Porto Velho (RO) quinta-feira, 20 de setembro de 2018
×
Gente de Opinião

Energia e Meio Ambiente - Internacional - Gente de Opinião

Energia e Meio Ambiente - Internacional

Moreira defende usinas do Madeira em Seminário sobre energia elétrica


O deputado Moreira Mendes (PPS-RO) participou nessa segunda-feira, na capital paulista, do 10º Seminário Internacional de Energia, promovido pela Federação das Indústrias do Estado de São Paulo – Fiesp. Durante os debates, ele fez uma defesa contundente das usinas de Santo Antônio e Jirau, no rio Madeira, em Rondônia, destacando a importância do empreendimento para o País, principalmente pela geração de energia renovável.

Moreira afirmou que o benefício da construção das usinas do Madeira para o Brasil é imensurável, lembrou a magnitude das obras, o avanço da engenharia e a preservação do meio ambiente. Ele lembrou, ainda, que enquanto a hidrelétrica de Samuel – que tem 212 megawatts de potência instalada - possui um reservatório que chega a quase 1% do território do estado de Rondônia, as duas novas usinas terão represamento de pouco mais de 500 quilômetros, e uma capacidade para gerar 6.500 megawatts. “É um avanço!”, disse ele, acrescentando que “o País precisa enxergar estas e outras soluções que vêm sendo implementadas na região amazônica, como a redução das queimadas a níveis próximos de zero e também do desmatamento.

O parlamentar rondoniense convocou os presentes a refletirem sobre a Amazônia de uma maneira diversa do que se prega no País e pelo mundo afora. “É preciso entender que tem que se dar um retorno econômico (ao homem do campo) pela mata em pé, porque a cultura sempre foi de viabilizar algum tipo de renda com o uso da madeira, do pasto, do plantio. É preciso uma solução econômica para a questão, e não somente ideológica”, reiterou.

Moreira Mendes, que fez o discurso de encerramento, disse que tem um visão bem peculiar sobre meio ambiente: a de quem vive na Amazônia e não fora dela. “É fundamental que, antes de ‘venderem’ a idéia de Amazônia neste formato ‘ecologicamente correto’ e de forma midiática ao mundo, a Nação comece a entender os anseios dos 28 milhões de brasileiros que vivem naquela região, lembrando que essa massa de brasileiros não pode ter seu destino selado sem ao menos serem ouvidos”, defendeu.

Fonte: Claudivan Santiago

Mais Sobre Energia e Meio Ambiente - Internacional

Comissão da ALE aprova projetos que retiram incentivos das usinas do Madeira

Comissão da ALE aprova projetos que retiram incentivos das usinas do Madeira

Comissão também analisou outros projetos que seguem para votação em Plenário...

Sistema de transposição de peixes da UHE Jirau é referência

Sistema de transposição de peixes da UHE Jirau é referência

Sistema de Transposição de Peixes da UHE Jirau foi projetado pelos melhores especialistas no assunto

Coopprojirau e Observatório ambiental visitam UHE Jirau

Coopprojirau e Observatório ambiental visitam UHE Jirau

A Energia Sustentável do Brasil (ESBR), concessionária da Usina Hidrelétrica (UHE) Jirau, mantém uma agenda de visitas institucionais que inclui os pr

Estudantes de engenharia visitam UHE Jirau

Estudantes de engenharia visitam UHE Jirau

Universitários conheceram algumas estruturas do empreendimento