Porto Velho (RO) terça-feira, 17 de setembro de 2019
×
Gente de Opinião

Energia e Meio Ambiente - Internacional - Gente de Opinião

Energia e Meio Ambiente - Internacional

Leilão de transmissão tem deságio de 43%


 

 São Paulo - Sete dos oito lotes postos à venda pela Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) para obras de linhas de transmissão de energia foram arrematados hoje (9), em leilão na Bolsa de Valores de São Paulo (BM&F Bovespa). O deságio médio foi de 43,67%. Neste terceiro e último leilão do ano, a taxa de deságio ficou acima da média registrada desde 2000. Isso fará com que a Receita Anual Permitida (RAP) - faturamento que a transmissora poderá obter com a prestação do serviço - caia de R$ 93 milhões para R$ 52,42 milhões.

O leilão foi considerado “bem sucedido” pelo diretor da Aneel Edvaldo Alves de Santana. “Foi excelente, porque esse deságio significa que as tarifas vão ser menores e, também, vai aumentar a confiabilidade no sistema elétrico”.

As autorizações para implantar 555 quilômetros (km) de linhas de transmissão foram disputadas por 14 empresas e 10 consórcios, entre os quais companhias brasileiras, espanholas, chinesas e portuguesas.

Orçadas em R$ 785,8 milhões, as obras de implantação de linhas de transmissão e subestações serão feitas em seis estados: Rio Grande do Sul, Goiás, Minas Gerais, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul e Pará. Pelas estimativas da Aneel, deverão ser gerados mais de 4 mil empregos diretos.

Apenas um lote, o da Linha de Transmissão Xavantes-Pirineus, em Goiás, com 50 km de extensão, não teve interessados.

Os vencedores do leilão deverão apresentar os documentos de habilitação no dia 17 de dezembro e a oficialização dos negócios está marcada para 18 de janeiro de 2011. Pelos termos do acordo, o início das operações deve ocorrer até 24 meses após a assinatura do contrato.

Fonte: Marli Moreira / Agência Brasil
 

Mais Sobre Energia e Meio Ambiente - Internacional

Energia Sustentável do Brasil assina termo de compromisso com ICMBio para investimento em unidades de conservação na Amazônia

Energia Sustentável do Brasil assina termo de compromisso com ICMBio para investimento em unidades de conservação na Amazônia

Duas unidades de conservação na Amazônia receberão investimentos da Energia Sustentável do Brasil (ESBR), concessionária da Usina Hidrelétrica (UHE)

Teste de autorrestabelecimento é feito com sucesso na UHE Jirau

Teste de autorrestabelecimento é feito com sucesso na UHE Jirau

As Unidades Geradoras (UG) são desligadas para simular um apagão

SPIC - Chinesa tem pressa para comprar hidrelétrica Santo Antônio

SPIC - Chinesa tem pressa para comprar hidrelétrica Santo Antônio

As negociações duram mais de um ano, e agora a SPIC corre para concluir a transação antes da posse de Bolsonaro na Presidência

Mais de 940 mil m³ foram dragados do rio Madeira em 2018

Mais de 940 mil m³ foram dragados do rio Madeira em 2018

O processo consiste em escavar o material que está obstruindo o canal de navegação e bombear o volume a pelo menos 250 m de distância desse canal.A