Porto Velho (RO) quarta-feira, 19 de setembro de 2018
×
Gente de Opinião

Energia e Meio Ambiente - Internacional - Gente de Opinião

Energia e Meio Ambiente - Internacional

Mapa mostra cenários do aquecimento global


 

Gente de Opinião

A necessidade de uma negociação ambiciosa em Copenhague, no final do ano, se torna cada vez maior. Cientistas britânicos acabam de lançar um estudo que mostra que a temperatura média do planeta pode aumentar 4ºC até o final do século – ou mesmo antes –, em relação aos níveis pré-industriais, se a concentração de gases de efeito estufa na atmosfera permanecer como a atual.

Com base em cenários socioeconômicos e de emissões desenvolvidos pelo IPCC – Painel Intergovernamental de Mudanças Climáticas, o Met Office Hadley Centre, que realizou a pesquisa, reuniu em um mapa interativo as possíveis consequências dessa elevação de temperatura para as várias regiões da Terra.

As previsões para o Brasil não são nada boas. O país deve aquecer entre 5ºC no litoral e 8ºC no interior, provocando incêndios com muito mais facilidade em nossas florestas.

Os chineses também devem sofrer no período de seca, pois a estimativa é de que o Himalaia, principal fonte de água para 23% da população, tenha apenas 50% de suas geleiras até 2050.

Aliás, todos nós enfrentaremos a falta de água, já que os reservatórios do planeta devem estar 70% mais vazios. Falta de alimentos e longos períodos de seca também são dados como certo.

Os continentes devem se aquecer mais do que os oceanos, elevando sua temperatura em 5,5ºC. E o maior aumento de temperatura ocorrerá no Ártico.

O estudo foi encomendado pelo Departamento de Energia e Mudanças Climáticas do governo britânico e torna ainda mais evidente a urgência de fazermos esforços significativos que mantenham o aumento da temperatura global em, no máximo, 2º C até 2100.

Faça você mesmo suas projeções no mapa abaixo. Clique nos símbolos de + para obter mais informações sobre cada dado.

Conheça também o site Act on Copenhagen, do governo britânico.

Fonte: PLANETA SUSTENTÁVEL

Mais Sobre Energia e Meio Ambiente - Internacional

Coopprojirau e Observatório ambiental visitam UHE Jirau

Coopprojirau e Observatório ambiental visitam UHE Jirau

A Energia Sustentável do Brasil (ESBR), concessionária da Usina Hidrelétrica (UHE) Jirau, mantém uma agenda de visitas institucionais que inclui os pr

Estudantes de engenharia visitam UHE Jirau

Estudantes de engenharia visitam UHE Jirau

Universitários conheceram algumas estruturas do empreendimento

Obras do Linhão de Machadinho e Buritis serão licitadas em Outubro

Obras do Linhão de Machadinho e Buritis serão licitadas em Outubro

Com o objetivo de conectar as cidades abastecidas de energia elétrica por usinas térmicas ao Sistema Interligado Nacional, a Eletrobras Distribuição R

Linhão vai interligar o Amazonas com as usinas de Rondônia e Pará

Linhão vai interligar o Amazonas com as usinas de Rondônia e Pará

As interligações previstas são as seguintes: a da Usina Hidrelétrica de Tucuruí, no Pará, com Parintins; a das usinas de Jirau e Santo Antônio, em Ron