Porto Velho (RO) quinta-feira, 20 de setembro de 2018
×
Gente de Opinião

Energia e Meio Ambiente - Internacional - Gente de Opinião

Energia e Meio Ambiente - Internacional

MPs ouvem trabalhadores da usina de Jirau



Trabalhadores da Usina de Jirau e dirigentes sindicais estiveram reunidos na tarde desta sexta-feira com representantes do Ministério Público Federal (MPF), Ministério Público do Estado de Rondônia (MP/RO) e Ministério Público do Trabalho (MPT). Eles foram convidados pelos MPs para expor os acontecimentos recentes na hidrelétrica, bem como informar a situação dos que estão na sede do município de Porto Velho e dos que permanecem no canteiro de obras. Após a reunião, os MPs definiram quatro linhas de ação conjunta que serão encaminhadas aos empregadores da hidrelétrica: garantia de alojamento e alimentação dignos e decentes para os trabalhadores que permanecerem em Porto Velho; retorno adequado e o mais rápido possível dos trabalhadores para seus lares; garantia dos direitos trabalhistas; ressarcimento de bens e pertences pessoais dos trabalhadores perdidos nos incidentes.
 

Durante a reunião, trabalhadores e dirigentes sindicais relataram que havia crescente clima de insatisfação dos trabalhadores de Jirau com a empresa Camargo Corrêa por causa dos critérios de divisão da Participação nos Lucros (PL) realizada no final do ano, existência de violência física sofrida pelos empregados, atribuída aos funcionários da Camargo Corrêa; ocorrência de vencimento de “baixadas” (folgas de campo concedidas aos trabalhadores pela empresa a cada quatro meses de trabalho) e prática de preços exorbitantes dos produtos oferecidos aos trabalhadores pela empresa Camargo Corrêa.
 

Segundo eles, a insatisfação contribuiu para a crise que se instaurou na usina na terça-feira, dia 15 de março. A agressão de um trabalhador por três motoristas de ônibus foi o estopim para o início dos acontecimentos. Os trabalhadores solicitaram que as medidas trabalhistas que forem adotadas contemplem todas as empresas, inclusive as terceirizadas.
 

Participaram da reunião o procurador da República Reginaldo Trindade, os promotores de Justiça Alexandre Santiago, Aluildo Leite, Daniela Nicolai, Hildon Chaves e o procurador do Trabalho Francisco Cruz.
 

Neste sábado, às 8h30, na sede do MPF/RO, os MPs concederão uma entrevista coletiva para informar à população sobre as medidas que estão sendo adotadas pelos órgãos sobre a situação da usina de Jirau.
 

Fonte: MPF/RO (www.prro.mpf.gov.br)
 

Mais Sobre Energia e Meio Ambiente - Internacional

Comissão da ALE aprova projetos que retiram incentivos das usinas do Madeira

Comissão da ALE aprova projetos que retiram incentivos das usinas do Madeira

Comissão também analisou outros projetos que seguem para votação em Plenário...

Sistema de transposição de peixes da UHE Jirau é referência

Sistema de transposição de peixes da UHE Jirau é referência

Sistema de Transposição de Peixes da UHE Jirau foi projetado pelos melhores especialistas no assunto

Coopprojirau e Observatório ambiental visitam UHE Jirau

Coopprojirau e Observatório ambiental visitam UHE Jirau

A Energia Sustentável do Brasil (ESBR), concessionária da Usina Hidrelétrica (UHE) Jirau, mantém uma agenda de visitas institucionais que inclui os pr

Estudantes de engenharia visitam UHE Jirau

Estudantes de engenharia visitam UHE Jirau

Universitários conheceram algumas estruturas do empreendimento