Porto Velho (RO) terça-feira, 25 de setembro de 2018
×
Gente de Opinião

Energia e Meio Ambiente - Internacional - Gente de Opinião

Energia e Meio Ambiente - Internacional

Presidente do Ibama e diretor-geral da Aneel visitam Polo Industrial e UHE Jirau


Comprovar de uma vez por todas que nós estávamos certos quando concedemos a licença de instalação à Usina Hidrelétrica Jirau. Foi com esse raciocínio que o presidente do Ibama, Roberto Messias Franco, e o diretor geral da Aneel, Nelson José Hübner, constataram in loco, na quinta-feira,11, o avanço exemplar na construção da maior obra em andamento do setor elétrico no Brasil. A visita atendeu ao convite feito pelo presidente da Energia Sustentável do Brasil, Victor Paranhos, que apresentou à comitiva o local para onde serão remanejados os moradores do distrito de Mutum Paraná, durante almoço no Polo Industrial Porto Velho.

Pela primeira vez no canteiro de obras de Jirau após a liberação da licença, o presidente do Ibama considerou impressionante a escala e o volume de trabalho, com base no planejamento empregado para a obra funcionar em pleno vapor. “O sucesso desse empreendimento pode mostrar ao Brasil e ao mundo que é possível fazer uma grande obra na região Amazônica com impacto mais positivo que negativo”, disse Roberto Messias, que ficou admirado com o tamanho da construção.

Ao lembrar as discussões em torno da emissão da licença de instalação da Usina, o diretor-geral da Aneel lembra que houve posicionamentos contrários, mas observa hoje “que tudo está sendo feito com o devido cuidado às leis ambientais”. Nelson Hübner também classificou como “qualidade superior” a construção do Polo Industrial Porto Velho, onde estão sendo erguidas 1.600 casas “com toda infraestrutura” e responsabilidade social.

Para o diretor-presidente da Energia Sustentável do Brasil, Victor Paranhos, é muito importante o trabalho em conjunto do Ibama e Aneel, sendo órgãos licenciadores da Usina Jirau, que conheciam a obra por fotos e fatos que são enviados através de relatórios. “Esse é o grande caminho na hora de não só focar a hidrelétrica, mas ver o Polo Industrial Porto Velho como exemplo do que podemos fazer na Amazônia, sendo cartão de visita para Belo Monte que Ibama e Aneel estão aprovando”, considerou.

A comitiva, que contou com a presença do prefeito de Porto Velho, Roberto Sobrinho, conheceu as casas no Polo Industrial, além do Vertedouro, Casa de Força I, Central de Britagem, Atracadouro, Refeitório e as áreas de lazer e alojamentos da Usina Jirau.

Fonte: Comunica

Mais Sobre Energia e Meio Ambiente - Internacional

Hidrelétrica Santo Antônio comemora o Dia da Árvore com criação de bosque

Hidrelétrica Santo Antônio comemora o Dia da Árvore com criação de bosque

Na manhã de hoje, em comemoração ao Dia da Árvore, foi inaugurado um bosque na Hidrelétrica Santo Antônio. A área de mais de dois hectares, o equivale

Comissão da ALE aprova projetos que retiram incentivos das usinas do Madeira

Comissão da ALE aprova projetos que retiram incentivos das usinas do Madeira

Comissão também analisou outros projetos que seguem para votação em Plenário...

Sistema de transposição de peixes da UHE Jirau é referência

Sistema de transposição de peixes da UHE Jirau é referência

Sistema de Transposição de Peixes da UHE Jirau foi projetado pelos melhores especialistas no assunto