Porto Velho (RO) terça-feira, 25 de setembro de 2018
×
Gente de Opinião

Energia e Meio Ambiente - Internacional - Gente de Opinião

Energia e Meio Ambiente - Internacional

Setor metroferroviário quer redução da tarifa de energia elétrica



Para fomentar o desenvolvimento do transporte de passageiros sobre trilhos, o governo brasileiro precisa adotar medidas fundamentais. No primeiro plano, estão a redução da tarifa de energia elétrica metroferroviária, a desoneração da folha de pagamentos e a intensificação da produção da indústria nacional do setor.
 

Esses e outros itens fazem parte de uma série de propostas apresentada a parlamentares na Câmara dos Deputados, em Brasília, pela Associação Nacional dos Transportadores de Passageiros sobre Trilhos (ANPTrilhos). Para o presidente da entidade, Joubert Flores, o lançamento da Agenda Legislativa Metroferroviária, como documento, pretende reforçar as solicitações do setor, que podem ser atendidas com a ajuda do Congresso Nacional. De acordo com ele, o trabalho integrado entre entidades, operadores dos sistemas e a indústria metroferroviária, fortalece a ANPTrilhos na busca pela promoção do constante desenvolvimento e aprimoramento do transporte de passageiros sobre trilhos no país.
 

A reunião entre a associação e parlamentares teve apoio das Comissões de Viação e Transportes (CVT) e de Desenvolvimento Urbano (CDU) da Câmara dos Deputados. Estiveram presentes no evento, dentre outros parlamentares e autoridades, o presidente da Comissão de Viação e Transportes, deputado Washington Reis, o vice-presidente da Comissão de Desenvolvimento Urbano, deputado Leopoldo Meyer, e o presidente da Autoridade Pública Olímpica, Márcio Fortes.
 

Segundo a Agenda Legislativa Metroferroviária, o maior gargalo do setor, atualmente, passa pela questão do investimento, considerando a necessidade de implantação de novos sistemas; a expansão da malha existente; e a modernização dos sistemas e da frota de trens.

 

Infraestrutura

A malha metroferroviária urbana brasileira chega próxima aos 990 km. O Estado de São Paulo é o que tem a maior rede, com aproximadamente 330 km, seguido pelo Rio de Janeiro, que soma 316 km.

 

Fonte: Aerton Guimarães / Agência CNT de Notícias
 

Mais Sobre Energia e Meio Ambiente - Internacional

Hidrelétrica Santo Antônio comemora o Dia da Árvore com criação de bosque

Hidrelétrica Santo Antônio comemora o Dia da Árvore com criação de bosque

Na manhã de hoje, em comemoração ao Dia da Árvore, foi inaugurado um bosque na Hidrelétrica Santo Antônio. A área de mais de dois hectares, o equivale

Comissão da ALE aprova projetos que retiram incentivos das usinas do Madeira

Comissão da ALE aprova projetos que retiram incentivos das usinas do Madeira

Comissão também analisou outros projetos que seguem para votação em Plenário...

Sistema de transposição de peixes da UHE Jirau é referência

Sistema de transposição de peixes da UHE Jirau é referência

Sistema de Transposição de Peixes da UHE Jirau foi projetado pelos melhores especialistas no assunto