Porto Velho (RO) quarta-feira, 18 de setembro de 2019
×
Gente de Opinião

Energia e Meio Ambiente - Internacional - Gente de Opinião

Energia e Meio Ambiente - Internacional

Paranhos anuncia o primeiro leilão público de venda de energia da UHE Jirau




O presidente da Energia Sustentável do Brasil – empresa responsável pela construção e operação da UHE Jirau - Victor Paranhos, encerrou o primeiro dia do 7º Encontro Nacional de Agentes do Setor Elétrico – ENASE – com a palestra “1º Leilão Público de Venda de Energia da UHE Jirau”, que vai acontecer no próximo dia 20 de outubro e será realizado pela Comerc Comercializadora de Energia.
 


Paranhos informou que ao todo serão oferecidos cinco produtos e que ainda não há uma decisão quanto à quantidade de energia ofertada, nem do preço mínimo do leilão. Esses valores serão determinados durante a reunião do Conselho da ESBR que vai acontecer no próximo dia 14 de outubro. “Esse leilão será uma espécie de teste de mercado”, disse.



Ao início da sua palestra, Victor Paranhos mostrou um vídeo, em 3D, sobre o estágio avançado das obras, como ficará o projeto após a sua conclusão e também o grande desenvolvimento que Jirau está levando à região. Segundo ele, até o final de 2009 a Usina gerou mais de R$ 18 milhões em impostos ao estado de Rondônia.



A Usina Hidrelétrica Jirau está aguardando a autorização da ANEEL e do Ministério das Minas e Energia para a instalação de mais 4 turbinas extras que somadas às 46, já aprovadas, vão totalizar 50 turbinas gerando 450 MW de energia a mais do que o previsto em edital (3.300 MW). O investimento previsto para esta operação é de R$ 1 bilhão. Vale ressaltar que essa energia adicional não acarretará nenhum impacto socioambiental.

Paranhos reforçou que o ritmo da obra continua acelerado - atualmente a obra está produzindo 80 mil m³ de concreto. Esse número deve subir para 110 mil m³ já no mês que vem - com a antecipação da geração de energia prevista para março de 2012, nove meses antes do estabelecido no cronograma da ANEEL. Além disso, a Usina deve gerar toda a energia assegurada em dezembro de 2012.

Ao fim da sua palestra, Victor Paranhos convidou os empresários presentes ao ENASE para investir em Porto Velho “ao consumidor que quiser energia mais barata, doamos o terreno no Polo Industrial construído pela ESBR para a instalação de novas empresas e ainda fazemos um contrato de longo prazo com o governo de Rondônia. Oportunidade lá existe e a Energia Sustentável do Brasil é parceira”, finalizou.

Fonte: Ascom
 

Mais Sobre Energia e Meio Ambiente - Internacional

Energia Sustentável do Brasil assina termo de compromisso com ICMBio para investimento em unidades de conservação na Amazônia

Energia Sustentável do Brasil assina termo de compromisso com ICMBio para investimento em unidades de conservação na Amazônia

Duas unidades de conservação na Amazônia receberão investimentos da Energia Sustentável do Brasil (ESBR), concessionária da Usina Hidrelétrica (UHE)

Teste de autorrestabelecimento é feito com sucesso na UHE Jirau

Teste de autorrestabelecimento é feito com sucesso na UHE Jirau

As Unidades Geradoras (UG) são desligadas para simular um apagão

SPIC - Chinesa tem pressa para comprar hidrelétrica Santo Antônio

SPIC - Chinesa tem pressa para comprar hidrelétrica Santo Antônio

As negociações duram mais de um ano, e agora a SPIC corre para concluir a transação antes da posse de Bolsonaro na Presidência

Mais de 940 mil m³ foram dragados do rio Madeira em 2018

Mais de 940 mil m³ foram dragados do rio Madeira em 2018

O processo consiste em escavar o material que está obstruindo o canal de navegação e bombear o volume a pelo menos 250 m de distância desse canal.A