Porto Velho (RO) quarta-feira, 20 de fevereiro de 2019
×
Gente de Opinião

Energia e Meio Ambiente - Internacional - Gente de Opinião

Energia e Meio Ambiente - Internacional

Oficiais da PM visitam Jirau e analisam o local para instalação de Grupamento Militar


Oficiais da Polícia Militar do Estado de Rondônia fizeram uma visita ao canteiro de obras da Usina Hidrelétrica Jirau e ao Pólo Industrial Porto Velho, para conhecer as obras, e também, fazer o reconhecimento da área onde futuramente será instalado um Grupamento Policial Militar para o monitoramento da região de Mutum e Jaci-Paraná.

A comitiva formada por 10 oficiais foi recebida pelo diretor Institucional da Energia Sustentável do Brasil, José Lúcio de Arruda Gomes, que explicou detalhes sobre o empreendimento e da possibilidade de instalação da base militar no Pólo. “Inicialmente temos duas opções, uma delas é que o Estado utilize recursos do Protocolo de Intenções para construir a base militar numa área fora do Pólo Industrial. A outra é que a Energia Sustentável, enquanto concessionária da obra, construa esta base no Pólo e entregue em condições de funcionamento, precisamos apenas que a PM indique o local escolhido”, explicou José Lúcio.

De acordo com a coronel Angelina Ramirez, comandante da Polícia Militar, os oficiais farão um reconhecimento de toda a área para que possam precisar o local de instalação do Grupamento. “Existem alguns critérios que precisam ser avaliados, como a facilidade de acesso e índice de criminalidade, por isso a necessidade do planejamento operacional”, disse. “Somente após uma análise criteriosa será possível indicar o local exato para instalação”, avaliou.

Outra necessidade, de acordo com a comandante, é o reforço do efetivo que atualmente trabalha em Mutum-Paraná. “Percebemos uma perspectiva de aumento da população e por isso vamos necessitar de uma demanda policial maior nessa região”, detalhou.

Atualmente, 12 policiais militares colaboram com a segurança da população de Mutum-Paraná. A Energia Sustentável do Brasil fará a doação de casas no Pólo Industrial Porto Velho, para todos os policiais que farão o policiamento na região.

Segundo a comandante, no prazo de 30 dias será possível informar o local exato para instalação do grupamento que fará o policiamento na região próxima à Usina Hidrelétrica Jirau.

Obra

Durante a visita, o diretor Institucional José Lúcio ministrou uma palestra sobre o processo de construção da UHE Jirau e falou sobre os 32 programas referentes ao Licenciamento Ambiental, os benefícios oferecidos para a comunidade, e as soluções de engenharia levantadas pela Energia Sustentável do Brasil, como a otimização do eixo visando a redução do impacto ambiental. Após a apresentação, os oficiais participaram de uma visita ao canteiro de obras e acompanharam de perto o andamento da construção.

Visitantes

Participaram da visita, o comandante do 5º Batalhão, tenente coronel Cunha, o sub-comandante do 5º Batalhão, major Almeida, o coordenador regional de Policiamento, coronel Faller, coordenador de planejamento operacional, coronel Thomazzoni, o diretor pessoal da PM, major Kisner, comandante do Batalhão Ambiental, tenente coronel Wilson, sub-comandante da Companhia de Operações Especiais (COE), capitão Roque, o chefe de gabinete do Comando Geral, major Glanert e o sub-comandante da PM, coronel Marciel.

Fonte: Ascom

Mais Sobre Energia e Meio Ambiente - Internacional

Energia Sustentável do Brasil assina termo de compromisso com ICMBio para investimento em unidades de conservação na Amazônia

Energia Sustentável do Brasil assina termo de compromisso com ICMBio para investimento em unidades de conservação na Amazônia

Duas unidades de conservação na Amazônia receberão investimentos da Energia Sustentável do Brasil (ESBR), concessionária da Usina Hidrelétrica (UHE)

Teste de autorrestabelecimento é feito com sucesso na UHE Jirau

Teste de autorrestabelecimento é feito com sucesso na UHE Jirau

As Unidades Geradoras (UG) são desligadas para simular um apagão

SPIC - Chinesa tem pressa para comprar hidrelétrica Santo Antônio

SPIC - Chinesa tem pressa para comprar hidrelétrica Santo Antônio

As negociações duram mais de um ano, e agora a SPIC corre para concluir a transação antes da posse de Bolsonaro na Presidência

Mais de 940 mil m³ foram dragados do rio Madeira em 2018

Mais de 940 mil m³ foram dragados do rio Madeira em 2018

O processo consiste em escavar o material que está obstruindo o canal de navegação e bombear o volume a pelo menos 250 m de distância desse canal.A