Porto Velho (RO) quarta-feira, 20 de março de 2019
×
Gente de Opinião

Energia e Meio Ambiente - Internacional - Gente de Opinião

Energia e Meio Ambiente - Internacional

Sistema elétrico rondoniense continua em greve nesta sexta




Os trabalhadores do Sistema Eletrobras em Rondônia, decidiram em assembléia na tarde de hoje continuar com a greve nesta sexta-feira, 11, devido a retrocesso nas negociações da pauta nacional do Acordo Coletivo de Trabalho (ACT) 2010. A paralisação atinge todas as empresas do sistema Eletrobras em todo o Brasil. Desde quarta-feira, quando se iniciou o movimento grevista, apenas os serviços essenciais estão sendo mantidos.

 

O presidente do Sindicato dos Urbanitários (SINDUR), Nailor Gato, disse que neste segundo dia de greve já houve posicionamento da diretoria da empresa em relação às reivindicações da categoria. De acordo com ele, a empresa deve apresentar uma contra proposta ao comando de greve nacional, e que esta será deliberada em assembléia para que os rumos da greve sejam definidos para a próxima semana.

 

“A paralisação continua até amanhã. Hoje foi discutida com a direção da Eletrobras, no Rio de Janeiro, uma proposta que atenda nossas reivindicações. Só que ela não teve como fornecer porque existe um impedimento no Ministério de Minas e Energia (MME), que assumiu a autoridade de apresentar o que a empresa está querendo para os trabalhadores, e por isso o movimento segue mais forte nas geradoras e distribuidoras. Vamos aguardar para segunda-feira (14) esse novo contato com a Eletrobras, para que possamos ter realmente essa proposta em mãos e fazer assembléias deliberativas nas empresas para definir se aceitamos ou não. Em princípio seria uma proposta que estaria atendendo a pauta de reivindicação dos trabalhadores, mas vamos aguardar até que seja apresentada por escrito às entidades sindicais e a Federação Nacional dos Urbanitários (FNU)”, destacou.

 

Ainda de acordo com o presidente, o protesto que segue para o terceiro dia, é uma forma de pressionar a proposta anterior oferecida pela direção da empresa, que não está no cumprimento das seis cláusulas contidas no referido acordo: reposição da inflação, mais ganho real; aumento do ticket alimentação, mais cesta natalina; plano de saúde para todos os trabalhadores; reajuste no auxílio funeral; auxílio educação para filhos de até 14 anos de idade; e aumento no valor do reembolso para dependentes legais portadores de necessidades especiais. “A categoria está unida, mobilizada e vai continuar de braços cruzados em frente aos portões das empresas do setor, devido à falta de respeito com os trabalhadores. Os servidores esperam que a direção da empresa retome a proposta apresentada na mesa de negociação”, declarou.

 

O assistente administrativo da Eletrobras Distribuição, Leonardo Pires, falou da discriminação que os trabalhadores das distribuidoras vêm sofrendo em relação às geradoras. “O que nós queremos é um tratamento igual ao dado pela outra empresa do setor, porque o sistema é único e não pode haver essa diferença. Então estamos trabalhando para equiparar os benefícios iniciais ao que é pago nas geradoras”, enfatizou.

 

O diretor do Sindicato dos Engenheiros (SENGE), Valdemir Pires, falou da expectativa para a apresentação da contra proposta. “

 

Entendo que o nosso movimento grevista, que já tem dois dias, já surtiu efeito. Ontem, havia a dificuldade de convencer a empresa de que os trabalhadores mereciam um reajuste. Então a gente já tem informações de que algumas cláusulas vão constar no coletivo nacional, a exemplo da PLR. Então a expectativa é que coloquem isso no papel, para que os trabalhadores possam voltar a seus postos e aguardar na segunda-feira a proposta para poderem analisar e verificar se aquilo que estão se comprometendo nesse momento é a realidade. Porque sempre o que se fala hoje pode ser que não coloquem no papel amanhã. Esses dois dias de paralisação já surtiram efeito positivo”, finalizou.

 

 Fonte: Sndur
 

Mais Sobre Energia e Meio Ambiente - Internacional

Energia Sustentável do Brasil assina termo de compromisso com ICMBio para investimento em unidades de conservação na Amazônia

Energia Sustentável do Brasil assina termo de compromisso com ICMBio para investimento em unidades de conservação na Amazônia

Duas unidades de conservação na Amazônia receberão investimentos da Energia Sustentável do Brasil (ESBR), concessionária da Usina Hidrelétrica (UHE)

Teste de autorrestabelecimento é feito com sucesso na UHE Jirau

Teste de autorrestabelecimento é feito com sucesso na UHE Jirau

As Unidades Geradoras (UG) são desligadas para simular um apagão

SPIC - Chinesa tem pressa para comprar hidrelétrica Santo Antônio

SPIC - Chinesa tem pressa para comprar hidrelétrica Santo Antônio

As negociações duram mais de um ano, e agora a SPIC corre para concluir a transação antes da posse de Bolsonaro na Presidência

Mais de 940 mil m³ foram dragados do rio Madeira em 2018

Mais de 940 mil m³ foram dragados do rio Madeira em 2018

O processo consiste em escavar o material que está obstruindo o canal de navegação e bombear o volume a pelo menos 250 m de distância desse canal.A