Porto Velho (RO) domingo, 17 de fevereiro de 2019
×
Gente de Opinião

Energia e Meio Ambiente - Internacional - Gente de Opinião

Energia e Meio Ambiente - Internacional

Prefeito recebe Governador e direção da Santo Antônio para discutir novos financiamentos


 
O prefeito de Porto Velho Roberto Sobrinho recebeu nesta quarta feira pela manhã em seu gabinete o Governador de Rondônia, Confúcio Moura, e também de representantes da empresa Santo Antônio Energia, que vieram apresentar um relatório sobre os 13 projetos de geração de emprego e renda que vêm sendo aplicados na cidade, referentes ao chamado Subcrédito F, linha de financiamento do BNDES específica dentro das chamadas compensações sociais em decorrência da construção das usinas hidrelétricas que estão sendo construídas em Porto Velho.Prefeito recebe Governador e direção da Santo Antônio para discutir novos financiamentos - Gente de Opinião
 

De acordo com Alexandre Queiroz, coordenador de sócioeconomia da Santo Antônio Energia, o Subcrédito F se difere dos demais programas sociais desenvolvidos dentro das compensações, como construção de escolas e postos de saúde. Após promover um estudo sobre as necessidades detectadas no entorno da área da usina, a empresa recebeu a autorização do BNDES para iniciar as ações, todas buscando criar oportunidades de trabalho nas comunidades.
 

No projeto Acuda, por exemplo, detentos do presídio Ênio Pinheiro recebem capacitação profissional, sendo preparados para reinserção na sociedade depois que suas penas forem cumpridas. Outra ideia distribuiu até agora 5 mil mosqueteiros de tecido nas comunidades ribeirinhas, dentro do combate à malária. Também está sendo financiado o manejo de jacarés na reserva do Cuniã, que prepara novos profissionais a utilizar de forma adequada o couro e a carne dos animais, espécie considerada excedente na região.
 

Além de Queiroz, participaram do encontro com o prefeito e Governador, o presidente da Santo Antônio Energia, Eduardo Melo Pinto, o diretor de sustentabilidade, Carlos Hugo, o diretor financeiro da empresa, Luis Pereira, o secretário municipal do Planejamento, Sérgio Pacífico, o secretário municipal Extraordinário de Programas Especiais, Pedro Béber, e o coordenador das compensações das usinas no Governo do Estado, Ednei Lima.
 

Roberto Sobrinho confirmou a possibilidade de se buscar a inserção de novos recursos para a ampliação do programa, criando novos projetos que se adequem à criação de emprego e renda. Sobrinho sugeriu aos diretores da Santo Antônio a visitar a sede do BNDES, no Rio de Janeiro, para definir novas linhas de financiamento, inclusive a fundo perdido, o que não gera ônus ao município.
 

Nos 13 projetos desenvolvidos dentro da linha Subcrédito F, a Santo Antônio está investindo R$ 50 milhões. O governador Confúcio Moura sugeriu que áreas até agora pouco contempladas, como a educação e a segurança, também sejam beneficiadas com os novos projetos.
 

Fonte: Róbinson Gambôa
Foto: Frank Néry

 

Mais Sobre Energia e Meio Ambiente - Internacional

Energia Sustentável do Brasil assina termo de compromisso com ICMBio para investimento em unidades de conservação na Amazônia

Energia Sustentável do Brasil assina termo de compromisso com ICMBio para investimento em unidades de conservação na Amazônia

Duas unidades de conservação na Amazônia receberão investimentos da Energia Sustentável do Brasil (ESBR), concessionária da Usina Hidrelétrica (UHE)

Teste de autorrestabelecimento é feito com sucesso na UHE Jirau

Teste de autorrestabelecimento é feito com sucesso na UHE Jirau

As Unidades Geradoras (UG) são desligadas para simular um apagão

SPIC - Chinesa tem pressa para comprar hidrelétrica Santo Antônio

SPIC - Chinesa tem pressa para comprar hidrelétrica Santo Antônio

As negociações duram mais de um ano, e agora a SPIC corre para concluir a transação antes da posse de Bolsonaro na Presidência

Mais de 940 mil m³ foram dragados do rio Madeira em 2018

Mais de 940 mil m³ foram dragados do rio Madeira em 2018

O processo consiste em escavar o material que está obstruindo o canal de navegação e bombear o volume a pelo menos 250 m de distância desse canal.A