velho


 
Com a construção da Usina Hidrelétrica Jirau, no rio Madeira, obras de infraestrutura, melhorias nos serviços de saúde, educação, segurança, turismo e lazer, ficaram mais próximos da população de Porto Velho, incluindo as comunidades e distritos do eixo da BR-364. As compensações sociais a serem repassadas aos governos do estado de Rondônia e do município de Porto Velho somam um total de R$ 160 milhões. Recursos que já estão sendo transformados em benefícios à comunidade.


Durante todo o ano de 2010, a Energia Sustentável do Brasil, concessionária de Jirau, assinou 71 convênios para o repasse de verbas de compensação, sendo 54 com a prefeitura de Porto Velho e 17 com o governo do Estado. A destinação dos principais recursos está relacionada em um informe especial, produzido pela concessionária, e está sendo distribuído aos moradores, priorizando as localidades mais distantes e de difícil acesso.


“Estamos fazendo um esforço de divulgação. Os agentes de comunicação comunitária estão percorrendo as linhas, ramais e as sedes urbanas, num verdadeiro corpo a corpo para informar às comunidades os benefícios que elas passaram e passarão a contar com a construção da Usina Jirau”, salienta o diretor Institucional da Energia Sustentável do Brasil, José Lucio de Arruda Gomes.
 

O informe, que começou a ser distribuído nesta semana, tem oito páginas e traz pequenos textos e fotos sobre os principais convênios assinados com o Poder Público, visando informar a população sobre o andamento do Programa de Compensação Social da Usina e quais repasses dessas verbas compensatórias já foram feitos. O material é sucinto e objetivo, para facilitar a leitura e compreensão.
 

Principais obras em Porto Velho


Como parte do Protocolo de Intenções assinado com a prefeitura de Porto Velho, em 2010 a Energia Sustentável do Brasil entregou diversos veículos, maquinários e equipamentos, que trarão benefícios à população. A saúde é uma das áreas mais contempladas. Ganhou cinco novas ambulâncias para utilização do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU), três Unidades de Pronto Atendimento (UPA), 10 mil mosquiteiros como recurso de combate à malária, dentre outros repasses transformados em benefício à população.


O setor de obras e infraestrutura foi reforçado com a doação de patrulha mecanizada, equipamentos e veículos para construções e reparos nas estradas que dão acesso aos ramais e distritos, e na área urbana do Município. A reforma e revitalização do Mercado Central de Porto Velho também foi possível graças às compensações sociais da Usina Jirau.


Atenção especial aos distritos


Para receber as famílias do antigo distrito de Mutum Paraná, a concessionária da Usina Jirau implantou Nova Mutum Paraná, um projeto urbanístico que oferece total infraestrutura, com atendimento à saúde pública, escolas, energia elétrica, asfalto, saneamento básico, internet, sinal de celular e diversos outros benefícios. Além de construir na nova área habitacional, com todos os prédios públicos que existiam na antiga Mutum, a Energia Sustentável do Brasil está custeando a implantação de outros bens necessários, como a Unidade Integrada de Segurança Pública, com Batalhão da Polícia Militar, Civil e Corpo de Bombeiros.


Os distritos próximos à Usina Jirau e também os distantes, até a Ponta do Abunã, foram beneficiados com a construção, reforma e ampliação de escolas, unidades de saúde e espaços de lazer e turismo. Um pacote de mais de R$ 5 milhões foi liberado para a região.


Benefícios ao Estado


Os repasses feitos pela Usina Jirau também beneficiaram a população de todo o Estado, com a entrega de veículos, reformas, novas construções e outros. Entre os benefícios podem-se citar as reformas do Centro de Treinamento e do prédio do Comando Geral da Polícia Militar; aquisição de veículos para o Corpo de Bombeiros; reforma da Casa de Detenção Urso Branco, bem como reforma e ampliação do presídio Ênio Pinheiro e a construção da Policlínica Oswaldo Cruz.
 

Fonte: Ascom
 

Mais Sobre Energia e Meio Ambiente - Internacional

Energia Sustentável do Brasil assina termo de compromisso com ICMBio para investimento em unidades de conservação na Amazônia

Energia Sustentável do Brasil assina termo de compromisso com ICMBio para investimento em unidades de conservação na Amazônia

Duas unidades de conservação na Amazônia receberão investimentos da Energia Sustentável do Brasil (ESBR), concessionária da Usina Hidrelétrica (UHE)

Teste de autorrestabelecimento é feito com sucesso na UHE Jirau

Teste de autorrestabelecimento é feito com sucesso na UHE Jirau

As Unidades Geradoras (UG) são desligadas para simular um apagão

SPIC - Chinesa tem pressa para comprar hidrelétrica Santo Antônio

SPIC - Chinesa tem pressa para comprar hidrelétrica Santo Antônio

As negociações duram mais de um ano, e agora a SPIC corre para concluir a transação antes da posse de Bolsonaro na Presidência

Mais de 940 mil m³ foram dragados do rio Madeira em 2018

Mais de 940 mil m³ foram dragados do rio Madeira em 2018

O processo consiste em escavar o material que está obstruindo o canal de navegação e bombear o volume a pelo menos 250 m de distância desse canal.A